Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (12/05)

Liturgia Diária da 4ª Semana da Páscoa, Quinta-feira, 12 de maio de 2022.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Homilia do Evangelho de Hoje e Salmo do dia. Acompanhe a Liturgia do dia no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (At 13,13-25)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

13Paulo e seus companheiros embarcaram em Pafos e chegaram a Perge da Panfília. João deixou-os e voltou para Jerusalém. 14Eles, porém, partindo de Perge, chegaram a Antioquia da Pisídia. E, entrando na sinagoga em dia de sábado, sentaram-se.

15Depois da leitura da Lei e dos Profetas, os chefes da sinagoga mandaram dizer-lhes: “Irmãos, se vós tendes alguma palavra para encorajar o povo, podeis falar”.

16Paulo levantou-se, fez um sinal com a mão e disse: “Israelitas e vós que temeis a Deus, escutai! 17O Deus deste povo de Israel escolheu os nossos antepassados e fez deles um grande povo quando moravam como estrangeiros no Egito; e de lá os tirou com braço poderoso. 18E, durante mais ou menos quarenta anos, cercou-os de cuidados no deserto. 19Destruiu sete nações na terra de Canaã e passou para eles a posse do seu território, 20por quatrocentos e cinquenta anos aproximadamente.

Depois disso, concedeu-lhes juízes, até o profeta Samuel. 21Em seguida, eles pediram um rei e Deus concedeu-lhes Saul, filho de Cis, da tribo de Benjamim, que reinou durante quarenta anos. 22Em seguida, Deus fez surgir Davi como rei e assim testemunhou a seu respeito: ‘Encontrei Davi, filho de Jessé, homem segundo o meu coração, que vai fazer em tudo a minha vontade’.

23Conforme prometera, da descendência de Davi Deus fez surgir para Israel um Salvador, que é Jesus. 24Antes que ele chegasse, João pregou um batismo de conversão para todo o povo de Israel. 25Estando para terminar sua missão, João declarou: ‘Eu não sou aquele que pensais que eu seja! Mas vede: depois de mim vem aquele do qual nem mereço desamarrar as sandálias’”.

Leia mais:  Evangelho do Dia - sexta-feira, 06/11/2020

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório (Sl 88)

— Ó Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor.

— Senhor, eu cantarei eternamente o vosso amor, de geração em geração eu cantarei vossa verdade! Porque dissestes: “O amor é garantido para sempre!” E a vossa lealdade é tão firme quanto os céus.

— Encontrei e escolhi a Davi, meu servidor, e o ungi, para ser rei, com meu óleo consagrado. Estará sempre com ele minha mão onipotente, e meu braço poderoso há de ser a sua força.

— Não será surpreendido pela força do inimigo, nem o filho da maldade poderá prejudicá-lo. Diante dele esmagarei seus inimigos e agressores, ferirei e abaterei todos aqueles que o odeiam.

— Minha verdade e meu amor estarão sempre com ele, sua força e seu poder por meu nome crescerão. Ele, então, me invocará: ‘Ó Senhor, vós sois meu Pai, sois meu Deus, sois meu Rochedo onde encontro a salvação!’

Evangelho do Dia

Evangelho (Jo 13,16-20)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Depois de lavar os pés dos discípulos, Jesus lhes disse: 16“Em verdade, em verdade vos digo: o servo não está acima do seu senhor e o mensageiro não é maior que aquele que o enviou. 17Se sabeis isto, e o puserdes em prática, sereis felizes.

18Eu não falo de vós todos. Eu conheço aqueles que escolhi, mas é preciso que se realize o que está na Escritura: ‘Aquele que come o meu pão levantou contra mim o calcanhar’. 19Desde agora vos digo isto, antes de acontecer, a fim de que, quando acontecer, creiais que eu sou.

20Em verdade, em verdade vos digo, quem recebe aquele que eu enviar, recebe a mim; e quem me recebe, recebe aquele que me enviou”.

Leia mais:  Liturgia Diária - Domingo da Páscoa, 04/04/2021

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Se lermos nas entrelinhas, podemos ouvir Jesus nos dizendo duas coisas. Primeiro, que é bom nos vermos como escravos e mensageiros de Deus, e segundo, que devemos sempre dar glória a Deus. Estes são pontos importantes para se viver na vida espiritual. Vejamos ambos.

Normalmente, a ideia de ser um “escravo” não é tão desejável. Não estamos tão familiarizados com a escravidão em nossos dias, mas é real e causou danos extremos ao longo da história do nosso mundo em muitas culturas e em muitos momentos. A pior parte da escravidão é a crueldade com que os escravos são tratados. Eles são tratados como objetos e bens que são completamente contrários à sua dignidade humana.

Mas imagine o cenário em que uma pessoa é escrava de alguém que a ama perfeitamente e tem como missão principal ajudar esse “escravo” a realizar seu verdadeiro potencial e realização na vida. Nesse caso, o senhor “ordenaria” ao escravo que abraçasse o amor e a felicidade e jamais violaria sua dignidade humana.

Assim é com Deus. Nunca devemos temer a ideia de ser um escravo de Deus. Embora essa linguagem possa carregar a bagagem dos abusos da dignidade humana do passado, a escravidão a Deus deve ser nosso objetivo. Por quê? Porque Deus é aquele que devemos querer como nosso mestre. Na verdade, devemos desejar a Deus como nosso mestre ainda mais do que desejamos ser nosso próprio mestre. Deus nos tratará melhor do que tratamos a nós mesmos! Ele nos ditará uma vida perfeita de santidade e felicidade e seremos humildemente submissos à Sua vontade divina. E mais, Ele nos dará os meios necessários para alcançar tudo o que Ele nos ditar, se O permitirmos. Ser um “escravo de Deus” é uma coisa boa e deve ser nosso objetivo na vida.

Leia mais:  Liturgia Diária - quarta-feira, 07/10/2020

À medida que crescemos em nossa capacidade de deixar que Deus assuma o controle de nossa vida, devemos também entrar regularmente em uma atitude de agradecimento e louvor a Deus por tudo o que Ele faz em nós. Devemos apontar toda a glória a Ele por nos permitir participar de Sua missão e por sermos enviados por Ele para cumprir Sua vontade. Ele é maior em todos os sentidos, mas também quer que compartilhemos dessa grandeza e glória. Então, a boa notícia é que quando glorificamos e agradecemos a Deus por tudo que Ele faz em nós e por todos os ditames de Sua lei e Seus mandamentos, seremos elevados por Deus para participar e compartilhar de Sua glória! Este é um fruto da vida cristã que nos abençoa além do que jamais poderíamos imaginar.

Reflita, hoje, sobre se deixar tornar um escravo completo de Deus e da Sua vontade hoje. Esse compromisso o iniciará por um caminho de tremendo prazer.

Oração do Dia

Meu Senhor e Mestre, eu me submeto a todos os Seus mandamentos. Que a Tua vontade seja feita em mim e somente a Tua vontade. Eu escolho Você como meu Mestre em todas as coisas e confio em Seu amor perfeito por mim. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.