Liturgia Diária – Santo Irineu, bispo e mártir – Memória, Quarta-feira (28/06/2023)

Reflexão do Evangelho de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Quarta-feira, 28 de junho de 2023.

Confira todos os dias a Liturgia de Hoje dos Católicos em nosso site. Acompanhe as Leituras, a Oração do dia e o Evangelho Hoje com reflexão. Leia aqui a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Gn 15,1-12.17-18)

Leitura do Livro do Gênesis.

Naqueles dias, 1o Senhor falou a Abrão, dizendo: “Não temas, Abrão! Eu sou o teu protetor e tua recompensa será muito grande”.
2Abrão respondeu: “Senhor Deus, que me darás? Eu me vou desta vida sem filhos e o herdeiro de minha casa será Eliezer de Damasco”. 3E acrescentou: “Como não me deste descendência, um servo nascido em minha casa será meu herdeiro”. 4Então o Senhor falou-lhe nestes termos: “O teu herdeiro não será esse, mas um dos teus descendentes é que será o herdeiro”. 5E, conduzindo-o para fora, disse-lhe: “Olha para o céu e conta as estrelas, se fores capaz!” E acrescentou: “Assim será a tua descendência”.
6Abrão teve fé no Senhor, que considerou isso como justiça. 7E lhe disse: “Eu sou o Senhor que te fez sair de Ur dos Caldeus, para te dar em possessão esta terra”. 8Abrão lhe perguntou: “Senhor Deus, como poderei saber que vou possuí-la?” 9E o Senhor lhe disse: “Traze-me uma novilha de três anos, uma cabra de três anos, um carneiro de três anos, além de uma rola e de uma pombinha”. 10Abrão trouxe tudo e dividiu os animais pelo meio, mas não as aves, colocando as respectivas partes uma diante da outra. 11Aves de rapina se precipitaram sobre os cadáveres, mas Abrão as enxotou. 12Quando o sol já se ia pondo, caiu um sono profundo sobre Abrão e ele foi tomado de grande e misterioso terror. 17Quando o sol se pôs e escureceu, apareceu um braseiro fumegante e uma tocha de fogo, que passaram por entre os animais divididos. 18Naquele dia, o Senhor fez aliança com Abrão, dizendo: “Aos teus descendentes darei esta terra, desde o rio do Egito até o grande rio, o Eufrates”.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Terça-feira (16/04/2024)

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 104 (105),1-2.3-4.6-7.8-9 (R. 8a)

— O Senhor se lembra sempre da Aliança.

— Dai graças ao Senhor, gritai seu nome, anunciai entre as nações seus grandes feitos! Cantai, entoai salmos para ele, publicai todas as suas maravilhas!

— Gloriai-vos em seu nome que é santo, exulte o coração que busca a Deus! Procurai o Senhor Deus e seu poder, buscai constantemente a sua face!

— Descendentes de Abraão, seu servidor, e filhos de Jacó, seu escolhido, ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, vigoram suas leis em toda a terra.

— Ele sempre se recorda da Aliança, promulgada a incontáveis gerações; da Aliança que ele fez com Abraão, e do seu santo juramento a Isaac.

Evangelho do Dia

Evangelho (Mt 7,15-20)

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 15“Cuidado com os falsos profetas: Eles vêm até vós vestidos com peles de ovelha, mas por dentro são lobos ferozes. 16Vós os conhecereis pelos seus frutos. Por acaso se colhem uvas de espinheiros ou figos de urtigas? 17Assim, toda árvore boa produz frutos bons, e toda árvore má, produz frutos maus. 18Uma árvore boa não pode dar frutos maus, nem uma árvore má pode produzir frutos bons. 19Toda árvore que não dá bons frutos é cortada e jogada no fogo. 20Portanto, pelos seus frutos vós os conhecereis”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

“Assim, pelos seus frutos os conhecereis.” Assim conclui o nosso trecho do evangelho de hoje. Ele nos oferece uma maneira excepcionalmente prática pela qual você pode discernir a obra de Deus em sua própria vida e na vida dos outros.

