Liturgia Diária – Santos Marta, Maria e Lázaro – Memória, Sábado (29/07/2023)

Reflexão do Evangelho do Dia

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Sábado, 29 de julho de 2023.

Leia aqui diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Homilia Diária Comentada do Evangelho. Leia agora a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (1Jo 4,7-16)

Leitura da Primeira Carta de São João.

7Caríssimos, amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus e todo aquele que ama nasceu de Deus e conhece Deus. 8Quem não ama, não chegou a conhecer Deus, pois Deus é amor.

9Foi assim que o amor de Deus se manifestou entre nós: Deus enviou o seu Filho único ao mundo, para que tenhamos vida por meio dele. 10Nisto consiste o amor: não fomos nós que amamos a Deus, mas foi ele que nos amou e enviou o seu Filho como vítima de reparação pelos nossos pecados. 11Caríssimos, se Deus nos amou assim, nós também devemos amar-nos uns aos outros. 12Ninguém jamais viu a Deus. Se nos amamos uns aos outros, Deus permanece conosco e seu amor é plenamente realizado entre nós. 13A prova de que permanecemos com ele, e ele conosco, é que ele nos deu o seu Espírito. 14E nós vimos, e damos testemunho, que o Pai enviou o seu Filho como Salvador do mundo. 15Todo aquele que proclama que Jesus é o Filho de Deus, Deus permanece com ele, e ele com Deus. 16E nós conhecemos o amor que Deus tem para co­nosco, e acreditamos nele. Deus é amor: quem permanece no amor, permanece com Deus, e Deus permanece com ele.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 33 (34)

— Provai e vede quão suave é o Senhor!

— Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se alegrem!

— Comigo engrandecei ao Senhor Deus, exaltemos todos juntos o seu nome! Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu, e de todos os temores me livrou.

— Contemplai a sua face e alegrai-vos, e vosso rosto não se cubra de vergonha! Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda a angústia.

Leia mais:  Liturgia Diária – 7ª Semana da Páscoa – Quarta-feira (15/05/2024)

— O anjo do Senhor vem acampar ao redor dos que o temem, e os salva. Provai e vede quão suave é o Senhor! Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!

— Respeitai o Senhor Deus, seus santos todos, porque nada faltará aos que o temem. Os ricos empobrecem, passam fome, mas aos que buscam o Senhor não falta nada.

Evangelho do Dia

Evangelho (Jo 11,19-27)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Eu sou a luz do mundo; aquele que me segue, não caminha entre as trevas, mas terá a luz da vida. (Jo 8,12)

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 19muitos judeus tinham vindo à casa de Marta e Maria para as consolar por causa do irmão. 20Quando Marta soube que Jesus tinha chegado, foi ao encontro dele. Maria ficou sentada em casa.

21Então Marta disse a Jesus: “Senhor, se tivesses estado aqui, meu irmão não teria morrido. 22Mas mesmo assim, eu sei que o que pedires a Deus, ele te concederá”. 23Respondeu-lhe Jesus: “Teu irmão ressuscitará”. 24Disse Marta: “Eu sei que ele ressuscitará na ressurreição, no último dia”. 25Então Jesus disse: “Eu sou a ressurreição e a vida. Quem crê em mim, mesmo que morra, viverá. 26E todo aquele que vive e crê em mim, não morrerá jamais. Crês isto?” 27Respondeu ela: “Sim, Senhor, eu creio firmemente que tu és o Messias, o Filho de Deus, que devia vir ao mundo”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

2ª Opção

Evangelho (Lc 10,38-42)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 38Jesus entrou num povoado, e certa mulher, de nome Marta, recebeu-o em sua casa. 39Sua irmã, chamada Maria, sentou-se aos pés do Senhor, e escutava a sua palavra. 40Marta, porém, estava ocupada com muitos afazeres. Ela aproximou-se e disse: “Senhor, não te importas que minha irmã me deixe sozinha, com todo o serviço? Manda que ela me venha ajudar!”.

Leia mais:  Liturgia Diária – 7ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (16/05/2024)

41O Senhor, porém, lhe respondeu: “Marta, Marta! Tu te preocupas e andas agitada por muitas coisas. 42Porém, uma só coisa é necessária. Maria escolheu a melhor parte e esta não lhe será tirada”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

O memorial de hoje é relativamente novo em nossa Igreja. No ano de 2021, o Papa Francisco substituiu o Memorial de Santa Marta por este memorial em homenagem aos três irmãos: Marta, Maria e Lázaro. Ao comentar o motivo desta nova memória, a Congregação para o Culto Divino declarou: “Marta ofereceu-lhe generosamente hospitalidade, Maria ouviu atentamente as suas palavras e Lázaro prontamente saiu do túmulo por ordem Daquele que humilhou a morte”. Além disso, esses três irmãos deram um testemunho do evangelho a todos nós. Eles modelam para nós como ser cristãos dentro de nossas imperfeições. Eles fizeram isso acolhendo Jesus em sua casa, ouvindo-o com atenção e acreditando que Ele é a Ressurreição e a Vida.

Cada um desses três irmãos tinha sua própria personalidade e amava Jesus à sua maneira. Embora não se fale muito sobre as interações pessoais de Lázaro com Jesus, temos algumas informações úteis sobre Marta e Maria. Em uma história do Evangelho, Marta reclamou com Jesus que sua irmã a deixou para cozinhar. Jesus gentilmente a corrigiu. Maria, por outro lado, deu um testemunho de profunda oração e amor a Jesus, sentando-se aos Seus pés para ouvi-lo. No entanto, na história da ressurreição de Lázaro, há uma inversão de papéis. Marta é aquela que corre ao encontro de Jesus e expressa sua profunda fé Nele. Maria, por outro lado, ouviu que Jesus estava chegando e pareceu ficar em casa porque estava chateada.

Talvez a maneira mais útil de ponderar sobre esses irmãos seja reconhecer duas coisas. Primeiro, eles agora são santos no Céu desfrutando da bem-aventurança e glória eternas. Segundo, na terra eles eram pessoas de fé e amor, mas também eram claramente imperfeitos. Portanto, o testemunho que eles nos dão deve ser duplo. Esperamos compartilhar da glória que eles agora compartilham e confiamos que isso acontecerá se também fizermos amizade com nosso Senhor e O recebermos em nossos lares, por mais imperfeitos que sejamos.

Leia mais:  Liturgia Diária – 7ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (17/05/2024)

Reflita, hoje, sobre esta família sagrada, mas imperfeita. As imperfeições e fraquezas manifestas desses três irmãos devem nos encorajar a prosseguir em nossa prática da fé quando as coisas também não estão perfeitas em nossas vidas. Existem muitas razões pelas quais podemos desanimar ou sentir vontade de duvidar ou desistir às vezes. Talvez as coisas não sejam perfeitas dentro da Igreja — ou na igreja específica que você frequenta. Talvez você esteja lutando para amar alguém em sua família. Talvez você esteja lutando com um problema emocional. Talvez haja algum pecado que você parece incapaz de superar. Talvez você esteja lutando contra uma doença física e se pergunte por que Deus permitiu que isso acontecesse. Se você é capaz de se relacionar com qualquer uma dessas, ou qualquer outra forma de imperfeição, inspire-se nesta família de Marta, Maria e Lázaro. Convide Jesus para a casa do seu coração, a casa da sua família e onde quer que você vá. Ele virá, gentilmente o corrigirá quando necessário e lhe dará o dom de uma nova vida, levantando-o de seus pecados e fraquezas.

Oração do Dia

Senhor, Tu fizestes amizade com esta família comum de Marta, Maria e Lázaro. Tu visitastes a casa deles, recebeu sua hospitalidade, gentilmente os corrigiu quando necessário e, por fim, os ressuscitou para a nova vida de glória eterna. Que eu também possa recebê-lo no lar da minha alma, dentro da minha família e em todos os aspectos da minha vida. Por favor, venha a mim e eleve-me à novidade da vida da graça. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária, o padre ou celebrante faz, por livre interpretação, a Homilia Diária das palavras do Evangelho depois da sua leitura.

O ponto mais importante da liturgia é o Mistério Pascal que descreve a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *