Liturgia Diária – Sábado da Oitava da Páscoa (23/04)

Liturgia Diária de Sábado da Oitava da Páscoa, 23 de abril de 2022.

Receba diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Salmo e o Evangelho do Dia de Hoje com reflexão. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (At 4,13-21)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Naqueles dias, os chefes dos sacerdotes, os anciãos e os escribas 13ficaram admirados ao ver a segurança com que Pedro e João falavam, pois eram pessoas simples e sem instrução. Reconheciam que eles tinham estado com Jesus. 14No entanto viam, de pé, junto a eles, o homem que tinha sido curado. E não podiam dizer nada em contrário.

15Mandaram que saíssem para fora do Sinédrio, e começaram a discutir entre si: 16“Que vamos fazer com esses homens? Eles realizaram um milagre claríssimo, e o fato tornou-se de tal modo conhecido por todos os habitantes de Jerusalém, que não podemos negá-lo. 17Contudo, a fim de que a coisa não se espalhe ainda mais entre o povo, vamos ameaçá-los, para que não falem mais a ninguém a respeito do nome de Jesus”. 18Chamaram de novo Pedro e João e ordenaram-lhes que, de modo algum, falassem ou ensinassem em nome de Jesus. 19Pedro e João responderam: “Julgai vós mesmos, se é justo diante de Deus que obedeçamos a vós e não a Deus! 20Quanto a nós, não nos podemos calar sobre o que vimos e ouvimos”.

21Então, insistindo em suas ameaças, deixaram Pedro e João em liberdade, já que não tinham meio de castigá-los, por causa do povo. Pois todos glorificavam a Deus pelo que havia acontecido.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório (Sl 117,1-21)

— Dou-vos graças, ó Senhor, porque me ouvistes.

— Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! “Eterna é a sua misericórdia!” O Senhor é minha força e o meu canto, e tornou-se para mim o Salvador. “Clamores de alegria e de vitória ressoem pelas tendas dos fiéis.

Leia mais:  Evangelho do Dia – Sábado, 6ª Semana da Páscoa, 15/05/2021

— A mão direita do Senhor fez maravilhas, a mão direita do Senhor me levantou, a mão direita do Senhor fez maravilhas! O Senhor severamente me provou, mas não me abandonou às mãos da morte.

— Abri-me vós, abri-me as portas da justiça: quero entrar para dar graças ao Senhor! “Sim, esta é a porta do Senhor, por ela só os justos entrarão!” Dou-vos graças, ó Senhor, porque me ouvistes e vos tornastes para mim o Salvador!

Evangelho do Dia

Evangelho (Mc 16,9-15)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Marcos.

— Glória a vós, Senhor.

9Depois de ressuscitar, na madrugada do primeiro dia após o sábado, Jesus apareceu primeiro a Maria Madalena, da qual havia expulsado sete demônios. 10Ela foi anunciar isso aos seguidores de Jesus, que estavam de luto e chorando. 11Quando ouviram que ele estava vivo e fora visto por ela, não quiseram acreditar.

12Em seguida, Jesus apareceu a dois deles, com outra aparência, enquanto estavam indo para o campo. 13Eles também voltaram e anunciaram isso aos outros. Também a estes não deram crédito. 14Por fim, Jesus apareceu aos onze discípulos enquanto estavam comendo, repreendeu-os por causa da falta de fé e pela dureza de coração, porque não tinham acreditado naqueles que o tinham visto ressuscitado.

15E disse-lhes: “Ide pelo mundo inteiro e anunciai o Evangelho a toda criatura!”

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Por que os apóstolos não acreditaram que Jesus havia ressuscitado dos mortos? Eles tinham visto tantos milagres incríveis em primeira mão de Jesus. Eles viveram com Ele dia após dia por três anos. Eles O ouviram pregar e ensinar com perfeita autoridade e graça. E agora, depois que Ele ressuscitou dos mortos, seus corações foram endurecidos e eles não creram imediatamente. Jesus teve que aparecer a eles e oferecer esta prova aos seus próprios olhos.

Leia mais:  Evangelho do Dia - segunda-feira, 12/10/2020

Essa luta pela qual os apóstolos passaram é muito comum. É a luta de uma dureza de coração. Eles queriam acreditar, mas não podiam se permitir abraçar livremente a Ressurreição com fé verdadeira até que tivessem alguma prova. Mal sabiam eles que toda a prova de que precisavam já estava dentro deles.

Muitas vezes somos convidados por Jesus a ter fé e crer nEle e aceitar muitas coisas como uma questão de fé. O dom da fé é como uma pequena chama dentro de nossos corações que expomos descuidadamente aos ventos. Esse descuido permite que a chama da fé se apague antes que possa crescer.

O objetivo de nossa caminhada cristã é deixar que a chama da fé se torne o fogo ardente que Deus deseja. E é possível! É perfeitamente possível deixar essa chama se tornar tão consumidora que nada pode apagá-la. Você está disposto a fazer o que precisa para deixar essa chama brilhar intensamente? E como fazemos isso?

O caminho para este fogo ardente da fé interior tem a ver com a maneira como lidamos com essa centelha que já está lá. Temos que cuidar e nutrir essa pequena chama. Temos que tratar os primórdios de nossa fé com muito cuidado. Devemos guardá-lo e alimentá-lo para que cresça. Isso é feito, em parte, evitando o descuido em nossa vida de oração.

A oração é a chave para deixar Deus crescer dentro de nós. Ele está lá, falando conosco e nos chamando a crer. Toda vez que duvidamos ou endurecemos nosso coração, expomos essa pequena chama aos elementos. Mas toda vez que nos concentramos intensamente nessa chama, permitimos que ela cresça e se apodere. Orar, ouvir, buscar, amar e crer são os caminhos para a fé que Deus quer nos conceder. E se os apóstolos tivessem apenas deixado aquele dom da fé, plantado no fundo, crescer por um abrandamento de seus corações, eles teriam acreditado rápida e facilmente que Jesus estava vivo sem precisar vê-lo com seus próprios olhos.

Leia mais:  Liturgia Diária (20 de março de 2020)

Reflita, hoje, sobre o fato de que não vemos o Cristo Ressuscitado fisicamente, mas temos a mesma capacidade que os Apóstolos de conhecê-lo e amá-lo. O que você está fazendo todos os dias para deixar esse amor e conhecimento de Cristo crescer? O que você está fazendo em sua própria vida de fé para deixar essa chama se tornar um fogo ardente e consumidor de tudo? Recomece este dia à oração e veja sua fé em Cristo crescer brilhantemente!

Oração do Dia

Senhor, eu te amo e acredito em ti. Ajude-me a atiçar a chama da fé plantada em meu coração em um fogo ardente e consumidor. Ajude-me a conhecer e amar Você para que esse conhecimento e amor me transformem. Purifica minha alma por este fogo e livra-me de qualquer dureza de coração. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Publicado por: Mundo dos Católicos

Artigos relacionados

Liturgia Diária – 5ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (16/05)

Liturgia Diária – 5º Domingo da Páscoa (15/05)

Liturgia Diária – São Matias, Apóstolo – Festa, Sábado (14/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (13/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (12/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quarta-feira (11/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Terça-feira (10/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (09/05)

Liturgia Diária – 4º Domingo da Páscoa (08/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sábado (07/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (06/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (05/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Quarta-feira (04/05)

Liturgia Diária – São Felipe e São Tiago, Apóstolos – Festa, Terça-feira (03/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (02/05)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.