Liturgia Diária – 5ª Semana da Quaresma, Quarta-feira (29/03/2023)

Reflexão do Evangelho do Dia

Liturgia Diária

Liturgia Diária da 5ª Semana da Quaresma, Quarta-feira, 29 de março de 2023.

Leia aqui diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Homilia Diária Comentada do Evangelho. Leia agora a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Daniel 3, 14-20.24.49.91-92.95

Leitura da profecia de Daniel:

Naqueles dias, 14o rei Nabucodonosor tomou a palavra e disse: “É verdade, Sidrac, Misac e Abdênago, que não prestais culto a meus deuses e não adorais a estátua de ouro que mandei erguer? 15E agora, quando ouvirdes tocar trombeta, flauta, cítara, harpa, saltério e gaitas, e toda espécie de instrumentos, estais prontos a prostrar-vos e adorar a estátua que mandei fazer? Mas, se não fizerdes adoração, no mesmo instante sereis atirados na fornalha de fogo ardente; e qual é o deus que poderá libertar-vos de minhas mãos?” 16Sidrac, Misac e Abdênago responderam ao rei Nabucodonosor: “Não há necessidade de te respondermos sobre isso; 17se o nosso Deus, a quem rendemos culto, pode livrar-nos da fornalha de fogo ardente, ele também poderá libertar-nos de tuas mãos, ó rei. 18Mas, se ele não quiser libertar-nos, fica sabendo, ó rei, que nós não prestaremos culto a teus deuses e tampouco adoraremos a estátua de ouro que mandaste fazer”. 19A estas palavras, Nabucodonosor encheu-se de cólera contra Sidrac, Misac e Abdênago, a ponto de se alterar a expressão do rosto; deu ordem para acender a fornalha com sete vezes mais fogo que de costume; 20e encarregou os soldados mais fortes do exército para amarrarem Sidrac, Misac e Abdênago e os lançarem na fornalha de fogo ardente. 24Os três jovens andavam de cá para lá no meio das chamas, entoando hinos a Deus e bendizendo ao Senhor. 49Mas o anjo do Senhor tinha descido simultaneamente na fornalha para junto de Azarias e seus companheiros. 91O rei Nabucodonosor, tomado de pasmo, levantou-se apressadamente e perguntou a seus ministros: “Porventura, não lançamos três homens bem amarrados no meio do fogo?” Responderam ao rei: “É verdade, ó rei”. 92Disse este: “Mas eu estou vendo quatro homens andando livremente no meio do fogo, sem sofrerem nenhum mal, e o aspecto do quarto homem é semelhante ao de um filho de Deus”. 95Exclamou Nabucodonosor: “Bendito seja o Deus de Sidrac, Misac e Abdênago, que enviou seu anjo e libertou seus servos, que puseram nele sua confiança e transgrediram o decreto do rei, preferindo entregar suas vidas a servir e adorar qualquer outro deus que não fosse o seu Deus”.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo (Dn 3)

– A vós louvor, honra e glória eternamente!

– Sede bendito, Senhor Deus de nossos pais. A vós louvor, honra e glória eternamente! Sede bendito, nome santo e glorioso. A vós louvor, honra e glória eternamente!

– No templo santo onde refulge a vossa glória. A vós louvor, honra e glória eternamente! E em vosso trono de poder vitorioso. A vós louvor, honra e glória eternamente!

– Sede bendito, que sondais as profundezas. A vós louvor, honra e glória eternamente! E superior aos querubins vos assentais. A vós louvor, honra e glória eternamente!

– Sede bendito no celeste firmamento. A vós louvor, honra e glória eternamente!

– Obras todas do Senhor, glorificai-o. A ele louvor, honra e glória eternamente!

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 8, 31-42

– Honra, glória, poder e louvor a Jesus, nosso Deus e Senhor!

