Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (17/04/2023)

Liturgia Diária de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária da 2ª Semana da Páscoa, Segunda-feira, 17 de abril de 2023.

Receba diariamente a Liturgia Diária Comentada dos Católicos em nosso portal. Acompanhe as Leituras de Evangelho do dia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Atos dos Apóstolos 4, 23-31

Leitura dos Atos dos Apóstolos:

Naqueles dias: 23Logo que foram postos em liberdade, Pedro e João voltaram para junto dos irmãos e contaram tudo o que os sumos sacerdotes e os anciãos haviam dito. 24Ao ouvirem o relato, todos eles elevaram a voz a Deus, dizendo: ‘Senhor, tu criaste o céu, a terra, o mar e tudo o que neles existe. 25Por meio do Espírito Santo, disseste através do teu servo Davi, nosso pai: ‘Por que se enfureceram as nações, e os povos imaginaram coisas vós? 26Os reis da terra se insurgem e os príncipes conspiram unidos contra o Senhor e contra o seu Messias’. 27Foi assim que aconteceu nesta cidade: Herodes e Pôncio Pilatos uniram-se com os pagãos e os povos de Israel contra Jesus, teu santo servo, a quem ungiste, 28a fim de executarem tudo o que a tua mão e a tua vontade haviam predeterminado que sucedesse. 29Agora, Senhor, olha as ameaças que fazem e concede que os teus servos anunciem corajosamente a tua palavra. 30Estende a mão para que se realizem curas, sinais e prodígios por meio do nome do teu santo servo Jesus.’ 31Quando terminaram a oração, tremeu o lugar onde estavam reunidos. Todos, então, ficaram cheios do Espírito Santo e anunciavam corajosamente a palavra de Deus.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 2

– Felizes hão de ser todos aqueles que põem sua esperança no Senhor.

– Por que os povos agitados se revoltam? por que tramam as nações projetos vãos? Por que os reis de toda a terra se reúnem, e conspiram os governos todos juntos contra o Deus onipotente e o seu Ungido? ‘Vamos quebrar suas correntes’, dizem eles, ‘e lançar longe de nós o seu domínio!’

– Ri-se deles que mora lá nos céus; zomba deles o Senhor onipotente. Ele, então, em sua ira os ameaça, e em seu furor os faz tremer, quando lhes diz: ‘Fui eu mesmo que escolhi este meu Rei, e em Sião, meu monte santo, o consagrei!’

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

– O decreto do Senhor promulgarei, foi assim que me falou o Senhor Deus: ‘Tu és meu Filho, e eu hoje te gerei! Podes pedir-me, e em resposta eu te darei por tua herança os povos todos e as nações, e há de ser a terra inteira o teu domínio. Com cetro férreo haverás de dominá-los, e quebrá-los como um vaso de argila!’

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 3, 1-8

– Aleluia, aleluia, aleluia.

– Se com Cristo ressurgistes, procurai o que é do alto, onde Cristo está sentado à direita de Deus Pai (Cl 3,1):

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:

1Havia um chefe judaico, membro do grupo dos fariseus, chamado Nicodemos, 2que foi ter com Jesus, de noite, e lhe disse: ‘Rabi, sabemos que vieste como mestre da parte de Deus. De fato, ninguém pode realizar os sinais que tu fazes, a não ser que Deus esteja com ele’. 3Jesus respondeu: ‘Em verdade, em verdade te digo, se alguém não nasce do alto, não pode ver o Reino de Deus’. 4Nicodemos disse: ‘Como é que alguém pode nascer, se já é velho? Poderá entrar outra vez no ventre de sua mãe?’ 5Jesus respondeu: ‘Em verdade, em verdade te digo, se alguém não nasce da água e do Espírito, não pode entrar no Reino de Deus.’ 6Quem nasce da carne é carne; quem nasce do Espírito é espirito. 7Não te admires por eu haver dito: Vós deveis nascer do alto. 8 O vento sopra onde quer e tu podes ouvir o seu ruído, mas não sabes de onde vem, nem para onde vai. Assim acontece a todo aquele que nasceu do Espírito’.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quarta-feira (17/04/2024)

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Nicodemos, fariseu e líder dos judeus, é mencionado três vezes no Evangelho de João. A passagem acima vem da primeira vez que ele é mencionado. A segunda vez é quando ele lembra ao Sinédrio que Jesus deveria ser ouvido por eles antes de condená-lo, e a terceira vez é quando Nicodemos ajuda no sepultamento de Jesus após Sua morte. O Evangelho de João é muito simbólico. Ele usa especialmente as imagens de luz e escuridão. Por exemplo, quando Judas saiu para trair Jesus, o Evangelho de João observa que “era noite”. Na passagem acima, o Evangelho de João observa que Nicodemos veio a Jesus “à noite”.

Santo Agostinho, ao comentar esta passagem, diz que Nicodemos veio a Jesus “à noite” porque Nicodemos ainda não havia nascido de novo e, portanto, ainda não vivia plenamente à luz da fé. Mas o fato de Nicodemos vir a Jesus e interrogá-lo longamente mostra que ele tinha uma centelha de fé e que queria aprofundar essa fé. Ele claramente esperava que Jesus fosse o Messias e confessou que Jesus era “um mestre que veio de Deus”.

Desde os primeiros tempos, antes da formalização das práticas de canonização, Nicodemos recebeu o título de “santo” tanto na Igreja Católica quanto na Igreja Ortodoxa. Ele é especialmente venerado porque se levantou contra os outros líderes religiosos da época para defender Jesus e mostrar apoio a Ele. Isso exigiu coragem. Ele foi ridicularizado e arriscou ser evitado pelos outros. Mas Nicodemos sabia que havia algo especial em Jesus e perseverou em seguir essa inspiração.

De muitas maneiras, Nicodemos é um grande exemplo para nós hoje em nosso mundo moderno. Cada vez mais, na maioria das culturas seculares do mundo, ser um seguidor de Jesus é menosprezado. Isso é especialmente verdadeiro se você decidir viver sua fé abertamente e acreditar em tudo o que os Evangelhos ensinam. Muitos cristãos acham que viver sua fé abertamente, especialmente no local de trabalho, ambientes escolares e outros círculos cívicos, é um desafio. E, como Nicodemos, muitos acham mais fácil ir a Jesus “à noite”, ou seja, de forma escondida. E embora Nicodemos tenha começado assim, ele finalmente falou abertamente em defesa de Jesus na presença de seus companheiros fariseus que, de acordo com algumas tradições, o perseguiram e o levaram ao exílio.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Terça-feira (16/04/2024)

Reflita, hoje, sobre São Nicodemos. Ele permitiu que a centelha de fé dentro dele crescesse ao ouvir Jesus, lutou com a pressão de seus colegas, mas finalmente professou abertamente sua fé em Cristo. E embora isso tenha prejudicado sua posição mundana de honra dentro do Sinédrio e entre os governantes terrenos, rendeu a Nicodemos uma honra eterna no céu. Reflita sobre a coragem que ele deve ter tido para ir contra a pressão de seus pares, permitindo que a fé que ele encontrou em Cristo crescesse e enchesse sua vida com a luz da Verdade. Procure imitar este bom homem e deixe-se inspirar por sua coragem para que você também receba a mesma glória eterna que ele agora desfruta no céu.

Oração do Dia

Senhor da luz e da verdade, tu te revelas àqueles que vêm a Ti com fé. Ajuda-me a seguir o exemplo de Nicodemos para que toda confusão e escuridão sejam dissipadas pela luz da Tua verdade. Dê-me coragem, querido Senhor, para segui-lo e colocar meu coração em tudo o que você revela. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A palavra “liturgia” já era comum nos tempos antigos, mas foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser usada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos a seguir.

A Liturgia Diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A Liturgia Diária é dividida em 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, podem haver duas ou mais Leituras também.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *