Liturgia Diária – Solenidade de Todos os Santos, Domingo (06/11/2022)

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Domingo, 6 de novembro de 2022.

Confira diariamente a Liturgia de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: São João 7, 2-4.9-14

Leitura do Livro do Apocalipse de São João:

Eu, João, 2vi um outro anjo, que subia do lado onde nasce o sol. Ele trazia a marca do Deus vivo e gritava, em alta voz, aos quatro anjos que tinham recebido o poder de danificar a terra e o mar, dizendo-lhes: 3″Não façais mal à terra, nem ao mar nem às arvores, até que tenhamos marcado na fronte os servos do nosso Deus”. 4Ouvi então o número dos que tinham sido marcados: eram cento e quarenta e quatro mil, de todas as tribos dos filhos de Israel. 9Depois disso, vi uma multidão imensa de gente de todas as nações, tribos, povos e línguas, e que ninguém podia contar. Estavam de pé diante do trono e do Cordeiro; trajavam vestes brancas e traziam palmas na mão. 10Todos proclamavam com voz forte: “A salvação pertence ao nosso Deus, que está sentado no trono, e ao Cordeiro”. 11Todos os anjos estavam de pé, em volta do trono e dos Anciãos e dos quatro Seres vivos e prostravam-se, com o rosto por terra, diante do trono. E adoravam a Deus, dizendo: 12″Amém. O louvor, a glória e a sabedoria, a ação de graças, a honra, o poder e a força pertencem ao nosso Deus para sempre. Amém” 13E um dos Anciãos falou comigo e perguntou: “Quem são esses vestidos com roupas brancas? De onde vieram?” 14Eu respondi: “Tu é que sabes, meu senhor”. E então ele me disse: “Esses são os que vieram da grande tribulação. Lavaram e alvejaram as suas roupas no sangue do Cordeiro”.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 23 (24)

É assim a geração dos que procuram o Senhor!

– Ao Senhor pertence a terra e o que ela encerra, o mundo inteiro com os seres que o povoam; porque ele a tornou firme sobre os mares, e sobre as águas a mantém inabalável.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2º Domingo da Quaresma (25/02/2024)

– “Quem subirá até o monte do Senhor, quem ficará em sua santa habitação?” “Quem tem mãos puras e inocente coração, quem não dirige sua mente para o crime.

– Sobre este desce a bênção do Senhor e a recompensa de seu Deus e Salvador”. “É assim a geração dos que o procuram, e do Deus de Israel buscam a face”.

2ª Leitura

Segunda leitura: São João 3, 1-3

Leitura da Primeira Carta de São João:

Caríssimos, 1vede que grande presente de amor o Pai nos deu: de sermos chamados filhos de Deus! E nós o somos! Se o mundo não nos conhece, é porque não conheceu o Pai. 2Caríssimos, desde já somos filhos de Deus, mas nem sequer se manifestou o que seremos! Sabemos que, quando Jesus se manifestar, seremos semelhantes a ele, porque o veremos tal como ele é. 3Todo o que espera nele, purifica-se a si mesmo, como também ele é puro.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 5, 1-12

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Vinde a mim, todos vós que estais cansados e penais a carregar pesado fardo, e descanso eu vos darei, diz o Senhor (Mt 11,28);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo: 1Vendo Jesus as multidões, subiu ao monte e sentou-se. Os discípulos aproximaram-se, 2e Jesus começou a ensiná-los: 3″Bem-aventurados os pobres em espírito, porque deles é o Reino dos Céus. 4Bem-aventurados os aflitos, porque serão consolados. 5Bem-aventurados os mansos, porque possuirão a terra. 6Bem-aventurados os que têm fome e sede de justiça, porque serão saciados. 7Bem-aventurados os misericordiosos, porque alcançarão misericórdia. 8Bem-aventurados os puros de coração, porque verão a Deus. 9Bem-aventurados os que promovem a paz, porque serão chamados filhos de Deus. 10Bem-aventurados os que são perseguidos por causa da justiça, porque deles é o Reino dos Céus. 11Bem-aventurados sois vós, quando vos injuriarem e perseguirem, e, mentindo, disserem todo tipo de mal contra vós, por causa de mim. 12aAlegrai-vos e exultai, porque será grande a vossa recompensa nos céus.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Quaresma, Terça-feira (27/02/2024)

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Este é um pensamento fascinante e um pouco assustador também! Significa que tudo o que está oculto virá à luz. Isso pode ser bom ou ruim, dependendo do que está oculto. O pensamento deve nos encher com um pouco de temor santo, e também deve nos encher de uma alegria santa. O santo temor é na verdade um presente de Deus para nos ajudar a eliminar qualquer pecado secreto e oculto que temos agora ou com o qual lutamos no passado. Já que de fato tudo virá à tona um dia, podemos lidar com isso agora para que nosso pecado não exista mais. Se o fizermos, até nosso pecado se transformará em virtude e graça. E então, no final dos tempos, essa graça e virtude é o que será manifestado. Esta manifestação de nossa virtude será causa de santa alegria não só para nós, mas também para os outros a quem ela se manifesta.

Seremos julgados, então, com base no que há em nossa consciência. Não será mais apenas exterior. Não seremos capazes de fazer uma boa cara e fingir que somos alguém que não somos. A verdade completa virá à tona e será manifestada para que todos vejam de acordo com o plano de Deus.

Outra coisa a notar é que no Juízo Final, mesmo aqueles que estão no Inferno, ressuscitarão. Por quê? Porque, como humanos, devemos estar eternamente unidos com nossos corpos. Somos, em essência, corpo e alma. Assim, mesmo os mortos receberão seus corpos de volta. Mas, infelizmente, eles sofrerão eternamente não apenas espiritualmente, mas também fisicamente. O que isso realmente implica, não sabemos. Mas será uma verdadeira dor de perda. Perda de Deus e perda em que o corpo e a alma não poderão compartilhar a vida com Deus. Isso pode parecer duro e injusto, mas devemos nos lembrar de que Deus é perfeitamente justo e perfeitamente amoroso e, por mais que essa perda eterna e sofrimento eterno sejam vividos, é certo e justo.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Quaresma, Segunda-feira (26/02/2024)

Como será esta nova vida para aqueles que participam da Ressurreição para uma nova vida? Será a vida com Deus, física e espiritualmente, assim como a vida uns com os outros. O livro do Apocalipse fala simbolicamente desta nova vida como uma cidade onde Deus está no trono no centro da cidade. A luz brilha Dele, então não há necessidade do sol ou da lua. As ruas são de ouro. Os portões cheios de pedras preciosas. E muito mais. Essa linguagem simbólica não deve ser interpretada literalmente, mas vista como imagens que nos ajudam a entender a beleza, o esplendor e a magnificência da vida que nos espera. São os novos Céus e a nova Terra.

Oração do Dia

Senhor, que eu esteja sempre pronto para te cumprimentar quando você vier. Eu Te agradeço por Tua perfeita promessa de ressuscitar todos os mortos e trazer uma nova vida. Use-me para reunir muitos neste Reino futuro e glorioso, querido Senhor. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Apesar da palavra “liturgia” já ser comum na antiguidade, foi apenas depois dos séculos VIII e IX que a liturgia começou a ser utilizada pela igreja grega e passando a fazer parte da igreja católica alguns séculos depois, por volta de XVI.

A Liturgia Diária é sempre usada nas missas e existe uma liturgia para cada dia do ano. A Liturgia Diária é formada por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Em alguns dias, também podem haver duas ou mais Leituras.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.