Liturgia Diária – 29ª Semana do Tempo Comum, Sexta-feira (27/10/2023)

Homilia do Evangelho de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Sexta-feira, 27 de outubro de 2023.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Leia e acompanhe aqui as Leituras e a Liturgia Comentada do dia de hoje.

1ª Leitura

Primeira leitura: Romanos 7, 18-25

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

Irmãos: 18Estou ciente que o bem não habita em mim, isto é, na minha carne. Pois eu tenho capacidade de querer o bem, mas não de realizá-lo. 19Com efeito, não faço o bem que quero, mas faço o mal que não quero. 20Ora, se faço aquilo que não quero, então já não sou eu que estou agindo, mas o pecado que habita em mim. 21Portanto, descubro em mim esta lei: Quando quero fazer o bem, é o mal que se me apresenta. 22Como homem interior ponho toda a minha satisfaçóo na lei de Deus; 23mas sinto em meus membros outra lei, que luta contra a lei da minha razão e me aprisiona na lei do pecado, essa lei que está em meus membros. 24Infeliz que eu sou! Quem me libertará deste corpo de morte? 25aGraças sejam dadas a Deus, por Jesus Cristo, nosso Senhor.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 118 (119)

– Ensinai-me a fazer vossa vontade!

– Dai-me bom senso, retidóo, sabedoria, pois tenho fé nos vossos santos mandamentos!

– Porque sois bom e realizais somente o bem, ensinai-me a fazer vossa vontade!

– Vosso amor seja um consolo para mim, conforme a vosso servo prometestes.

– Venha a mim o vosso amor e viverei, porque tenho em vossa lei o meu prazer!

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Terça-feira (16/04/2024)

– Eu jamais esquecerei vossos preceitos, por meio deles conservais a minha vida.

– Vinde salvar-me, ó Senhor, eu vos pertenço! Porque sempre procurei vossa vontade.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 12, 54-59

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Graças te dou, ó Pai, Senhor do céu e da terra, pois revelaste os mistérios do teu reino aos pequeninos, escondendo-os aos doutores! (Mt 11,25);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo: 54Jesus dizia às multidões: ‘Quando vedes uma nuvem vinda do ocidente, logo dizeis que vem chuva. E assim acontece. 55Quando sentis soprar o vento do sul, logo dizeis que vai fazer calor. E assim acontece. 56Hipócritas! Vós sabeis interpretar o aspecto da terra e do céu. Como é que não sabeis interpretar o tempo presente? 57Por que não julgais por vós mesmos o que é justo? 58Quando, pois, tu vais com o teu adversário apresentar-te diante do magistrado, procura resolver o caso com ele enquanto estais a caminho. Senão ele te levará ao juiz, o juiz te entregará ao guarda, e o guarda te jogará na cadeia. 59Eu te digo: daí tu não sairás, enquanto não pagares o último centavo.’

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Os Padres da Igreja oferecem muitas interpretações diferentes desta passagem. Entre eles, São Beda diz que o nosso “oponente” pode ser visto como a Palavra de Deus, no sentido de que a Palavra de Deus faz guerra às nossas fraquezas e pecados. Quando ouvimos a Palavra de Deus, nosso Senhor nos convencerá de nossas falhas para que possamos reconciliar nossas vidas com a Verdade da própria Palavra de Deus.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quarta-feira (17/04/2024)

Quando você pensa na santa Palavra de Deus, em sua totalidade, o que mais o convence? Às vezes tentamos minimizar essas convicções pessoais. Racionalizamos nossas ações e descartamos o que Deus está nos dizendo. Você se lembra de algum ensinamento de Jesus que realmente tocou seu coração? Se assim for, isto é uma graça e uma oportunidade para cumprir a lição de nosso Senhor ensinada na passagem acima. Deus não convence nossos corações para nos condenar. Em vez disso, Ele nos convence, como oponentes do nosso pecado, para que possamos “fazer um esforço para resolver a questão no caminho”. A consciência é um presente maravilhoso de nosso Senhor e pode ser comparada a esta passagem acima. É uma forma de tribunal onde nosso Senhor deseja não ter que nos punir. Em vez disso, Ele deseja que nos envolvamos em Sua santa Palavra, ouçamos o que Ele diz e resolvamos nossos pecados arrependendo-nos imediatamente.

Entre as muitas lições ensinadas por nosso Senhor, muitas vezes é a lição que salta à nossa mente, mesmo de uma forma surpreendente, à qual mais precisamos prestar atenção. Deus muitas vezes nos traz Seus ensinamentos mais urgentes, fazendo-nos sentir um sentimento de culpa que não pode ser negado. Se ouvirmos estas convicções, não teremos necessidade de comparecer perante o Juiz. Mas se não o fizermos, se enterrarmos estas convicções, minimizá-las e ignorá-las, então o nosso Senhor achará necessário continuar conosco. Começaremos a experimentar Seu julgamento e veremos os efeitos de estarmos fora de Suas boas graças. E no final, se não nos arrependermos dos pecados mais graves das nossas vidas, seremos responsabilizados até pelos menores pecados. Seremos obrigados a “pagar o último centavo”.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

Reflita hoje sobre a ideia de que a Palavra de Deus, tudo o que nosso Senhor nos ensinou, é o oponente do pecado em sua alma. Este adversário bom e santo só quer o que é melhor para você. Comprometa-se com uma leitura contínua da santa Palavra de Deus para que você esteja continuamente disposto a ouvir tudo o que Deus quer lhe dizer e para que você seja capaz de se reconciliar com nosso Senhor antes que Ele seja compelido a emitir Seus julgamentos.

Oração do Dia

Meu misericordioso Juiz, desejas que eu ouça a tua santa Palavra, revelada nas Escrituras, para receber a tua misericordiosa convicção do meu pecado. Oro para que esteja sempre aberto para ouvir tudo o que Tu desejas dizer-me, para que eu possa responder com generosidade e confiança, reconciliando-me contigo e com os outros continuamente ao longo da minha jornada na vida. Anima minha consciência com a Tua santa Palavra, querido Senhor. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A Liturgia teve a sua atualização mais recente, através do Concílio Vaticano II, que trouxe mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A Liturgia do Dia é única para cada dia do ano, desse modo, naquele determinado dia, todas as igrejas católicas do mundo fazem a mesma leitura. A liturgia diária é dividida pela primeira leitura (segunda leitura em algumas ocasiões), além do evangelho do dia e salmo.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *