Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – 6ª Semana Comum, Quarta-feira (16/02)

Liturgia Diária de quarta-feira, 16 de fevereiro de 2022.

Confira diariamente a Liturgia Diária dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura(Tg 1,19-27)

Leitura da Carta de São Tiago.

19Meus queridos irmãos, sabei que todo homem deve ser pronto para ouvir, mas moroso para falar e moroso para se irritar. 20Pois a cólera do homem não é capaz de realizar a justiça de Deus. 21Por esta razão, rejeitai toda impureza e todos os excessos do mal, mas recebei com humildade a Palavra que em vós foi implantada, e que é capaz de salvar as vossas almas.

22Todavia, sede praticantes da Palavra e não meros ouvintes, enganando-vos a vós mesmos. 23Com efeito, aquele que ouve a Palavra e não a põe em prática é semelhante a uma pessoa que observa o seu rosto no espelho: 24apenas se observou, vai-se embora e logo esquece como era a sua aparência.

25Aquele, porém, que se debruça sobre a Lei da liberdade, agora levada à perfeição, e nela persevera, não como um ouvinte distraído, mas praticando o que ela ordena, esse será feliz naquilo que faz. 26Se alguém julga ser religioso e não refreia a sua língua, engana-se a si mesmo: a sua religião é vã. 27Com efeito, a religião pura e sem mancha diante de Deus Pai é esta: assistir os órfãos e as viúvas em suas tribulações e não se deixar contaminar pelo mundo.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório (Sl 14)

— Senhor, quem morará em vosso Monte Santo?

Leia mais:  Evangelho do Dia - sexta-feira (2ª Semana da Quaresma), 05/03/2021

— É aquele que caminha sem pecado e pratica a justiça fielmente; que pensa a verdade no seu íntimo e não solta em calúnias sua língua.

— Que em nada prejudica o seu irmão, nem cobre de insultos seu vizinho; que não dá valor algum ao homem ímpio, mas honra os que respeitam o Senhor.

— Não empresta o seu dinheiro com usura, nem se deixa subornar contra o inocente. Jamais vacilará quem vive assim!

Evangelho do Dia

Evangelho (Mc 8,22-26)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 22Jesus e seus discípulos chegaram a Betsaida. Algumas pessoas trouxeram-lhe um cego e pediram a Jesus que tocasse nele.

23Jesus pegou o cego pela mão, levou-o para fora do povoado, cuspiu nos olhos dele, pôs as mãos sobre ele, e perguntou: “Estás vendo alguma coisa?”

24O homem levantou os olhos e disse: “Estou vendo os homens. Eles parecem árvores que andam”. 25Então Jesus voltou a por as mãos sobre os olhos dele e ele passou a enxergar claramente. Ficou curado, e enxergava todas as coisas com nitidez. 26Jesus mandou o homem ir para casa, e lhe disse: “Não entres no povoado!”

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Esta história é muito original por uma razão. É único porque a primeira vez que Jesus tentou curar o cego, funcionou apenas pela metade. Ele podia ver depois da primeira tentativa de Jesus de curar sua cegueira, mas o que ele viu foram “pessoas parecendo árvores e andando”. Foi preciso que Jesus colocasse as mãos sobre os olhos do homem uma segunda vez para que ele ficasse totalmente curado. Mas porque isso aconteceu?

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana Comum, Terça-feira (18/01)

Consistentemente, ao longo dos Evangelhos, quando Jesus cura alguém, é como resultado da fé que eles têm e manifestam. Não é que Jesus não pudesse curar alguém sem fé; antes, é que isso é o que Ele escolheu fazer. Ele fez a cura depender da fé completa.

Nesta história milagrosa, parece que o cego tem alguma fé, mas não muita. Como resultado, Jesus faz algo muito revelador. Ele permite que o homem seja curado apenas parcialmente para ilustrar sua falta de fé. Mas Ele também nos revela que um pouco de fé pode levar a mais fé. O homem, uma vez que pôde ver um pouco, claramente começou a acreditar um pouco mais. E uma vez que sua fé cresceu, Jesus impôs as mãos sobre ele novamente, completando sua cura.

Que grande ilustração para nós! Algumas pessoas podem ter fé completa em Deus em todas as coisas. Se você é assim, então você é verdadeiramente abençoado. Mas esta passagem é especialmente para aqueles que têm fé, mas lutam mesmo assim. Para aqueles que se enquadram nesta categoria, Jesus está oferecendo muita esperança. A ação de curar o homem duas vezes seguidas nos diz que Jesus é paciente e misericordioso e pegará o pouco que temos e o pouco que oferecemos e o usará da melhor maneira que puder. Ele trabalhará para transformar nossa pequena fé para que possamos dar mais um passo mais perto de Deus e crescer na fé.

Leia mais:  Liturgia Diária - terça-feira, 29/12/2020

O mesmo pode ser dito do pecado. Às vezes temos tristeza imperfeita pelo pecado e às vezes pecamos e não temos nos entristecemos por isso, mesmo sabendo que é errado. Tente dar pelo menos um pequeno passo em direção à cura do perdão. Tente, pelo menos, desejar que você cresça no desejo de se arrepender. Isso pode ser o mínimo, mas Jesus trabalhará com isso.

Reflita, hoje, sobre este cego. Pondere sobre esta dupla cura e dupla conversão que o homem sofre. Saiba que este é você e que Jesus quer levá-lo um passo adiante em sua fé e em seu arrependimento do pecado.

Oração do Dia

Senhor de misericórdia, eu Te agradeço pela incrível paciência que tens comigo. Eu sei que minha fé em você é fraca e deve aumentar. Eu sei que minha tristeza pelos meus pecados também deve aumentar. Por favor, pegue a pouca fé que tenho e o pouco de tristeza que tenho pelos meus pecados e use-os para me aproximar um passo de você e do seu coração misericordioso. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Para os católicos, a liturgia é uma forma de renovação do sacrifício de Jesus Cristo para a salvação da humanidade. A Liturgia Diária são as lembranças de Jesus e da salvação trazendo para os cristãos uma reflexão que pode ser inserida em suas vidas.

A Liturgia Diária vem do grego derivado de duas palavras. A primeira “Leito” que significa: público. E a segunda palavra “Ergos” que significa: aquele que faz um trabalho público para o povo. A Liturgia é entendida como uma cerimônia estabelecida previamente segundo a tradição da igreja católica.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.