Liturgia Diária – 5ª Semana do Tempo Comum, Sábado (11/02/2023)

Homilia de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária da 5ª Semana do Tempo Comum, Sábado, 11 de fevereiro de 2023.

Leia a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho e Salmo do dia. Receba a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Gênesis 3, 9-24

Leitura do livro do Gênesis:

9O Senhor Deus chamou Adão, dizendo: “Onde estás?” 10E ele respondeu: “Ouvi tua voz no jardim e fiquei com medo porque estava nu; e me escondi”. 11Disse-lhe o Senhor Deus: “E quem te disse que estavas nu? Então comeste da árvore de cujo fruto te proibi comer?” 12Adão disse: “A mulher que tu me deste por companheira, foi ela que me deu do fruto da árvore, e eu comi”. 13Disse o Senhor Deus à mulher: “Por que fizeste isso?” E a mulher respondeu: “A serpente enganou-me e eu comi”. 14Então o Senhor Deus disse à serpente: “Porque fizeste isso, serás maldita entre todos os animais domésticos e todos os animais selvagens! Rastejarás sobre o ventre e comerás pó todos os dias da tua vida! 15Porei inimizade entre ti e a mulher, entre a tua descendência e a dela. Esta te ferirá a cabeça e tu lhe ferirás o calcanhar”. 16À mulher ele disse: “Multiplicarei os sofrimentos da tua gravidez: entre dores darás à luz os filhos; teus desejos te arrastarão para o teu marido, e ele te dominará”. 17E disse em seguida a Adão: “Porque ouviste a voz da tua mulher e comeste da árvore de cujo fruto te proibi comer, amaldiçoado será o solo por tua causa! Com sofrimento tirarás dele o alimento todos os dias da tua vida. 18Ele produzirá para ti espinhos e cardos e comerás as ervas da terra; 19comerás o pão com o suor do teu rosto até voltares à terra de que foste tirado, porque és pó e ao pó hás de voltar”. 20E Adão chamou à sua mulher “Eva”, porque ela é a mãe de todos os viventes. 21Então o Senhor Deus fez para Adão e sua mulher túnicas de pele e os vestiu. 22Disse, depois, o Senhor Deus: “Eis que o homem se tornou como um de nós, capaz de conhecer o bem e o mal. Não aconteça, agora, que ele estenda a mão também à árvore da vida para comer dela e viver para sempre!” 23E o Senhor Deus o expulsou do jardim de Éden, para que ele cultivasse a terra donde fora tirado. 24Expulsou o homem e colocou a oriente do jardim de Éden os querubins e a espada lampejante de chamas, para guardar o caminho da árvore da vida.

Leia mais:  Liturgia Diária – 8ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira (29/05/2024)

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 89 (90)

– Ó Senhor, vós fostes sempre um refúgio para nós.

– Já bem antes que as montanhas fossem feitas ou a terra e o mundo se formassem, desde sempre e para sempre vós sois Deus.

– Vós fazeis voltar ao pó todo mortal quando dizeis: “Voltai ao pó, filhos de Adão!” Pois mil anos para vós são como ontem, qual vigília de uma noite que passou.

– Eles passam como o sono da manhã, são iguais à erva verde pelos campos: de manhã ela floresce vicejante, mas à tarde é cortada e logo seca.

– Ensinai-nos a contar os nossos dias e dai ao nosso coração sabedoria! Senhor, voltai-vos! Até quando tardareis? Tende piedade e compaixão de vossos servos!

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 8, 1-10

– Aleluia, Aleluia, Aleluia.

– O homem não vive somente de pão, mas de toda palavra da boca de Deus (Mt 4,4);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos:

1Naqueles dias, havia de novo uma grande multidão e não tinha o que comer. Jesus chamou os discípulos e disse: 2″Tenho compaixão dessa multidão, porque já faz três dias que está comigo e não têm nada para comer. 3Se eu os mandar para casa sem comer, vão desmaiar pelo caminho, porque muitos deles vieram de longe”. 4Os discípulos disseram: “Como poderia alguém saciá-los de pão aqui no deserto?” 5Jesus perguntou-lhes: “Quantos pães tendes?” Eles responderam: “Sete”. 6Jesus mandou que a multidão se sentasse no chão. Depois, pegou os sete pães e deu graças, partiu-os e ia dando aos seus discípulos, para que os distribuíssem. E eles os distribuíam ao povo. 7Tinham também alguns peixinhos. Depois de pronunciar a bênção sobre eles, mandou que os distribuíssem também. 8Comeram e ficaram satisfeitos, e recolheram sete cestos com os pedaços que sobraram. 9Eram quatro mil, mais ou menos. E Jesus os despediu. 10Subindo logo na barca com seus discípulos, Jesus foi para a região de Dalmanuta.

Leia mais:  Liturgia Diária – 8ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (27/05/2024)

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

A missão primária de Jesus era espiritual. Ele veio para nos libertar dos efeitos do pecado para que pudéssemos entrar nas glórias do Céu por toda a eternidade. Sua vida, morte e ressurreição destruíram a própria morte e abriram o caminho para que todos os que se voltam para Ele sejam salvos. Mas o amor de Jesus pelas pessoas era tão completo que também estava atento às suas necessidades físicas.

Em primeiro lugar, pondere a primeira linha desta declaração de nosso Senhor acima: “Meu coração se compadece da multidão…” O amor divino de Jesus estava entrelaçado com Sua humanidade. Ele amava a pessoa inteira, corpo e alma. Nesta história do Evangelho, as pessoas estiveram com Ele por três dias e estavam com fome, mas não davam sinais de partir. Eles ficaram tão maravilhados com nosso Senhor que não queriam ir embora. Jesus salientou que a fome deles era séria. Se Ele os mandasse embora, Ele temia que eles “caíssem no caminho”. Assim, esses fatos são a base de Seu milagre.

Uma lição que podemos aprender com essa história é sobre nossas prioridades na vida. Muitas vezes, podemos ter a tendência de inverter nossas prioridades. Claro, cuidar das necessidades da vida é importante. Precisamos de comida, abrigo, roupas e coisas do gênero. Precisamos cuidar de nossas famílias e prover suas necessidades básicas. Mas muitas vezes elevamos essas necessidades básicas da vida acima de nossa necessidade espiritual de amar e servir a Cristo, como se os dois fossem opostos um ao outro. Mas esse não é o caso.

Neste Evangelho, as pessoas que estavam com Jesus escolheram colocar sua fé em primeiro lugar. Eles escolheram permanecer com Jesus, apesar de não terem o que comer. Talvez algumas pessoas tivessem partido um ou dois dias antes, decidindo que a necessidade de comida tinha prioridade. Mas aqueles que podem ter feito isso perderam o incrível dom desse milagre em que toda a multidão foi alimentada a ponto de ficar completamente satisfeita. Claro, nosso Senhor não quer que sejamos irresponsáveis, especialmente se temos o dever de cuidar dos outros. Mas esta história nos diz que nossa necessidade espiritual de ser alimentado pela Palavra de Deus deve ser sempre nossa maior preocupação. Quando colocamos Cristo em primeiro lugar, todas as outras necessidades são atendidas de acordo com Sua providência.

Leia mais:  Liturgia Diária – 8ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira (28/05/2024)

Reflita, hoje, sobre suas próprias prioridades na vida. O que é mais importante para você? Sua próxima boa refeição? Ou sua vida de fé? Embora eles não precisem ser opostos um ao outro, é importante sempre colocar seu amor a Deus em primeiro lugar na vida. Reflita sobre esta vasta multidão de pessoas que passaram três dias com Jesus no deserto sem comida e tente se ver com eles. Faça a escolha deles de permanecer com Jesus a sua escolha também, para que o seu amor a Deus se torne o foco principal da sua vida.

Oração do Dia

Meu Senhor providencial, Tu conheces todas as minhas necessidades e se preocupa com todos os aspectos da minha vida. Ajude-me a confiar em Ti tão completamente que sempre coloque meu amor por Ti como minha primeira prioridade na vida. Eu acredito que se eu puder manter a Ti e a Sua vontade como a parte mais importante da minha vida, todas as outras necessidades da vida se encaixarão. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A Liturgia Diária é vista por muitos como sendo um rito que traz uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *