Liturgia Diária – Santos André Kim T., Paulo Chóng H. e companheiros, mártires, Quarta-feira (20/09/2023)

Liturgia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Quarta-feira, 20 de setembro de 2023.

Leia diariamente a Liturgia do Dia aqui no Mundo dos Católicos. Reflita a Homilia do Dia do Evangelho e acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (1Tm 3,14-16)

Leitura da Primeira Carta de São Paulo a Timóteo.

Caríssimo, 14escrevo com a esperança de ir ver-te em breve. 15Se tardar, porém, quero que saibas como proceder na casa de Deus, que é a Igreja de Deus vivo, coluna e fundamento da verdade. 16Não pode haver dúvida de que é grande o mistério da piedade: Ele foi manifestado na carne, foi justificado no espírito, contemplado pelos anjos, pregado às nações, acreditado no mundo, exaltado na glória!

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 110 (111)

— Grandiosas são as obras do Senhor!

— Eu agradeço a Deus de todo o coração junto com todos os seus justos reunidos! Que grandiosas são as obras do Senhor, elas merecem todo o amor e admiração!

— Que beleza e esplendor são os seus feitos! Sua justiça permanece eternamente! O Senhor bom e clemente nos deixou a lembrança de suas grandes maravilhas.

— Ele dá o alimento aos que o temem e jamais esquecerá sua Aliança. Ao seu povo manifesta seu poder, dando a ele a herança das nações.

Evangelho do Dia

Evangelho (Lc 7,31-35)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Senhor, tuas palavras são espírito, são vida; só tu tens palavras de vida eterna. (cf. Jo 6,63c.68c)

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sábado (20/04/2024)

Naquele tempo, disse Jesus: 31“Com quem hei de comparar os homens desta geração? Com quem eles se parecem? 32São como crianças que se sentam nas praças, e se dirigem aos colegas, dizendo: ‘Tocamos flauta para vós e não dançastes; fizemos lamentações e não chorastes!’

33Pois veio João Batista, que não comia pão nem bebia vinho, e vós dissestes: ‘Ele está com um demônio!’ 34Veio o Filho do Homem, que come e bebe, e vós dizeis: ‘Ele é um comilão e beberrão, amigo dos publicanos e dos pecadores!’ 35Mas a sabedoria foi justificada por todos os seus filhos”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Eclesiastes 3 é uma leitura muito popular para funerais. Diz: “Há um tempo determinado para tudo, e um tempo para cada assunto debaixo dos céus. Tempo de dar à luz e tempo de morrer; tempo de plantar e tempo de arrancar a planta… Tempo de chorar e tempo de rir; Um tempo para o luto e um tempo para a dança.” Esta leitura é consoladora para quem está de luto num funeral porque a vida é repleta de emoções e experiências diferentes. Quando os presentes num funeral pensarem no seu ente querido, recordarão os bons e os maus momentos, as tristezas e as alegrias. Isso ajuda a lembrá-los de que, embora o funeral seja um momento de tristeza, as alegrias virão no futuro. Este é o ritmo natural da vida.

No nosso Evangelho de hoje, Jesus desafiou aqueles que não conseguiram ter a resposta humana adequada no momento certo. “Tocamos flauta para você, mas você não dançou. Cantamos uma canção fúnebre, mas você não chorou.” A imagem de tocar uma flauta e cantar uma canção fúnebre e a subsequente falha em dançar e chorar revela uma certa desconexão que muitas pessoas tinham com João Batista e com o próprio Jesus durante seus ministérios. Ao comentar esta passagem, Santo Agostinho diz que a pregação de João Batista era como uma endecha que chamava as pessoas ao “choro” do arrependimento. Contudo, quando ele pregou, houve muitos que não responderam com o arrependimento apropriado. Quando Jesus veio, Ele pregou e deu testemunho da nova vida de graça que Ele veio conceder. Embora alguns O ouvissem e respondessem, houve muitos que não o fizeram. A mensagem de Jesus era como a música da flauta que deveria inspirar as pessoas a “dançar”. Mas muitos não responderam com a alegria que foram convidados a experimentar e viver através da Sua mensagem e graça transformadora.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

Na verdade, existe um tempo determinado para tudo e para todos os assuntos debaixo do céu. A missão que nos foi dada é estar atentos àquilo que Deus nos fala em cada momento da nossa vida. Às vezes devemos “chorar” olhando honestamente para os nossos pecados, experimentar o horror desses pecados e rejeitá-los apaixonadamente. Outras vezes “dançaremos” quando Deus nos convida à sua graça consoladora e nos pede para ver claramente o seu amor misericordioso. Nesses momentos somos convidados a ser profundamente gratos e a expressar essa gratidão de toda a alma.

Reflita hoje sobre o chamado que lhe foi dado para viver de maneira ordenada. Faça isso considerando o quão atencioso você é com as pessoas ao seu redor. A atenção da sua caridade ajuda você a ver a dor no coração daqueles que sofrem? Você se sente compelido a oferecer-lhes um ouvido compassivo e um coração misericordioso? Quando outras pessoas experimentam as alegrias da vida, você consegue compartilhar essa alegria com elas? Você pode fazer isso plenamente, sem ciúme ou inveja de qualquer espécie? Quando Deus inspira você a algum ato de conversão e concede alguma graça, você escuta e obedece prontamente, respondendo da maneira mais adequada? Nossas almas devem tornar-se sensíveis aos sussurros da graça e responder de acordo. Procure ter uma alma bem ordenada para que você viva e experimente a vida que Deus coloca diante de você todos os dias de acordo com Sua perfeita vontade.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (19/04/2024)

Oração do Dia

Senhor, Tua alma estava perfeitamente ordenada, respondendo sempre com perfeição à vontade do Pai. Você foi firme quando o amor o exigiu, corajoso diante das dificuldades, misericordioso com o pecador arrependido e alegre com a conversão de todos. Por favor, ajude-me a estar sempre atento aos sussurros da Sua graça e a sempre responder a Você da maneira como sou chamado. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Usada nas missas, a Liturgia Diária também pode ser usada em outras celebrações. E também pode ser utilizada em outros momentos como em Grupos de Meditação e Orações.

Apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo todos os dias, o ponto central é a missa dominical. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de fé.

Deste modo, a Liturgia Diária é a ação do povo de Deus em unidade. Durante a celebração da missa católica, a Liturgia do Dia pode ser praticada por gestos, palavras ou sinais .

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *