Liturgia Diária – 14ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (10/07/2023)

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Segunda-feira, 10 de julho de 2023.

Confira diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Veja a Leitura e Homilia de Hoje do evangelho do dia e Oração do dia. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Leitura do Livro do Gênesis 28, 10-22

Leitura do Livro do Gênesis:

Naqueles dias: 10Jacó saiu de Bersabéia e dirigiu-se a Harã. 11Chegando a certo lugar, quis passar ali a noite, pois o sol já se havia posto. Tomou uma das pedras do lugar, fez dela travesseiro e ali mesmo adormeceu. 12E viu em sonho uma escada apoiada no chão, com a outra ponta tocando o céu e os anjos de Deus subindo e descendo por ela. 13No alto da escada estava o Senhor que lhe dizia: ‘Eu sou o Senhor, Deus de Abraão, teu pai, e Deus de Isaac; darei a ti e à tua descendência a terra em que dormes. 14A tua descendência será como o pó da terra, e te expandirás para o ocidente e o oriente, para o norte e para o sul. Em ti e em tua descendência serão abençoadas todas as nações da terra. 15Estou contigo e te guardarei onde quer que vás, e te reconduzirei a esta terra. Nunca te abandonarei até cumprir o que te prometi’. 16Ao despertar, Jacó disse: ‘Sem dúvida, o Senhor está neste lugar e eu não sabia’. 17Cheio de pavor, disse: ‘Como é terrível este lugar! Isto aqui só pode ser a casa de Deus e a porta do céu’. 18Jacó levantou-se bem cedo, tomou a pedra de que tinha feito travesseiro e colocou-a de pé para servir de coluna sagrada, derramando óleo sobre ela. 19E deu ao lugar o nome de ‘Betel’. Antes, porém, a cidade chamava-se Luza. 20Jacó fez um voto, dizendo: ‘Se Deus estiver comigo e me proteger nesta viagem, dando-me pão para comer e roupa para vestir, 21e se eu voltar são e salvo para a casa de meu pai, então o Senhor será o meu Deus. 22aE esta pedra que ergui como coluna sagrada, será uma ‘morada de Deus’.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Quaresma, Terça-feira (27/02/2024)

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 90 (91)

– Vós sois meu Deus, no qual confio inteiramente.

– Quem habita ao abrigo do Altíssimo e vive à sombra do Senhor onipotente, diz ao Senhor: ‘Sois meu refúgio e proteção, sois o meu Deus, no qual confio inteiramente’.

– Do caçador e do seu laço ele te livra. Ele te salva da palavra que destrói. Com suas asas haverá de proteger-te, com seu escudo e suas armas, defender-te.

– ‘Porque a mim se confiou, hei de livrá-lo e protegê-lo, pois meu nome ele conhece. Ao invocar-me hei de ouvi-lo e atendê-lo, e a seu lado eu estarei em suas dores.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 9, 18-26

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

-Jesus Cristo salvador destruiu o mal e a morte; fez brilhar, pelo evangelho, a luz ea vida imperecíveis (2Tm 1,10);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

18Enquanto Jesus estava falando, um chefe aproximou-se, inclinou-se profundamente diante dele, e disse: ‘Minha filha acaba de morrer. Mas vem, impõe tua mão sobre ela e ela viverá.’ 19Jesus levantou-se e o seguiu, junto com os seus discípulos. 20Nisto, uma mulher que sofria de hemorragia, há doze anos, veio por trás dele e tocou a barra do seu manto. 21Ela pensava consigo: ‘Se eu conseguir ao menos tocar no manto dele, ficarei curada.’ 22Jesus voltou-se e, ao vê-la, disse: ‘Coragem, filha! A tua fé te salvou.’ E a mulher ficou curada a partir daquele instante. 23Chegando à casa do chefe, Jesus viu os tocadores de flauta e a multidão alvoroçada, 24e disse: ‘Retirai-vos, porque a menina não morreu, mas está dormindo.’ E começaram a caçoar dele. 25Quando a multidão foi afastada, Jesus entrou, tomou a menina pela mão, e ela se levantou. 26Essa notícia espalhou-se por toda aquela região.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Quaresma, Segunda-feira (26/02/2024)

Reflexão da Liturgia Diária

Que enorme quantidade de fé essa mulher tinha! Ela sofreu por muitos anos e continuou a sofrer com suas hemorragias. Como ela sabia que tocar no manto de Jesus a curaria? A única resposta para isso é a fé. A fé não é apenas desejo ou esperança. A fé é um certo conhecimento, dado por uma graça especial e revelação de Deus, pelo qual uma pessoa livremente concorda com a crença. Deus falou ao seu coração, ela ouviu, respondeu e foi curada.

Uma coisa muito inspiradora nesta história do Evangelho é a humildade com que esta mulher se aproximou de Jesus. Ela não sentia que precisava incomodar Jesus, falar com Ele ou incomodá-Lo com seu problema. Em vez disso, na sua humildade, ela apresentou a Jesus a sua necessidade através do dom da fé, interior e silenciosamente, e a graça de Deus lhe foi dada porque Deus vê o coração e responde a uma fé tão humilde e sincera.

Imagine se todos tivessem essa profundidade de fé em nosso Senhor. Imagine se todos nós soubéssemos, com a mais profunda convicção de certeza, que Deus cuidaria de todas as nossas necessidades. E imagine se nos voltássemos para nosso Senhor com essa profunda convicção de certeza todos os dias com todas as necessidades. Se pudéssemos fazer isso, nosso Senhor seria capaz de cuidar continuamente de nós de todas as maneiras.

Um componente chave para a cura dessa mulher é que foi Deus o Pai quem falou com ela e a convidou a tocar o manto de Seu Filho Jesus. E foi Jesus quem sentiu a cura que ela recebeu, pois estava em perfeita união com a vontade de Seu Pai. Portanto, tocar o manto de Jesus não era simplesmente um ato mágico pelo qual qualquer coisa que essa mulher desejasse lhe seria concedida. Ao contrário, foi uma resposta ao convite interior que lhe foi feito pelo Pai.

Em nossas vidas, devemos trabalhar para fazer o mesmo. Muitas vezes apresentamos nossas preferências a Deus e dizemos a Ele o que queremos que Ele faça. Deus não responde a tais pedidos. Em vez disso, devemos buscar a Sua vontade… e somente a Sua vontade. Essa mulher sabia que seria curada, porque Deus, o Pai, falou com ela em sua mente e coração e a inspirou a tocar o manto de Jesus, Seu Filho, e ela respondeu, e a cura aconteceu. Deus deve falar primeiro, devemos ouvir e responder, e então Sua vontade será realizada.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2º Domingo da Quaresma (25/02/2024)

Reflita, hoje, sobre a gentil Voz de Deus enquanto Ele fala com você nas profundezas do seu coração. Você O ouve? O que Ele está convidando você a fazer? Que cura Ele quer conceder? Ao ponderar sobre a Voz de Deus, tente responder apenas a Ele. Deixe de lado todas as suas próprias preferências e ideias sobre o que Deus deve fazer e busque apenas o que Ele está falando com você. Diga “Sim” a Ele, faça-o com certeza e convicção, e confie que tudo o que Ele falar com você, se você tiver fé no que Ele diz, Ele o fará.

Oração do Dia

Meu gentil Senhor, Tu falas comigo dia e noite, chamando-me para a cura de que preciso. Ajuda-me a ouvir a tua voz e a responder-te com fé. Que minha fé e confiança em Ti cresçam fortes e se tornem a fonte de Sua ação gloriosa em minha vida. Jesus, eu confio em Ti.

A Liturgia Diária para os Católicos

A Liturgia Diária é vista por muitos como sendo um rito que traz uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.