Liturgia Diária – 4ª Semana do Advento, Quarta-feira (21/12/2022)

Liturgia do Dia

Liturgia Diária

Liturgia Diária da 4ª Semana do Advento, Quarta-feira, 21 de dezembro de 2022.

Confira diariamente a Homilia do Evangelho do Dia dos Católicos em nosso site. Acompanhe a Primeira Leitura, Evangelho do dia, Salmo e Homilia do Evangelho de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Leitura do Cântico dos Cânticos 2,8-14

Leitura do Cântico dos Cânticos:

8É a voz do meu amado! Eis que ele vem saltando pelos montes, pulando sobre as colinas. 9O meu amado parece uma gazela, ou um cervo ainda novo. Eis que ele está de pé atrás de nossa parede, espiando pelas janelas, observando através das grades. 10O meu amado me fala dizendo: ‘Levanta-te, minha amada, minha rola, formosa minha, e vem! 11O inverno já passou, as chuvas pararam e já se foram. 12No campo aparecem as flores, chegou o tempo das canções, a rola já faz ouvir seu canto em nossa terra. 13Da figueira brotam os primeiros frutos, soltam perfume as vinhas em flor. Levanta-te, minha amada, formosa minha, e vem! 14Minha rola, que moras nas fendas da rocha, no esconderijo escarpado, mostra-me teu rosto, deixa-me ouvir tua voz! Pois a tua voz é tão doce, e gracioso o teu semblante’.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 32 (33)

– Ó justos, alegrai-vos no Senhor! Cantai para o Senhor um canto novo!

– Dai graças ao Senhor ao som da harpa, na lira de dez cordas celebrai-o! Cantai para o Senhor um canto novo, com arte sustentai a louvação!

– Mas os desígnios do Senhor são para sempre, e os pensamentos que ele traz no coração, de geração em geração, vão perdurar. Feliz o povo cujo Deus é o Senhor, e a nação que escolheu por sua herança!

Leia mais:  Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira (12/06/2024)

– No Senhor nós esperamos confiantes, porque ele é nosso auxílio e proteção! Por isso o nosso coração se alegra nele, seu santo nome é nossa única esperança.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 1, 39-45

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Ó Emanuel, sois nosso rei e orientador: vinde salvar-nos, ó Senhor e nosso Deus!

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

39Naqueles dias, Maria partiu para a região montanhosa, dirigindo-se, apressadamente, a uma cidade da Judéia. 40Entrou na casa de Zacarias e cumprimentou Isabel. 41Quando Isabel ouviu a saudação de Maria, a criança pulou no seu ventre e Isabel ficou cheia do Espírito Santo. 42Com um grande grito, exclamou: ‘Bendita és tu entre as mulheres e bendito é o fruto do teu ventre!’ 43Como posso merecer que a mãe do meu Senhor me venha visitar? 44Logo que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança pulou de alegria no meu ventre. 45Bem-aventurada aquela que acreditou, porque será cumprido, o que o Senhor lhe prometeu.’

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Somos apresentados hoje à gloriosa história da Visitação. Quando Maria estava grávida de dois meses, ela viajou para ficar com sua prima Isabel, que daria à luz dentro de um mês. Embora muito pudesse ser dito sobre isso como um ato de amor familiar dado por Maria a Isabel, o foco central imediatamente se torna a preciosa Criança dentro do ventre de Maria.

Imagine a cena. Maria tinha acabado de viajar cerca de 100 milhas. Ela provavelmente estava exausta. Quando ela finalmente chegasse, ela ficaria aliviada e feliz com a conclusão de sua jornada. Mas Isabel diz algo bastante inspirador naquele momento, que eleva a alegria de todos os presentes, inclusive a alegria de Mãe Maria. Isabel diz: “No momento em que a tua saudação chegou aos meus ouvidos, a criança saltou de alegria no meu ventre” (Lucas 1:44). Mais uma vez, imagine a cena. Foi esta criança no ventre de Isabel, João Batista, que imediatamente percebeu a presença do Senhor e saltou de alegria. E foi Isabel quem imediatamente percebeu a alegria de seu filho vivendo em seu ventre. Quando Isabel expressou isso a Maria, que já estava feliz por concluir sua jornada, Maria ficou repentinamente mais feliz ao perceber que havia trazido para Isabel e João o Salvador do Mundo vivendo em seu ventre.

Leia mais:  Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (10/06/2024)

Esta história deve nos ensinar muito sobre o que é mais importante na vida. Sim, é importante estender a mão aos outros com amor. É importante cuidar de nossos parentes e amigos quando eles mais precisam de nós. É importante sacrificar nosso tempo e energia pelo bem dos outros, porque por meio desses atos de serviço humilde, certamente compartilhamos o amor de Deus. Mas o mais importante, devemos levar o próprio Cristo Jesus aos outros. Isabel não estava cheia de alegria em primeiro lugar porque Maria estava lá para ajudá-la em sua gravidez. Em vez disso, ela ficou muito feliz principalmente porque Maria trouxe para ela Jesus, seu Senhor, vivendo em seu ventre.

Embora não tragamos Cristo da mesma forma que nossa Mãe Santíssima, devemos fazer disso nossa missão central na vida. Primeiro, devemos cultivar um amor e uma devoção ao nosso Senhor tão profundos que Ele realmente habite dentro de nós. Então, devemos levar Aquele que habita em nós para os outros. Este é, sem dúvida, o maior ato de caridade que poderemos oferecer ao próximo.

Reflita, hoje, não apenas sobre sua missão de convidar seu Senhor a habitar em você, como nossa Mãe Santíssima fez, mas também sobre seu dever cristão de, então, levar aos outros Aquele que habita em você. Os outros encontram Cristo vivendo dentro de você com alegria? Eles sentem a presença Dele em sua vida e respondem com gratidão? Independentemente da resposta deles, comprometa-se com este santo chamado de levar Cristo aos outros como um ato de amor profundo.

Leia mais:  Liturgia Diária – Memória de São Barnabé Apóstolo, Terça-feira (11/06/2024)

Oração do Dia

Senhor, por favor, habite dentro de mim. Vem e transforma-me pela tua santa presença. Quando você vier a mim, ajude-me a me tornar um missionário de sua presença divina, levando-o aos outros para que eles possam encontrar a alegria de sua presença. Faça de mim um instrumento puro, querido Senhor, e use-me para inspirar todos os que encontro todos os dias. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A palavra “liturgia” já era comum na antiguidade, mas depois dos séculos VIII e IX é que a liturgia passou a ser usada pela igreja grega e fazendo parte da igreja católica também.

A Liturgia Diária é utilizada nas missas e existe uma liturgia diferente para cada dia do ano. A Liturgia Diária é composta por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Mas em alguns dias, também podem ter duas ou mais Leituras também.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *