Liturgia Diária – 2ª Semana da Quaresma, Segunda-feira (06/03/2023)

Liturgia do Dia

Liturgia Diária

Liturgia Diária da 2ª Semana da Quaresma, Segunda-feira, 6 de março de 2023.

Confira diariamente a Liturgia de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Daniel 9, 4-10

Leitura da Profecia de Daniel:

4’Eu te suplico, Senhor, Deus grande e terrível, que preservas a aliança e a benevolência aos que te amam e cumprem teus mandamentos; 5temos pecado, temos praticado a injustiça e a impiedade, temos sido rebeldes, afastando-nos de teus mandamentos e de tua lei; 6não temos prestado ouvidos a teus servos, os profetas, que, em teu nome, falaram a nossos reis e príncipes, a nossos antepassados e a todo o povo do país. 7A ti, Senhor, convém a justiça; e a nós, hoje, resta-nos ter vergonha no rosto: seja ao homem de Judá, aos habitantes de Jerusalém e a todo Israel, seja aos que moram perto e aos que moram longe, de todos os países, para onde os escorraçaste por causa das infidelidades cometidas contra ti. 8A nós, Senhor, resta-nos ter vergonha no rosto: a nossos reis e príncipes, e a nossos antepassados, pois que pecamos contra ti; 9mas a ti, Senhor, nosso Deus, cabe misericórdia e perdão, pois nos temos rebelado contra ti, 10e não ouvimos a voz do Senhor, nosso Deus, indicando-nos o caminho de sua lei, que nos propôs mediante seus servos, os profetas.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 78 (79)

– O Senhor não nos trata como exigem nossas faltas

– Não lembreis as nossas culpas do passado, mas venha logo sobre nós vossa bondade, pois estamos humilhados em extremo.

Leia mais:  Liturgia Diária – 14ª Semana do Tempo Comum, Sábado (13/07/2024)

– Ajudai-nos, nosso Deus e Salvador! Por vosso nome e vossa glória, libertai-nos! Por vosso nome, perdoai nossos pecados!

– Até vós chegue o gemido dos cativos: libertai com vosso braço poderoso os que foram condenados a morrer! Quanto a nós, vosso rebanho e vosso povo, celebraremos vosso nome para sempre, de geração em geração vos louvaremos.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 6, 36-38

– Glória a Cristo, Palavra eterna do Pai, que é amor!

– Senhor, tuas palavras são espírito, são vida; só tu tens palavras de vida eterna! (Jo 6,63.68);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 36Sede misericordiosos, como também o vosso Pai é misericordioso. 37Não julgueis e não sereis julgados; não condeneis e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados. 38Dai e vos será dado. Uma boa medida, calcada, sacudida, transbordante será colocada no vosso colo; porque com a mesma medida com que medirdes os outros, vós também sereis medidos.’

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Santo Inácio de Loyola, em seu guia para um retiro de trinta dias, faz o retirante passar a primeira semana do retiro concentrando-se no pecado, julgamento, morte e inferno. A princípio, isso pode parecer pouco inspirador. Mas a sabedoria dessa abordagem é que, após uma semana dessas meditações, os retirantes chegam a uma profunda percepção de quanto precisam da misericórdia e do perdão de Deus. Eles veem sua necessidade com mais clareza, e uma profunda humildade é fomentada em sua alma ao verem sua culpa e se voltarem para Deus em busca de Sua misericórdia.

Leia mais:  Liturgia Diária – 15º Domingo do Tempo Comum (14/07/2024)

Mas a misericórdia vai nos dois sentidos. Faz parte da própria essência da misericórdia que ela só pode ser recebida se também for dada. Na passagem do Evangelho acima, Jesus nos dá um comando muito claro sobre julgamento, condenação, misericórdia e perdão. Essencialmente, se queremos misericórdia e perdão, devemos oferecer misericórdia e perdão. Se julgamos e condenamos, também seremos julgados e condenados. Estas palavras são muito claras.

Talvez uma das razões pelas quais muitas pessoas lutam para julgar e condenar os outros seja porque lhes falta uma verdadeira consciência de seu próprio pecado e de sua própria necessidade de perdão. Vivemos em um mundo que muitas vezes racionaliza o pecado e minimiza a seriedade dele. É por isso que o ensinamento de Santo Inácio é tão importante para nós hoje. Precisamos reacender o senso da seriedade do nosso pecado. Isso não é feito simplesmente para criar culpa e vergonha. É feito para promover o desejo de misericórdia e perdão.

Se você puder crescer em uma consciência mais profunda de seu próprio pecado diante de Deus, um dos efeitos será que será mais fácil julgar e condenar menos os outros. Uma pessoa que vê seu pecado está mais apta a ser misericordiosa com outros pecadores. Mas uma pessoa que luta contra a justiça própria certamente também lutará contra o julgamento e a condenação.

Leia mais:  Liturgia Diária – 14ª Semana do Tempo Comum, Sexta-feira (12/07/2024)

Reflita, hoje, sobre seu próprio pecado. Gaste tempo tentando entender como o pecado é feio e tente crescer em um desdém saudável por ele. Ao fazer isso e ao implorar ao Senhor por Sua misericórdia, ore também para que você seja capaz de oferecer a mesma misericórdia que recebe de Deus aos outros. Como a misericórdia flui do Céu para sua própria alma, ela também deve ser compartilhada. Compartilhe a misericórdia de Deus com todos ao seu redor e você descobrirá o verdadeiro valor e poder deste ensinamento do Evangelho de nosso Senhor.

Oração do Dia

Meu misericordioso Jesus, eu vos agradeço por vossa infinita misericórdia. Ajude-me a ver claramente meu pecado para que eu, por sua vez, possa ver minha necessidade de Sua misericórdia. Ao fazê-lo, querido Senhor, oro para que meu coração esteja aberto a essa misericórdia para que eu possa recebê-la e compartilhá-la com os outros. Faz de mim um verdadeiro instrumento da Tua graça divina. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Apesar da palavra “liturgia” já ser comum na antiguidade, foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser utilizada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos depois, por volta de XVI.

A Liturgia Diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A Liturgia Diária é formada por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, também podem haver duas ou mais Leituras.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.