Liturgia Diária – 6º Domingo do Tempo Comum (13/02)

Liturgia Diária de domingo, 13 de fevereiro de 2022.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Salmo do dia e a Reflexão do Evangelho de Hoje com reflexão. Leia aqui a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Jr 17,5-8)

Leitura do Livro do profeta Jeremias:

5Isto diz o Senhor: “Maldito o homem que confia no homem e faz consistir sua força na carne humana, enquanto o seu coração se afasta do Senhor; 6como os cardos no deserto, ele não vê chegar a floração, prefere vegetar na secura do ermo, em região salobra e desabitada.

7Bendito o homem que confia no Senhor, cuja esperança é o Senhor; 8é como a árvore plantada junto às águas, que estende as raízes em busca de umidade; por isso não teme a chegada do calor: sua folhagem mantém-se verde, não sofre míngua em tempo de seca e nunca deixa de dar frutos”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo Responsorial (Sl 1)

— É feliz quem a Deus se confia!

— Feliz é todo aquele que não anda/ conforme os conselhos dos perversos;/ que não entra no caminho dos malvados,/ nem junto aos zombadores vai sentar-se;/ mas encontra seu prazer na lei de Deus/ e a medita, dia e noite, sem cessar.

— Eis que ele é semelhante a uma árvore,/ que à beira da torrente está plantada;/ ela sempre dá seus frutos a seu tempo/ e jamais as suas folhas vão murchar./ Eis que tudo o que ele faz vai prosperar.

— Mas bem outra é a sorte dos perversos./ Ao contrário, são iguais à palha seca/ espalhada e dispersada pelo vento./ Pois Deus vigia o caminho dos eleitos,/ mas a estrada dos malvados leva à morte.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana Comum, Quinta-feira (27/01)

2ª Leitura

Segunda Leitura (1Cor 15,12.16-20)

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios:

Irmãos: 12Se se prega que Cristo ressuscitou dos mortos, como podem alguns dizer entre vós que não há ressurreição dos mortos? 16Pois, se os mortos não ressuscitam, então Cristo também não ressuscitou. 17E se Cristo não ressuscitou, a vossa fé não tem nenhum valor e ainda estais nos vossos pecados. 18Então, também os que morreram em Cristo pereceram.

19Se é para esta vida que pusemos a nossa esperança em Cristo, nós somos — de todos os homens — os mais dignos de compaixão. 20Mas, na realidade, Cristo ressuscitou dos mortos como primícias dos que morreram.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Evangelho do Dia

Anúncio do Evangelho (Lc 6,17.20-26)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós!

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo † segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor!

Naquele tempo, 17Jesus desceu da montanha com os discípulos e parou num lugar plano. Ali estavam muitos dos seus discípulos e grande multidão de gente de toda a Judeia e de Jerusalém, do litoral de Tiro e Sidônia.

20E, levantando os olhos para os seus discípulos, disse: “Bem-aventurados vós, os pobres, porque vosso é o Reino de Deus!

21Bem-aventurados vós, que agora tendes fome, porque sereis saciados! Bem-aventurados vós, que agora chorais, porque havereis de rir!

22Bem-aventurados sereis, quando os homens vos odiarem, vos expulsarem, vos insultarem e amaldiçoarem o vosso nome, por causa do Filho do Homem! 23Alegrai-vos, nesse dia, e exultai, pois será grande a vossa recompensa no céu; porque era assim que os antepassados deles tratavam os profetas.

Leia mais:  Liturgia Diária - Terça-feira, 7ª Semana da Páscoa, 18/05/2021

24Mas, ai de vós, ricos, porque já tendes vossa consolação! 25Ai de vós, que agora tendes fartura, porque passareis fome! Ai de vós, que agora rides, porque tereis luto e lágrimas! 26Ai de vós quando todos vos elogiam! Era assim que os antepassados deles tratavam os falsos profetas”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

É preciso muita fé para “regozijar-se e pular de alegria” depois de experimentar ódio e perseguição de outro. Mesmo quando alguém é perseguido por causa de sua fé em Cristo, é preciso muita fé e muito amor para se alegrar sinceramente.

Mas com isso dito, esse nível de fé e amor é possível! Se não fosse, nosso Senhor não teria dado este ensinamento. É um ensinamento para viver o ideal mais elevado. É um chamado para viver em bem-aventurança.

Embora valha a pena gastar tempo com cada uma das bem-aventuranças e tentar aplicá-las em nossas vidas, também é válido olhar para o fato mais geral de que Jesus não nos chama à mediocridade; antes, Ele nos chama às alturas da perfeição. É nessas alturas que nossas almas encontram a maior recompensa.

Reflita, hoje, sobre esta bem-aventurança. Talvez você nunca tenha experimentado perseguição e ódio como resultado de seguir a Jesus. Mas mesmo que não tenha, tente se colocar nessa situação e tente descobrir honestamente como você reagiria. Você seria capaz de permitir que a perseguição “rolasse de suas costas”, por assim dizer? Você seria capaz de aceitar a injustiça em sua vida sem permitir que ela perturbasse sua paz interior? Ou você ficaria amargo e zangado como resultado da mágoa que sentiria?

Leia mais:  Liturgia Diária – 5ª Semana da Quaresma, Terça-feira (05/04)

Tente colocar seus olhos nos ideais da vida cristã. Se você almejar algo menor, corre o risco de realmente atingir esse objetivo inferior. Mas se você colocar seus olhos no alto chamado das bem-aventuranças, então descobrirá que nosso Senhor continuamente o atrairá para mais perto de Seu coração, purificando-o, fortalecendo-o, enchendo-o de mais fé, esperança e amor, e trazendo-o para um nível de santidade cada vez mais abençoado. Vale a pena mirar no ideal!

Oração do Dia

Senhor da perfeição, por favor, faça-me santo. Ajuda-me a manter meus olhos em Ti e nas virtudes e bem-aventuranças que Tu me chamas a viver. Que eu nunca me conforme com uma vida medíocre. Em vez disso, que eu me esforce apenas por uma vida de perfeição e santidade, fazendo de Ti o centro de tudo o que anseio. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Publicado por: Mundo dos Católicos

Artigos relacionados

Liturgia Diária – 5ª Semana da Páscoa, Terça-feira (17/05)

Liturgia Diária – 5ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (16/05)

Liturgia Diária – 5º Domingo da Páscoa (15/05)

Liturgia Diária – São Matias, Apóstolo – Festa, Sábado (14/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (13/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (12/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quarta-feira (11/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Terça-feira (10/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (09/05)

Liturgia Diária – 4º Domingo da Páscoa (08/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sábado (07/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (06/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (05/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Quarta-feira (04/05)

Liturgia Diária – São Felipe e São Tiago, Apóstolos – Festa, Terça-feira (03/05)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.