– Felizes os que observam a Palavra do Senhor de reto coração e que produzem muitos frutos, até o fim perseverantes! (Lc 8,15);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:

Naquele tempo, 31Jesus disse aos judeus que nele tinham acreditado: “Se permanecerdes na minha palavra, sereis verdadeiramente meus discípulos, 32e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará”. 33Responderam eles: “Somos descendentes de Abraão e nunca fomos escravos de ninguém. Como podes dizer: ‘Vós vos tornareis livres’?” 34Jesus respondeu: “Em verdade, em verdade vos digo, todo aquele que comete pecado é escravo do pecado. 35O escravo não permanece para sempre numa família, mas o filho permanece nela para sempre. 36Se, pois, o Filho vos libertar, sereis verdadeiramente livres. 37Bem sei que sois descendentes de Abraão; no entanto, procurais matar-me, porque a minha palavra não é acolhida por vós. 38Eu falo o que vi junto do Pai; e vós fazeis o que ouvistes do vosso pai”. 39Eles responderam então: “O nosso pai é Abraão”. Disse-lhes Jesus: “Se sois filhos de Abraão, praticai as obras de Abraão! 40Mas agora vós procurais matar-me, a mim, que vos falei a verdade que ouvi de Deus. Isto, Abraão não o fez. 41Vós fazeis as obras do vosso pai”. Disseram-lhe, então: “Nós não nascemos do adultério, temos um só pai: Deus”. 42Respondeu-lhes Jesus: “Se Deus fosse vosso Pai, vós certamente me amaríeis, porque de Deus é que eu saí e vim. Não vim por mim mesmo, mas foi ele que me enviou”.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sábado (20/04/2024)

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Essas palavras têm o potencial de fazer uma diferença transformadora em nossas vidas. Observe que Jesus falou essas palavras “aos judeus que creram nele”. Ou seja, aqueles que aceitaram Sua palavra e eram, portanto, Seus verdadeiros discípulos. Nós, que também cremos em Jesus, devemos considerar cuidadosamente essas palavras. O coração deste ensinamento é duplo: você deve vir a “conhecer a verdade” para que a verdade que você venha a conhecer “o liberte”.

Este ensinamento de Jesus é excepcionalmente útil tanto no nível psicológico quanto no espiritual. Em primeiro lugar, em um nível puramente psicológico, uma das maiores ajudas para uma boa saúde mental é a verdade. Na maioria das vezes, quando alguém luta com várias formas de depressão, é porque está vendo aspectos de sua vida com confusão. “Por que essa pessoa fez isso comigo?” Ou “Como vou superar isso?” Ou “Minha vida está uma bagunça e não há saída”. Esses e outros pensamentos semelhantes levarão inevitavelmente à depressão por uma simples razão: eles são baseados em pensamentos errôneos.

Uma das melhores formas de aconselhamento psicológico é o que se poderia chamar de “terapia da verdade”. Cada pergunta desesperadora que temos e cada conclusão deprimente a que chegamos na vida devem ser reexaminadas à luz da mente de Deus. O que Deus pensa? O que há na mente de Deus a esse respeito? Essas verdades que estão esperando para serem descobertas são a verdade que “o libertará”. A depressão é superada mais facilmente quando olhamos para nossa vida da maneira que Deus olha para nossa vida. Isso produz esperança, e a esperança traz liberdade às cadeias da depressão e da confusão.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (19/04/2024)

Em um nível espiritual, esses princípios se aplicam ainda mais. A verdade sobre o pecado, o perdão, a salvação e o Céu deve ser conhecida profundamente e abraçada plenamente. Quando negamos a verdade do pecado ou do perdão, vivemos dentro de uma mentira e permanecemos presos a essa mentira. A verdadeira liberdade espiritual que leva à salvação e à eternidade no Céu é obtida somente quando abraçamos de todo o coração a santa e perfeita verdade espiritual que nos foi dada por Deus. Devemos conhecer claramente nosso pecado, arrepender-nos dele, buscar o perdão de Deus, emendar nossas vidas e viver a nova vida de graça para a qual somos chamados.

Reflita, hoje, sobre este ensinamento poderosamente transformador de Jesus: “conhecei a verdade, e a verdade vos libertará”. Que verdades psicológicas e espirituais você precisa conhecer mais profundamente? Que confusão ou cegueira permanece? Busque o remédio da Verdade como está na mente de Deus e saiba que a liberdade o aguarda.

Oração do Dia

Deus de toda Verdade, a Tua Palavra é libertadora, transformadora e nos enche de esperança. Que eu volte minha mente para Ti e para Sua santa Palavra para que eu possa conhecer a Verdade como Você a fala e permitir que essa Verdade transformadora me liberte. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária, o padre ou celebrante faz, por livre interpretação, a Homilia Diária das palavras do Evangelho depois da sua leitura.

O ponto mais importante da liturgia é o Mistério Pascal que descreve a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *