Liturgia Diária – 31ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira (01/11/2022)

Liturgia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária da 31ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira, 1 de novembro de 2022.

Confira diariamente a Liturgia Diária dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Filipenses 2, 5-11

Leitura da carta de são Paulo aos Filipenses:

Irmãos, 5tende entre vós o mesmo sentimento que existe em Cristo Jesus. 6Jesus Cristo, existindo em condição divina, não fez do ser igual a Deus uma usurpação, 7mas ele esvaziou-se a si mesmo, assumindo a condição de escravo e tornando-se igual aos homens. Encontrado com aspecto humano, 8humilhou-se a si mesmo, fazendo-se obediente até a morte, e morte de cruz. 9Por isso, Deus o exaltou acima de tudo e lhe deu o nome que está acima de todo nome. 10Assim, ao nome de Jesus, todo joelho se dobre no céu, na terra e abaixo da terra 11e toda língua proclame: “Jesus Cristo é o Senhor”, para a glória de Deus Pai.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 21 (22)

Ó Senhor, sois meu louvor em meio à grande assembleia!

– Cumpro meus votos ante aqueles que vos temem! Vossos pobres vão comer e saciar-se, e os que procuram o Senhor o louvarão: “Seus corações tenham a vida para sempre!”

– Lembrem-se disso os confins de toda a terra, para que voltem ao Senhor e se convertam, e se prostrem, adorando, diante dele, todos os povos e as famílias das nações. Pois ao Senhor é que pertence a realeza; ele domina sobre todas as nações. Somente a ele adorarão os poderosos.

– Toda a minha descendência há de servi-lo; às futuras gerações anunciará o poder e a justiça do Senhor; ao povo novo que há de vir, ela dirá: “Eis a obra que o Senhor realizou!”

Leia mais:  Liturgia Diária – Bem-aventurado Inácio de Azevedo, presbítero, e companheiros, mártires, Memória, Quarta-feira (17/07/2024)

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 14, 15-24

– Aleluia, Aleluia, Aleluia.

– Vinde a mim, todos vós que estais cansados, e descanso eu vos darei, diz o Senhor (Mt 11,28);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo, 15um homem que estava à mesa disse a Jesus: “Feliz aquele que come o pão no reino de Deus!” 16Jesus respondeu: “Um homem deu um grande banquete e convidou muitas pessoas. 17Na hora do banquete, mandou seu empregado dizer aos convidados: ‘Vinde, pois tudo está pronto’. 18Mas todos, um a um, começaram a dar desculpas. O primeiro disse: ‘Comprei um campo e preciso ir vê-lo. Peço-te que aceites minhas desculpas’. 19Um outro disse: ‘Comprei cinco juntas de bois e vou experimentá-las. Peço-te que aceites minhas desculpas’. 20Um terceiro disse: ‘Acabo de me casar e, por isso, não posso ir’. 21O empregado voltou e contou tudo ao patrão. Então o dono da casa ficou muito zangado e disse ao empregado: ‘Sai depressa pelas praças e ruas da cidade. Traze para cá os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos’. 22O empregado disse: ‘Senhor, o que tu mandaste fazer foi feito e ainda há lugar’. 23O patrão disse ao empregado: ‘Sai pelas estradas e atalhos e obriga as pessoas a virem aqui, para que minha casa fique cheia. 24Pois eu vos digo, nenhum daqueles que foram convidados provará do meu banquete'”.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

A Igreja Triunfante: Aqueles que partiram antes de nós e agora compartilham as glórias do Céu, na Visão Beatífica, não se foram. Claro, nós não os vemos e não podemos necessariamente ouvi-los falar conosco da maneira física que eles fizeram enquanto estavam na Terra. Mas eles não se foram. Santa Teresa de Lisieux disse isso melhor quando disse: “Quero passar meu Céu fazendo o bem na Terra”.

Leia mais:  Liturgia Diária – São Boaventura, bispo e doutor da Igreja, Memória, Segunda-feira (15/07/2024)

Os santos no Céu estão em plena união com Deus e compõem a Comunhão dos Santos no Céu, a Igreja Triunfante! O que é importante notar, no entanto, é que, embora estejam desfrutando de sua recompensa eterna, ainda estão muito preocupados conosco.

Aos santos no céu é confiada a importante tarefa de intercessão. Claro, Deus já conhece todas as nossas necessidades e Ele pode nos pedir para irmos diretamente a Ele em nossas orações. Mas a verdade é que Deus quer usar a intercessão e, portanto, a mediação dos santos em nossas vidas. Ele os usa para levar nossas orações a Ele e, em troca, para trazer Sua graça para nós. Eles se tornam poderosos intercessores para nós e participantes da ação divina de Deus no mundo.

Por que este é o caso? Novamente, por que Deus simplesmente não escolhe lidar conosco diretamente em vez de passar por intermediários? Porque Deus quer que todos nós compartilhemos de Sua boa obra e participemos de Seu plano divino. Seria como um pai que compra um belo colar para sua esposa. Ele mostra para seus filhos pequenos e eles estão animados com este presente. A mãe entra e o pai pede para as crianças trazerem o presente para ela. Agora, o presente é do marido, mas ela provavelmente agradecerá primeiro aos filhos por sua participação em dar esse presente a ela. O pai queria que os filhos fizessem parte dessa doação e a mãe queria que os filhos fizessem parte de seu recebimento e gratidão. Assim é com Deus! Deus quer que os santos participem da distribuição de Seus múltiplos dons. E este ato enche Seu coração de alegria!

Leia mais:  Liturgia Diária – Bem-aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo, Terça-feira (16/07/2024)

Os santos também nos dão um modelo de santidade. A caridade que eles viveram na Terra continua viva. O testemunho de seu amor e sacrifício não foi apenas um ato único na história. Pelo contrário, a caridade é viva e continua a ter um efeito para o bem. Portanto, a caridade e o testemunho dos santos vivem e afetam nossas vidas. Essa caridade em suas vidas cria um vínculo conosco, uma comunhão. Permite-nos amá-los, admirá-los e querer seguir o seu exemplo. É isso, juntamente com sua intercessão contínua, que estabelece um poderoso vínculo de amor e união conosco.

Oração do Dia

Senhor, como os santos no céu te adoram por toda a eternidade, eu imploro por sua intercessão. Santos de Deus, por favor, venham em meu auxílio. Rezem por mim e tragam-me a graça de que necessito para viver uma vida santa imitando suas próprias vidas. Todos os santos de Deus, rogai por nós. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Para os católicos, a liturgia é uma forma de renovação do sacrifício de Jesus Cristo para a salvação da humanidade. A Liturgia Diária são as lembranças de Jesus e da salvação trazendo para os cristãos uma reflexão que pode ser inserida em suas vidas.

A Liturgia Diária vem do grego derivado de duas palavras. A primeira “Leito” que significa: público. E a segunda palavra “Ergos” que significa: aquele que faz um trabalho público para o povo. A Liturgia é entendida como uma cerimônia estabelecida previamente segundo a tradição da igreja católica.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.