Liturgia Diária – 4ª Semana do Advento, Sexta-feira (23/12/2022)

Liturgia Diária

Liturgia Diária da 4ª Semana do Advento, Sexta-feira, 23 de dezembro de 2022.

Receba diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso portal. Saiba aqui qual o Evangelho de Hoje e leia a reflexão da Liturgia aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Malaquias 3,1-4.23-24

Leitura da Profecia de Malaquias:

Assim fala o Senhor Deus: 1 Eis que envio meu anjo, e ele há de preparar o caminho para mim; logo chegará ao seu templo o Dominador, que tentais encontrar, e o anjo da aliança, que desejais. Ei-lo que vem, diz o Senhor dos exércitos; 2 e quem poderá fazer-he frente, no dia de sua chegada? E quem poderá resistir-lhe, quando ele aparecer? Ele é como o fogo da forja e como a barrela dos lavadeiros; 3 e estará a postos, como para fazer derreter e purificar a prata: assim ele purificará os filhos de Levi e os refinará como ouro e como prata, e eles poderão assim fazer oferendas justas ao Senhor. 4 Será então aceitável ao Senhor a oblação de Judá e de Jerusalém, como nos primeiros tempos e nos anos antigos. 23 Eis que eu vos enviarei o profeta Elias, antes que venha o dia do Senhor, dia grande e terrível; 24 o coração dos pais há de voltar-se para os filhos, e o coração dos filhos para seus pais, para que eu não intervenha, ferindo de maldição a vossa terra.’

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 24 (25)

– Levantai vossa cabeça e olhai, pois, a vossa redenção se aproxima!

– Mostrai-me, ó Senhor, vossos caminhos, e fazei-me conhecer a vossa estrada! Vossa verdade me oriente e me conduza, porque sois o Deus da minha salvação!

– O Senhor é piedade e retidão, e reconduz ao bom caminho os pecadores. Ele dirige os humildes na justiça, e aos pobres ele ensina o seu caminho.

– Verdade e amor são os caminhos do Senhor para quem guarda sua Aliança e seus preceitos. O Senhor se torna íntimo aos que o temem e lhes dá a conhecer sua Aliança.

Leia mais:  Liturgia Diária – 1ª Semana da Quaresma, Quarta-feira (21/02/2024)

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas 1,57-66

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Ó rei e Senhor das nações e pedra angular da Igreja, vinde salvar a mulher e o homem, que, um dia, formastes do barro.

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Lucas:

57 Completou-se o tempo da gravidez de Isabel, e ela deu à luz um filho. 58 Os vizinhos e parentes ouviram dizer como o Senhor tinha sido misericordioso para com Isabel, e alegraram-se com ela. 59 No oitavo dia, foram circuncidar o menino, e queriam dar-lhe o nome de seu pai, Zacarias. 60 A mãe porém disse: ‘Não! Ele vai chamar-se João.’ 61 Os outros disseram: ‘Não existe nenhum parente teu com esse nome!’ 62 Então fizeram sinais ao pai, perguntando como ele queria que o menino se chamasse. 63 Zacarias pediu uma tabuinha, e escreveu: ‘João é o seu nome.’ 64 No mesmo instante, a boca de Zacarias se abriu, sua língua se soltou, e ele começou a louvar a Deus. 65 Todos os vizinhos ficaram com medo, e a notícia espalhou-se por toda a região montanhosa da Judéia. 66 E todos os que ouviam a notícia, ficavam pensando: ‘O que virá a ser este menino?’ De fato, a mão do Senhor estava com ele.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Esta linha revela a feliz conclusão da falha inicial de Zacarias em acreditar no que Deus lhe revelou. Lembre-se que nove meses antes, quando Zacarias estava cumprindo seu dever sacerdotal de oferecer sacrifício no Santo dos Santos no Templo, ele recebeu a visita do glorioso Arcanjo Gabriel, que está diante de Deus. Gabriel revelou a Zacarias a boa notícia de que sua esposa conceberia em sua velhice e que esta criança seria aquela que prepararia o povo de Israel para a vinda do Messias. Que privilégio incrível isso teria sido! Mas Zacarias não acreditou. E como resultado, o Arcanjo o deixou mudo durante os nove meses de gravidez de sua esposa.

Leia mais:  Liturgia Diária – Cátedra de São Pedro, Apóstolo - Festa, Quinta-feira (22/02/2024)

Os castigos do Senhor são sempre dons de Sua graça. Zacarias não foi punido por despeito ou por motivos punitivos. Em vez disso, essa punição era mais como uma penitência. Ele recebeu a humilhante penitência de perder a capacidade de falar por nove meses por um bom motivo. Parece que Deus sabia que Zacarias precisava de nove meses para refletir silenciosamente sobre o que o Arcanjo havia dito. Ele precisou de nove meses para refletir sobre a gravidez milagrosa de sua esposa. E ele precisou de nove meses para ponderar quem seria essa criança. E esses nove meses produziram o efeito desejado de uma conversão total do coração.

Depois que a criança nasceu, esperava-se que esse filho primogênito recebesse o nome do pai, Zacarias. Mas o Arcanjo havia dito a Zacarias que a criança deveria se chamar João. Portanto, no oitavo dia, o dia da circuncisão de seu filho, quando ele foi apresentado ao Senhor, Zacarias escreveu em uma tábua que o nome do bebê era João. Este foi um ato de fé e um sinal de que ele havia mudado totalmente da descrença para a crença. E foi esse ato de fé que desfez sua dúvida anterior.

Cada uma de nossas vidas será marcada por falhas em acreditar no nível mais profundo da fé. Por essa razão, Zacarias é um modelo para nós de como devemos lidar com nossos fracassos. Lidamos com eles permitindo que as consequências dos fracassos do passado nos mudem para melhor. Aprendemos com nossos erros e avançamos com novas resoluções. Foi isso que Zacarias fez, e é isso que devemos fazer se quisermos aprender com seu bom exemplo.

Leia mais:  Liturgia Diária – 1ª Semana da Quaresma, Terça-feira (20/02/2024)

Reflita, hoje, sobre qualquer pecado que você cometeu e que teve consequências dolorosas em sua vida. Enquanto você pondera sobre esse pecado, a verdadeira questão é para onde você vai a partir daqui. Você permite que o pecado do passado, ou a falta de fé, domine e controle sua vida? Ou você usa seus fracassos do passado para tomar novas resoluções e decisões para o futuro, a fim de aprender com seus erros? É preciso coragem, humildade e força para imitar o exemplo de Zacarias. Procure trazer essas virtudes para sua vida neste dia.

Oração do Dia

Senhor, sei que me falta fé em minha vida. Eu falho em acreditar em tudo o que você fala para mim. Como resultado, muitas vezes não consigo colocar Suas palavras em ação. Querido Senhor, quando eu sofrer por causa da minha fraqueza, ajude-me a saber que este e todo sofrimento pode resultar em dar glória a Ti se eu renovar minha fé. Ajuda-me, como Zacarias, a voltar sempre a Ti e usa-me como instrumento de Tua glória manifesta. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Por volta do século XVI, a liturgia diária não tinha uma padronização ou norma, mas, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo toda a sua importância à Sagrada Escritura.

A liturgia é definida pela primeira leitura, segunda leitura, além do evangelho e salmo do dia. A Liturgia do Dia faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica e é única para cada dia do ano. Sendo assim, todas as igrejas católicas realizam a mesma leitura naquele dia determinado.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.