Quando você olha para sua própria vida, que bom fruto, nascido para a edificação do Reino de Deus, você vê? Algumas pessoas podem encontrar pouco ou nenhum fruto nascido, seja para o bem ou para o mal. Tal complacência é, por si só, um mau fruto. Outras pessoas podem ver uma abundância de frutos, produzindo assim muitas consequências neste mundo. Eles influenciam a vida de muitos e suas ações públicas fazem uma verdadeira diferença. Às vezes para o bem… e outras vezes para o mal.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

Ao discernir as ações de Deus em nosso mundo, devemos primeiro ser muito objetivos. O maligno é sempre muito enganador e regularmente apresenta seus frutos ruins como bons. Por exemplo, a legalização do aborto é frequentemente apresentada por muitos em nosso mundo como um “direito de escolha” ou um “serviço de saúde”. Mas a morte intencional de qualquer nascituro é claramente “fruto ruim” de uma “árvore podre”. Existem até muitos chamados “grupos humanitários” ou “filantropos” muito ricos que apresentam seu trabalho como “bom fruto”, quando é tudo menos bom. E, pelo contrário, há muitos que trabalham arduamente para trazer maior respeito pela vida desde o momento da concepção até a morte natural, ou se esforçam para defender a santidade do casamento como Deus o projetou, ou trabalham para promover a liberdade de culto em concordam com a vontade de Deus, mas são rotulados pelo mundo secular como preconceituosos, fanáticos, medrosos e até odiosos. Mas o trabalho deles, feito com muito sacrifício, realmente dá bons frutos para o Reino de Deus.

E a sua própria vida? Quando você examina suas ações e o fruto nascido dessas ações, de onde esse fruto se origina? Isso vem de um falso senso de compaixão, uma “caridade” equivocada e um medo de ser criticado por defender a verdade? Ou vem de um profundo amor a Deus, da consciência da verdade que Deus nos revelou e de um anúncio corajoso do puro Evangelho?

Os bons frutos, nascidos do coração do Pai Celestial, sempre refletirão as verdades de nossa fé. Um falso senso de compaixão, falsas acusações, perseguições e coisas semelhantes fluirão das árvores podres em nosso mundo. Devemos trabalhar diligentemente para sermos aquelas boas árvores que dão bons frutos vindos de Deus. Isso requer um compromisso radical de fazer o que é certo diante do mal que nos cerca.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quarta-feira (17/04/2024)

Reflita, hoje, sobre essas imagens que Jesus apresenta. Você vê claramente os frutos bons e ruins ao seu redor? Sua vida está ajudando a fomentar as mentiras do maligno ou a verdade e o amor de Deus? Olhe para os frutos que sua vida dá, assim como os frutos dentro do nosso mundo, de forma objetiva, comparando-os com os ensinamentos claros e inequívocos de Jesus. Busque esse bom fruto de todo o coração e faça tudo o que puder para produzi-lo, não importa o custo, e você não apenas salvará sua alma, mas também ajudará a alimentar outras pessoas com o bom fruto do Céu.

Oração do Dia

Meu Senhor de toda a veracidade, Você e somente Você define o bem e o mal em nosso mundo. A tua verdade revela o bom fruto que nasce para nutrir o crescimento do teu glorioso Reino. Dá-me coragem e clareza de mente e coração para que eu possa fazer continuamente tudo o que Tu me chamas a fazer para levar o bom fruto do Reino a todos os necessitados. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até o século XVI não existia uma padronização para a liturgia diária, portanto, não tinha uma norma que caracterizava a sua obrigatoriedade. Porém, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E foi através do Concílio Vaticano II que a Liturgia teve a sua mais recente atualização.

A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura. A liturgia é formada pela primeira e segunda leitura, salmo e o evangelho do dia, fazendo parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *