Liturgia Diária – 31ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira (07/11/2023)

Homilia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Terça-feira, 7 de novembro de 2023.

Confira diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia com Homilia Diária e oração do dia para refletir. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Romanos 12, 5-16

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

Irmãos: 5assim nós, embora muitos, somos em Cristo um só corpo e, todos membros uns dos outros. 6Temos dons diferentes, de acordo com a graça dada a cada um de nós: se é a profecia, exerçamo-la em harmonia com a fé; 7se é o serviço, pratiquemos o serviço; se é o dom de ensinar, consagremo-nos ao ensino; 8se é o dom de exortar, exortemos. Quem distribui donativos, faça-o com simplicidade; quem preside, presida com solicitude; quem se dedica a obras de misericórdia, faça-o com alegria. 9O amor seja sincero. Detestai o mal, apegai-vos ao bem. 10Que o amor fraterno vos una uns aos outros com terna afeição, prevenindo-vos com atenções recíprocas. 11Sede zelosos e diligentes, fervorosos de espírito, servindo sempre ao Senhor, 12alegres por causa da esperança, fortes nas tribulações, perseverantes na oração. 13Socorrei os santos em suas necessidades, persisti na prática da hospitalidade. 14Abençoai os que vos perseguem, abençoai e não amaldiçoeis. 15Alegrai-vos com os que se alegram, chorai com os que choram. 16aMantende um bom entendimento uns com os outros; não vos deixeis levar pelo gosto de grandeza, mas acomodai-vos às coisas humildes.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 130 (131)

– Guardai-me, em paz, junto a vós, ó Senhor!

– Senhor, meu coração não é orgulhoso, nem se eleva arrogante o meu olhar; não ando à procura de grandezas, nem tenho pretensões ambiciosas!

– Fiz calar e sossegar a minha alma; ela está em grande paz dentro de mim, como a criança bem tranqüila, amamentada no regaço acolhedor de sua mãe.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa – Sábado (13/04/2024)

– Confia no Senhor, ó Israel, desde agora e por toda a eternidade!

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 14, 15-24

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Vinde a mim, todos vós que estais cansados, e descanso eu vos darei, diz o Senhor (Mt 11,28);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

Naquele tempo: 15Um homem que estava à mesa, disse a Jesus: ‘Feliz aquele que come o pão no Reino de Deus!’ 16Jesus respondeu: ‘Um homem deu um grande banquete e convidou muitas pessoas. 17Na hora do banquete, mandou seu empregado dizer aos convidados: ‘Vinde, pois tudo está pronto’. 18Mas todos, um a um, começaram a dar desculpas. O primeiro disse: ‘Comprei um campo, e preciso ir vê-lo. Peço-te que aceites minhas desculpas’. 19Um outro disse: ‘Comprei cinco juntas de bois, e vou experimentá-las. Peço-te que aceites minhas desculpas’. 20Um terceiro disse: ‘Acabo de me casar e, por isso, não posso ir’. 21O empregado voltou e contou tudo ao patrão. Então o dono da casa ficou muito zangado e disse ao empregado: ‘Sai depressa pelas praças e ruas da cidade. Traze para cá os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos’. 22O empregado disse: ‘Senhor, o que tu mandaste fazer foi feito, e ainda há lugar’. 23O patrão disse ao empregado: ‘Sai pelas estradas e atalhos, e obriga as pessoas a virem aqui, para que minha casa fique cheia. 24Pois eu vos digo: nenhum daqueles que foram convidados provará do meu banquete.’

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Você já se desculpou da vontade de Deus? Você rejeita Seu convite para festejar à mesa de Seu grande jantar? Mais do que qualquer outra coisa, o convite que Deus nos fez para este “grande jantar” é o convite a participar na Santa Missa e a rezar. O fato de alguns se desculparem regularmente de tal convite mostra que não entendem aquilo para o qual foram convidados. Outros comparecem fisicamente, mas interiormente estão longe da festa a que comparecem.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3º Domingo da Páscoa (14/04/2024)

Nesta parábola, um após o outro, os convidados não compareceram. Assim, o homem que lançou o jantar enviou um convite aos “pobres e aleijados, aos cegos e aos coxos”. Esta é uma referência aos judeus do tempo de Jesus que reconheceram a sua necessidade do dom da salvação. São aqueles que tinham consciência das suas fraquezas e pecados e sabiam que Jesus era a resposta.

Depois que os pobres, aleijados, cegos e coxos vieram para a festa, ainda havia mais espaço. Então o homem enviou seus servos para convidar aqueles “das estradas e cercas vivas”, o que é uma referência ao Evangelho sendo pregado aos gentios que não eram de origem judaica.

Hoje, esta festa continua a ser oferecida. Há muitos católicos negligentes, porém, que se recusam a vir. Há aqueles que acham que a vida é demasiado ocupada para terem tempo para a oração e para a Missa. São aqueles que estão tão envolvidos nas atividades mundanas que vêem pouco benefício pessoal em dedicar-se à celebração da Sagrada Eucaristia.

Se você deseja estar entre aqueles que participam da festa de Nosso Senhor, você deve trabalhar para se identificar com os pobres, os aleijados, os cegos e os coxos. Você deve reconhecer seu quebrantamento, fraquezas e pecados. Você não deve deixar de se ver assim, porque é a esses que Jesus envia um convite desesperado. Seu desespero é um desejo que nos consome de compartilhar Seu amor. Ele quer amar e curar os necessitados. Nós somos aqueles que precisam.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (12/04/2024)

Quando chegarmos à Festa do Senhor através da oração, da fidelidade à Sua Palavra e da nossa participação nos Sacramentos, perceberemos que Ele deseja que outros se juntem a nós na Sua festa. Portanto, devemos também nos ver como aqueles servos que são enviados para estradas e cercas onde encontraremos aqueles que não seguem a vontade de Deus. Eles devem ser convidados. Embora eles possam não sentir que pertencem, Deus os quer em Sua festa. Devemos fazer o convite.

Reflita hoje sobre duas coisas. Primeiro, reflita sobre qualquer desculpa que você usa regularmente quando Deus o convida a orar, a aprofundar a sua fé e a participar na Eucaristia. Você responde imediatamente e com entusiasmo? Ou você se desculpa com mais frequência do que gostaria de admitir? Reflita também sobre o dever que Deus lhe confiou de ir ao encontro das almas mais perdidas para convidá-las para a festa de Deus. Nosso Senhor quer que todos saibam que estão convidados. Deixe que Ele use você para enviar Seu convite.

Oração do Dia

Meu generoso Senhor, você me convidou para participar da glória de sua grande festa. Você me convida todos os dias a rezar, a fortalecer minha fé e a compartilhar a Sagrada Eucaristia. Que eu sempre responda a Ti e nunca me desculpe dos Teus convites. Por favor, use-me também, querido Senhor, para enviar Seu convite aos mais necessitados. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária, é comum que nas missas o padre faça a Homilia Diária das palavras do Evangelho depois da sua leitura. Esta homilia é feita em geral por livre interpretação do celebrante.

O ponto mais importante da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *