Liturgia Diária – Nossa Senhora da Conceição Aparecida, Padroeira do Brasil, Quinta-feira (12/10/2023

Homilia do Evangelho de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Quinta-feira, 12 de outubro de 2023.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Confira as Leituras com a Reflexão do Evangelho de Hoje e Oração do dia. Acompanhe a Liturgia do dia no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Ester 5, 1-2; 7, 2-3

Leitura do Livro de Ester:

1bEster revestiu-se com vestes de rainha e foi colocar-se no vestíbulo interno do palácio real, frente à residência do rei. O rei estava sentado no trono real, na sala do trono, frente à entrada. 2Ao ver a rainha Ester parada no vestíbulo, olhou para ela com agrado e estendeu-lhe o cetro de ouro que tinha na mão, e Ester aproximou-se para tocar a ponta do cetro. 7,2bEntão, o rei lhe disse: “O que me pedes, Ester; o que queres que eu faça? Ainda que me pedisses a metade do meu reino, ela te seria concedida”. 3Ester respondeu-lhe: “Se ganhei as tuas boas graças, ó rei, e se for de teu agrado, concede-me a vida – eis o meu pedido! – e a vida do meu povo – eis o meu desejo!

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 44 (45)

– Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto: que o Rei se encante com vossa beleza!

– Escutai, minha filha, olhai, ouvi isto: “Esquecei vosso povo e a casa paterna! Que o Rei se encante com vossa beleza! Prestai-lhe homenagem: é vosso Senhor!

– O povo de Tiro vos traz seus presentes, os grandes do povo vos pedem favores. Majestosa, a princesa real vem chegando, vestida de ricos brocados de ouro.

– Em vestes vistosas ao Rei se dirige, e as virgens amigas lhe formam cortejo, entre cantos de festa e com grande alegria, ingressam, então, no palácio real”.

2ª Leitura

Segunda leitura: Apocalipse 12, 1.5.13.15-16

Leia mais:  Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira (12/06/2024)

Leitura do Livro do Apocalipse de São João:

1Apareceu no céu um grande sinal: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos pés e sobre a cabeça uma coroa de doze estrelas. 5E ela deu à luz um filho homem, que veio para governar todas as nações com cetro de ferro. Mas o filho foi levado para junto de Deus e do seu trono. 13aQuando viu que tinha sido expulso para a terra, o dragão começou a perseguir a mulher que tinha dado à luz o menino. 15A serpente, então, vomitou como um rio de água atrás da mulher, a fim de a submergir. 16aA terra, porém, veio em socorro da mulher.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 2, 1-11

– Aleluia, Aleluia, Aleluia.

– Disse a mãe de Jesus aos serventes: “Fazei tudo o que ele disser!” (Jo 2,5);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:

Naquele tempo: 1Houve um casamento em Caná da Galiléia. A mãe de Jesus estava presente. 2Também Jesus e seus discípulos tinham sido convidados para o casamento. 3Como o vinho veio a faltar, a mãe de Jesus lhe disse: “Eles não têm mais vinho”. 4″Mulher, por que dizes isto a mim? Minha hora ainda não chegou.” 5Sua mãe disse aos que estavam servindo: “Fazei o que ele vos disser”. 6Estavam seis talhas de pedra colocadas aí para a purificação que os judeus costumam fazer. Em cada uma delas cabiam mais ou menos cem litros. 7Jesus disse aos que estavam servindo: “Enchei as talhas de água”. Encheram-nas até a boca. 8Jesus disse: “Agora tirai e levai ao mestre-sala”. E eles levaram. 9O mestre-sala experimentou a água, que se tinha transformado em vinho. Ele não sabia de onde vinha, mas os que estavam servindo sabiam, pois eram eles que tinham tirado a água. 10O mestre-sala chamou então o noivo e lhe disse: “Todo mundo serve primeiro o vinho melhor e, quando os convidados já estão embriagados, serve o vinho menos bom. Mas tu guardaste o vinho melhor até agora!” 11Este foi o início dos sinais de Jesus. Ele o realizou em Caná da Galiléia e manifestou a sua glória, e seus discípulos creram nele.

Leia mais:  Liturgia Diária – Memória de São Barnabé Apóstolo, Terça-feira (11/06/2024)

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

A menos que seu amigo seja realmente um amigo muito próximo, você pode hesitar em acordá-lo e à família à meia-noite para pedir comida emprestada. E mesmo que fosse um amigo muito próximo, você provavelmente hesitaria por medo de incomodá-lo. Mas nesta parábola, o “amigo” é Deus. Jesus acabou de entregar aos seus discípulos a oração do “Pai Nosso” e agora acrescenta esta parábola como forma de expressar a grande confiança e determinação com que devemos orar ao Pai. A parábola conclui afirmando que mesmo que a pessoa que está na cama não se levante para atender ao pedido, o fará “por causa da sua persistência”. E embora Deus esteja sempre atento à nossa oração, a nossa persistência é uma qualidade essencial que devemos ter.

Quando oramos a Deus com persistência, nunca duvidando da bondade e generosidade de Deus, Deus derramará sobre nós tudo o que é bom. É claro que se a nossa oração for por algo egoísta ou que não esteja de acordo com a vontade de Deus, então toda a mendicância do mundo não será eficaz. Mas quando oramos como a oração do “Pai Nosso” nos ensina, então podemos ter certeza de que a nossa fidelidade a essa oração, feita com a máxima confiança e persistência, efetuará as boas dádivas da vontade de Deus em nossas vidas.

Uma das sete petições da oração do “Pai Nosso” é “Venha o Teu Reino, seja feita a Tua vontade, assim na terra como no Céu”. Esta é uma petição verdadeiramente bela que requer não apenas persistência contínua, mas também desapego da nossa preferência na vida. Orar para que a vontade de “Deus” seja feita e que “Seu” Reino venha é uma forma de dizer também que você entrega todas as suas preferências a Deus. Você vem a Deus reconhecendo que sua vontade pode não ser a vontade de Deus. Assim, esta petição expressa o desapego de uma forma poderosa.

Leia mais:  Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (10/06/2024)

Reflita hoje sobre a importância de orar com o máximo fervor e persistência a Deus. Reflita, também, sobre a importância de fazê-lo com desapego. O que Deus quer de você? Qual é a Sua santa vontade para a sua vida? Busque essa vontade e somente essa vontade com todo o seu coração e você descobrirá que a vontade Dele realmente acontecerá em sua vida.

Oração do Dia

Meu Senhor perfeito, Tua vontade e somente Tua vontade é o que eu quero e procuro. Busco-o com todas as forças da minha alma. Ajude-me a crescer na confiança em você e na sua bondade. Que eu confie em Ti e acredite de todo o coração que Você realmente realizará Sua santa vontade em minha vida se eu persistir em oração e confiança. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *