Liturgia Diária – 29º Domingo do Tempo Comum (16/10/2022)

Liturgia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária do 29º Domingo do Tempo Comum, 16 de outubro de 2022.

Confira diariamente a Homilia do Evangelho de Hoje dos Católicos em nosso site. Acompanhe a Liturgia de hoje com Primeira Leitura, Evangelho do dia e Salmo aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Êx 17,8-13)

Leitura do Livro do Êxodo:

Naqueles dias, 8os amalecitas vieram atacar Israel em Rafidim. 9Moisés disse a Josué: “Escolhe alguns homens e vai combater contra os amalecitas. Amanhã estarei, de pé, no alto da colina, com a vara de Deus na mão”.

10Josué fez o que Moisés lhe tinha mandado e combateu os amalecitas. Moisés, Aarão e Ur subiram ao topo da colina. 11E, enquanto Moisés conservava a mão levantada, Israel vencia; quando abaixava a mão, vencia Amalec.

12Ora, as mãos de Moisés tornaram-se pesadas. Pegando então uma pedra, colocaram-na debaixo dele para que se sentasse, e Aarão e Ur, um de cada lado, sustentavam as mãos de Moisés. Assim, suas mãos não se fatigaram até ao pôr do sol, 13e Josué derrotou Amalec e sua gente a fio de espada.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório Sl 120 (121)

Do Senhor é que me vem o meu socorro,/ do Senhor, que fez o céu e fez a terra.

— Eu levanto os meus olhos para os montes:/ de onde pode vir o meu socorro?/ “Do Senhor é que me vem o meu socorro,/ do Senhor que fez o céu e fez a terra!”

— Ele não deixa tropeçarem os meus pés,/ e não dorme quem te guarda e te vigia./ Oh! não! ele não dorme nem cochila,/ aquele que é o guarda de Israel!

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

— O Senhor é o teu guarda, o teu vigia,/ é uma sombra protetora à tua direita./ Não vai ferir-te o sol durante o dia,/ nem a lua através de toda a noite.

— O Senhor te guardará de todo o mal,/ ele mesmo vai cuidar da tua vida!/ Deus te guarda na partida e na chegada./ Ele te guarda desde agora e para sempre!

2ª Leitura

Segunda Leitura (2Tm 3,14-4,2)

Leitura da Segunda Carta de São Paulo a Timóteo:

Caríssimo: 14Permanece firme naquilo que aprendeste e aceitaste como verdade; tu sabes de quem o aprendeste. 15Desde a infância conheces as Sagradas Escrituras: elas têm o poder de te comunicar a sabedoria que conduz à salvação pela fé em Cristo Jesus.

16Toda a Escritura é inspirada por Deus e útil para ensinar, para argumentar, para corrigir e para educar na justiça, 17a fim de que o homem de Deus seja perfeito e qualificado para toda boa obra.

4,1Diante de Deus e de Cristo Jesus, que há de vir a julgar os vivos e os mortos, e em virtude da sua manifestação gloriosa e do seu Reino, eu te peço com insistência: 2proclama a palavra, insiste oportuna ou importunamente, argumenta, repreende, aconselha, com toda a paciência e doutrina.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Evangelho do Dia

Anúncio do Evangelho (Lc 18,1-8)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— A Palavra de Deus é viva e eficaz em suas ações; penetrando os sentimentos, vai ao íntimo dos corações. (Hb 4,12)

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 1Jesus contou aos discípulos uma parábola, para mostrar-lhes a necessidade de rezar sempre, e nunca desistir, dizendo:

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quarta-feira (17/04/2024)

2”Numa cidade havia um juiz que não temia a Deus, e não respeitava homem algum. 3Na mesma cidade havia uma viúva, que vinha à procura do juiz, pedindo: ‘Faze-me justiça contra o meu adversário!’

4Durante muito tempo, o juiz se recusou. Por fim, ele pensou: ‘Eu não temo a Deus, e não respeito homem algum. 5Mas esta viúva já me está aborrecendo. Vou fazer-lhe justiça, para que ela não venha a agredir-me!’”

6E o Senhor acrescentou: “Escutai o que diz este juiz injusto. 7E Deus, não fará justiça aos seus escolhidos, que dia e noite gritam por ele? Será que vai fazê-los esperar?

8Eu vos digo que Deus lhes fará justiça bem depressa. Mas o Filho do homem, quando vier, será que ainda vai encontrar fé sobre a terra?”

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Esta passagem é da história da Viúva Persistente. Ela continuava indo a um juiz, que pouco se importava em fazer a coisa certa, e implorava persistentemente por um bom julgamento. Finalmente ele cedeu para que ela o deixasse em paz.

Jesus usou essa história para ensinar uma lição sobre a necessidade de “orar sempre sem se cansar” (Lucas 18:1). É interessante que a imagem do juiz é aquele “que não temia a Deus nem respeitava qualquer ser humano” (Lucas 18:2). Mas Jesus usa essa imagem de um juiz injusto para revelar o poder da persistência e revelar as profundezas da misericórdia de Deus.

Primeiro, aprendemos que essa mulher nunca desistiu. Assim, conosco, nunca devemos deixar de perder a esperança na oração. Devemos orar sempre, constante e persistentemente. Não é que a oração mude Deus; antes, a oração nos transforma e nos dispõe a receber as imensuráveis ​​graças de Deus.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (19/04/2024)

Em segundo lugar, aprendemos que, se um juiz indiferente eventualmente der uma boa decisão, muito mais o Deus misericordioso e todo-amoroso derramará Seus bons julgamentos em nossas vidas quando confiarmos nEle. Não deve haver dúvida em nossas vidas de que Deus pode fazer todas as coisas boas por nós, se nós O permitirmos.

Reflita, hoje, em quão persistente você é em sua oração. A oração que você deve procurar viver é principalmente uma oração de total confiança e abandono a Deus. Você não muda a mente de Deus implorando a Ele. Em vez disso, sua oração deve ser tão persistente que o abra à vontade de Deus e permita que Sua graça flua de acordo com Sua perfeita vontade.

Oração do Dia

Senhor, eu te suplico que Tua perfeita e santa vontade seja feita em minha vida. Eu abandono tudo a Ti, querido Senhor. Faça comigo como quiser. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Para a comunidade católica, a liturgia é uma maneira de renovação do sacrifício de Jesus Cristo pela salvação da humanidade. A Liturgia Diária são as lembranças de Jesus e da salvação trazendo para os católicos, a reflexão que pode fazer parte de suas vidas.

A Liturgia Diária vem do grego derivado de duas palavras. A primeira palavra “Leito” que significa: público. E a segunda “Ergos” que quer dizer: aquele que faz um trabalho público para o povo. A Liturgia é tida como uma cerimônia estabelecida previamente segundo a tradição católica da igreja.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *