Liturgia Diária –São Lourenço, diácono e mártir, Quinta-feira (10/08/2023)

Homilia

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Quinta-feira, 10 de agosto de 2023.

Confira diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Veja a Leitura e Homilia de Hoje do evangelho do dia e Oração do dia. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura(2Cor 9,6-10)

Leitura da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios.

Irmãos, 6“Quem semeia pouco colherá também pouco e quem semeia com largueza colherá também com largueza”. 7Dê cada um conforme tiver decidido em seu coração, sem pesar nem constrangimento; pois Deus “ama quem dá com alegria”.

8Deus é poderoso para vos cumular de toda sorte de graças, para que, em tudo, tenhais sempre o necessário e ainda tenhais de sobra para toda obra boa, 9como está escrito: “Distribuiu generosamente, deu aos pobres; a sua justiça permanece para sempre”.

10Aquele que dá a semente ao semeador e lhe dará o pão como alimento, ele mesmo multiplicará as vossas sementes e aumentará os frutos da vossa justiça.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 111 (112)

— Feliz o homem caridoso e prestativo!

— Feliz o homem que respeita o Senhor e que ama com carinho sua lei! Sua descendência será forte sobre a terra, abençoada a geração dos homens retos!

— Feliz o homem caridoso e prestativo, que resolve seus negócios com justiça. Porque jamais vacilará o homem reto, sua lembrança permanece eternamente!

— Ele não teme receber notícias más: confiando em Deus, seu coração está seguro. Seu coração está tranquilo e nada teme, e confusos há de ver seus inimigos.

— Ele reparte com os pobres os seus bens, permanece para sempre o bem que fez, e crescerão a sua glória e seu poder.

Evangelho do Dia

Evangelho (Jo 12,24-26)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Aquele que me segue não caminha entre as trevas, mas terá a luz da vida. (Jo 8,12bc)

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (19/04/2024)

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo disse Jesus a seus discípulos: 24“Em verdade, em verdade vos digo: Se o grão de trigo que cai na terra não morre, ele continua só um grão de trigo; mas se morre, então produz muito fruto.

25Quem se apega à sua vida, perde-a; mas quem faz pouca conta de sua vida neste mundo conservá-la-á para a vida eterna. 26Se alguém me quer servir, siga-me, e onde eu estou estará também o meu servo. Se alguém me serve, meu Pai o honrará”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Esta é uma das muitas declarações poderosas e até mesmo chocantes de Jesus. Uma declaração semelhante de Jesus é encontrada em todos os quatro Evangelhos. Nesta versão de João, as palavras “amor” e “ódio” são usadas. Ao amar nossas vidas, nós as perdemos, mas ao odiar nossas vidas, nós as preservamos. À primeira vista, pode-se pensar que essas palavras “amor” e “ódio” foram invertidas acidentalmente. Alguém pode concluir que o que Jesus quis dizer foi: “Quem odeia a sua vida, perde-a” e “quem ama a sua vida, preserva-a”. Mas não foi isso que Ele disse. Na verdade, ele disse o contrário.

Deve ser entendido que as palavras “amor” e “ódio” aqui não são usadas da maneira que normalmente as usamos. Nesta passagem, Jesus está usando a palavra “amor” para se referir ao egoísmo ou egocentrismo. E Ele usa a palavra “ódio” para se referir à abnegação ou autodoação sacrificial. Em outras palavras, quem é egoísta na vida perderá tudo no final, mas aquele que é verdadeiramente altruísta e doador na vida acabará por ganhar tudo.

Este profundo ensinamento de nosso Senhor é difícil de compreender sem o dom da graça. Somente nossa razão humana pode lutar com a ideia de que uma vida altruísta é boa. É fácil concluir racionalmente que é muito melhor nos elevarmos diante de todos. A mente racional pode concluir que a felicidade e a “boa vida” se encontram na obtenção de riquezas, status, poder e respeito de todos. Mas esta forma de vida egoísta e egocêntrica, embora tentadora em um nível puramente humano, é na verdade o caminho para perder tudo o que é verdadeiramente bom. Pelo contrário, é somente quando permitirmos que a graça de Deus informe nossa razão humana que chegaremos à conclusão de que ser altruísta em vez de egoísta é o melhor. Ser altruísta significa que nossos olhos estão sempre voltados para o bem do outro. Significa que não nos sentamos e nos concentramos em nós mesmos. Significa que estamos totalmente comprometidos com o serviço a Deus e ao próximo, não importa o custo para nós. Devemos dar tudo no serviço e amor de Deus e essa é a única maneira pela qual Deus nos dá de volta mais do que poderíamos esperar.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

São Lourenço, a quem hoje homenageamos, foi diácono e mártir no século III. Este grande santo literalmente abriu mão de tudo, inclusive da própria vida, para dizer “sim” a Deus. Como diácono na Igreja Catedral de Roma, foi-lhe confiada a tarefa de distribuir esmolas aos indigentes necessitados. Em agosto do ano 258, o imperador emitiu um decreto declarando que todo o clero deveria ser condenado à morte. Depois que o papa foi morto, eles vieram atrás de São Lourenço e, antes de matá-lo, pediram que ele entregasse todas as riquezas da Igreja. Ele pediu três dias para juntar aqueles tesouros e, durante esses três dias, distribuiu tudo o que pôde aos pobres. Então, no terceiro dia, ele se apresentou ao prefeito e trouxe consigo não a riqueza material da Igreja, mas a verdadeira riqueza. Ele trouxe os pobres, aleijados, cegos e sofredores e declarou que a Igreja era verdadeiramente rica e que as pessoas com ele eram os verdadeiros tesouros da Igreja. O prefeito, com raiva, condenou São Lourenço à morte na fogueira, à qual se submeteu livremente.

Reflita, hoje, sobre o alto chamado cristão que você recebeu para viver uma vida completamente altruísta e doada em todos os sentidos. Se você acha que fica pensando em si mesmo com mais frequência, tente mudar esse hábito. Volte seus olhos para Deus e para o serviço aos outros. Tente se importar mais com as necessidades das pessoas ao seu redor do que com suas próprias preocupações. Faça isso porque é isso que Jesus nos chama a fazer e, se Ele nos chama para uma vida tão altruísta, devemos saber e acreditar que vale a pena no final.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sábado (20/04/2024)

Oração do Dia

Meu Senhor sacrificial, Você deu Sua preciosa vida a todos por amor. A entrega total de sua vida resultou na salvação daqueles que aceitarem este dom glorioso. Ajude-me a não apenas me abrir para este Seu dom gratuito, mas também a imitar Sua vida altruísta, entregando-me a serviço de Ti e dos outros. São Lourenço, diácono e mártir, rogai por nós. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A Liturgia Diária é vista por muitos como sendo um rito que traz uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *