Mundo dos Católicos

Liturgia Diária – Solenidade de São Pedro e São Paulo, Domingo (03/07/2022)

Liturgia Diária de Domingo , 3 de julho de 2022.

Confira diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do Dia e Salmo. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Leitura (Atos 12,1-11)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

12 1 Por aquele mesmo tempo, o rei Herodes mandou prender alguns membros da Igreja para os maltratar.

2 Assim foi que matou à espada Tiago, irmão de João.

3 Vendo que isto agradava aos judeus, mandou prender Pedro. Eram então os dias dos pães sem fermento.

4 Mandou prendê-lo e lançou-o no cárcere, entregando-o à guarda de quatro grupos, de quatro soldados cada um, com a intenção de apresentá-lo ao povo depois da Páscoa.

5 Pedro estava assim encerrado na prisão, mas a Igreja orava sem cessar por ele a Deus.

6 Ora, quando Herodes estava para o apresentar, naquela mesma noite dormia Pedro entre dois soldados, ligado com duas cadeias. Os guardas, à porta, vigiavam o cárcere.

7 De repente, apresentou-se um anjo do Senhor, e uma luz brilhou no recinto. Tocando no lado de Pedro, o anjo despertou-o: “Levanta-te depressa”, disse ele. Caíram-lhe as cadeias das mãos.

8 O anjo ordenou: “Cinge-te e calça as tuas sandálias”. Ele assim o fez. O anjo acrescentou: “Cobre-te com a tua capa e segue-me”.

9 Pedro saiu e seguiu-o, sem saber se era real o que se fazia por meio do anjo. Julgava estar sonhando.

10 Passaram o primeiro e o segundo postos da guarda. Chegaram ao portão de ferro, que dá para a cidade, o qual se lhes abriu por si mesmo. Saíram e tomaram juntos uma rua. Em seguida, de súbito, o anjo desapareceu.

11 Então Pedro tornou a si e disse: “Agora vejo que o Senhor mandou verdadeiramente o seu anjo e me livrou da mão de Herodes e de tudo o que esperava o povo dos judeus”.

Leia mais:  Liturgia Diária - Sábado, 1ª Semana do Advento, 04/12/2021

Palavra do Senhor.

Salmo

Salmo Responsorial 33/34

De todos os temores me livrou o Senhor Deus.

– Bendirei o Senhor Deus em todo tempo,

seu louvor estará sempre em minha boca.

Minha alma se gloria no Senhor;

que ouçam os humildes e se alegrem!

– Comigo engrandecei ao Senhor Deus,

exaltemos todos juntos o seu nome!

Todas as vezes que o busquei, ele me ouviu

e de todos os temores me livrou.

– Contemplai a sua face e alegrai-vos,

e vosso rosto não se cubra de vergonha!

Este infeliz gritou a Deus e foi ouvido,

e o Senhor o libertou de toda angústia.

– O anjo do Senhor vem acampar

ao redor dos que o temem e os salva.

Provai e vede quão suave é o Senhor!

Feliz o homem que tem nele o seu refúgio!

2ª Leitura

Leitura (2 Timóteo 4,6-8. 17-18)

Leitura da segunda carta de são Paulo a Timóteo.

4 6 Quanto a mim, estou a ponto de ser imolado e o instante da minha libertação se aproxima.

7 Combati o bom combate, terminei a minha carreira, guardei a fé.

8 Resta-me agora receber a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia, e não somente a mim, mas a todos aqueles que aguardam com amor a sua aparição.

17 Contudo, o Senhor me assistiu e me deu forças, para que, por meu intermédio, a boa mensagem fosse plenamente anunciada e chegasse aos ouvidos de todos os pagãos. E fui salvo das fauces do leão.

18 O Senhor me salvará de todo mal e me preservará para o seu Reino celestial. A ele a glória por toda a eternidade!

Palavra do Senhor.

Evangelho do Dia

Evangelho (Mateus 16,13-19)

Aleluia, aleluia, aleluia.

Tu és Pedro e sobre esta pedra eu irei construir a minha igreja; e as portas do inferno não irão derrotá-la (MT 16,18)

Proclamação do evangelho de Jesus Cristo segundo Mateus.

Leia mais:  Liturgia Diária – 14ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira (05/07/2022)

Naquele tempo, 16 13 chegando ao território de Cesaréia de Filipe, Jesus perguntou a seus discípulos: “No dizer do povo, quem é o Filho do Homem?”

14 Responderam: “Uns dizem que é João Batista; outros, Elias; outros, Jeremias ou um dos profetas”.

15 Disse-lhes Jesus: “E vós quem dizeis que eu sou?”

16 Simão Pedro respondeu: “Tu és o Cristo, o Filho de Deus vivo!”

17 Jesus então lhe disse: “Feliz és, Simão, filho de Jonas, porque não foi a carne nem o sangue que te revelou isto, mas meu Pai que está nos céus.

18 E eu te declaro: tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha Igreja; as portas do inferno não prevalecerão contra ela.

19 Eu te darei as chaves do Reino dos céus: tudo o que ligares na terra será ligado nos céus, e tudo o que desligares na terra será desligado nos céus”.

Palavra da Salvação.

Reflexão da Liturgia Diária

Uma das coisas mais difíceis de fazer na vida é entrar em completa confiança em Deus. Mas esta é também uma das coisas mais frutíferas que podemos fazer para nossa vida de fé. Confiar em Deus não é algo que podemos fazer automaticamente, requer rendição e determinação contínuas à medida que nosso Senhor nos convida mais profundamente.

Esta passagem acima começa com Jesus fazendo uma declaração poderosa: “Eu os envio como cordeiros entre lobos”. Esta imagem forte pretende revelar que a missão que nos será dada por nosso Senhor não é algo que podemos fazer por conta própria. Um cordeirinho não faria bem andando em uma matilha de lobos… a menos que o pastor estivesse bem ali ao lado dele.

Jesus não está apenas revelando que Sua missão exigirá grande coragem, mas que não pode ser realizada sem Ele. Assim, Ele passa a oferecer a diretriz prática de “Não leveis bolsa de dinheiro, nem saco, nem sandálias; e não cumprimente ninguém pelo caminho.” Se olharmos para esta linha de um ponto de vista espiritual, podemos ouvir Jesus dizendo duas coisas. Primeiro, “Confie na minha providência ao cumprir sua missão na vida”. Segundo, “Mantenha o foco em seu objetivo final e não seja atraído aqui ou ali”. Não é que trazer dinheiro ou falar com estranhos sejam más ideias em si; em vez disso, devemos ouvir o significado espiritual mais profundo de confiança e resolução de cumprir Sua missão.

Leia mais:  Liturgia Diária - quinta-feira, 03/12/2020

Reflita, hoje, em quão bem você confia na providência de Deus ao se esforçar para abraçar corajosamente Sua vontade. Reflita também sobre o quanto você está comprometido em ir até o fim, resolvendo completar a tarefa que nosso Senhor lhe deu. Comprometa-se novamente com esses aspectos de uma vida de fé, e o Bom Pastor estará presente a cada passo do caminho.

Oração do Dia

Meu Bom Pastor, decido abraçar a Vossa santíssima vontade com todas as minhas forças. Dê-me coragem, confiança e determinação para segui-lo onde quer que me conduzas. Eu me entrego a Ti, querido Senhor. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária, é comum que nas missas o padre ou celebrante na ocasião, faça uma reflexão das palavras do Evangelho do Dia logo após a sua leitura. Esta reflexão é feita em geral por livre interpretação, não seguindo um texto pré-definido.

O ponto principal da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.