Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – segunda-feira, 01/06/2020

Liturgia diária de segunda-feira, 1 de junho de 2020.

Confira diariamente a Liturgia Diária dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo. Você também pode acompanhar diariamente o Salmo do Dia aqui no Mundo dos Católicos.

A liturgia diária

Liturgia Diária

Para os católicos, a liturgia é uma forma de renovação do sacrifício de Jesus Cristo para a salvação da humanidade. A liturgia diária são as lembranças de Jesus e da salvação trazendo para os cristãos uma reflexão que pode ser inserida em suas vidas.

A liturgia diária vem do grego derivado de duas palavras. A primeira “Leito” que significa: público. E a segunda palavra “Ergos” que significa: aquele que faz um trabalho público para o povo. A Liturgia é entendida como uma cerimônia estabelecida previamente segundo a tradição da igreja católica.

A Liturgia Diária na Igreja Católica

Apesar da palavra “liturgia” já ser comum na antiguidade, foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser utilizada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos depois, or volta de XVI.

A liturgia diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A liturgia diária é formada por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, também podem haver duas ou mais Leituras.

Reflexão

Em 3 de março de 2018, o Papa Francisco anunciou que um novo memorial seria celebrado na segunda-feira após o domingo de Pentecostes, intitulado “A Bem-Aventurada Virgem Maria, Mãe da Igreja”. A partir de agora, este memorial é adicionado ao Calendário Romano Geral e deve ser universalmente celebrado em toda a Igreja.

Leia mais:  Liturgia Diária - quinta-feira, 28/05/2020

Ao instituir esse memorial, o cardeal Robert Sarah, prefeito da Congregação para o Culto Divino, disse:

Esta celebração nos ajudará a lembrar que o crescimento da vida cristã deve estar ancorado no Mistério da Cruz, na oblação de Cristo no banquete eucarístico e na Mãe do Redentor e Mãe dos Redimidos, a Virgem que a faz oferecendo a Deus.

“Ancorada” na cruz, na Eucaristia e na bem-aventurada Virgem Maria, que é “Mãe do Redentor” e “Mãe dos Redimidos”. Que belas idéias e palavras inspiradoras deste Santo Cardeal da Igreja.

O evangelho escolhido para este memorial nos apresenta a santa imagem da Mãe Santíssima em pé diante da Cruz de seu Filho. Enquanto estava ali, ela ouviu Jesus dizer as palavras: “Tenho sede”. Ele recebeu um pouco de vinho em uma esponja e depois declarou: “Está consumado”. A Mãe Santíssima de Jesus, a Mãe do Redentor, ficou como testemunha quando a Cruz de seu Filho se tornou a fonte da redenção do Mundo. Ao tomar a última bebida de vinho, ele completou a instituição da Nova e Eterna Refeição de Páscoa, a Santa Eucaristia.

Além disso, pouco antes da expiração de Jesus, Jesus declarou a Sua mãe que ela agora seria a “Mãe dos Redimidos”, ou seja, a mãe de cada membro da Igreja. Este presente da mãe de Jesus para a Igreja foi simbolizado por Ele dizendo: “Eis aqui seu filho. Eis aqui sua mãe”.

Ao celebrarmos este novo e belo memorial universal dentro da Igreja, pondere seu relacionamento com a Cruz, a Eucaristia e sua mãe celestial. Se você estiver disposto a permanecer junto à Cruz, contemplá-la com nossa Mãe Santíssima e testemunhar que Jesus derramar Seu sangue precioso para a salvação do mundo, também terá o privilégio de ouvi-Lo dizer: “Eis sua mãe . ” Fique perto de sua mãe celestial. Busque seu cuidado e proteção materna e permita que suas orações o aproximem diariamente de seu Filho.

Leia mais:  Evangelho do Dia - quarta-feira, 26/08/2020

Querida Mãe Maria, Mãe de Deus, minha mãe e Mãe da Igreja, rogai por mim e por todos os seus filhos que precisam tão profundamente da misericórdia de seu Filho, como foi derramado da cruz pela redenção da mundo. Que todos os seus filhos se aproximem cada vez mais de você e de seu Filho, ao contemplarmos a glória da Cruz e ao consumirmos a Santíssima Eucaristia. Mãe Maria, rogai por nós. Jesus eu confio em vós!

Liturgia Diária com Reflexão

Além da liturgia diária, é comum que nas missas o padre ou celebrante na ocasião, faça uma reflexão das palavras do evangelho do dia. Esta reflexão é feita em geral por livre interpretação, não seguindo um texto pré-definido.

A História da Liturgia Diária

O ponto principal da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A Liturgia Diária na Missa

A liturgia faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A liturgia diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Leia mais:  Liturgia Diária – 8ª Semana Comum, Terça-feira (01/03)

Utilizada nas missas, a liturgia também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a liturgia diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a liturgia diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

A Liturgia nos dias de hoje

A Liturgia diária é vista por muitos como sendo um rito que trás uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.