Liturgia Diária – 7º Domingo do Tempo Comum (19/02/2023)

Evangelho de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária do 7º Domingo do Tempo Comum, 19 de fevereiro de 2023.

Confira diariamente o Evangelho do Dia Comentado dos Católicos em nosso site. Receba a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Levítico 19,1-2.17-18

Leitura do Livro do Levítico:

1O Senhor falou a Moisés, dizendo: 2’Fala a toda a comunidade dos filhos de Israel, e dize-lhes: Sede santos, porque eu, o Senhor vosso Deus, sou santo. 17Não tenhas no coração ódio contra teu irmão. Repreende o teu próximo, para não te tornares culpado de pecado por causa dele. 18Não procures vingança, nem guardes rancor dos teus compatriotas. Amarás o teu próximo como a ti mesmo. Eu sou o Senhor.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 102 (103)

– Bendize, ó minha alma, ao Senhor, pois ele é bondoso e compassivo!

– Bendize, ó minha alma, ao Senhor, e todo o meu ser, seu santo nome! Bendize, ó minha alma, ao Senhor, não te esqueças de nenhum de seus favores!

– Pois ele te perdoa toda culpa, e cura toda a tua enfermidade; da sepultura ele salva a tua vida e te cerca de carinho e compaixão.

– O Senhor é indulgente, é favorável, é paciente, é bondoso e compassivo. Não nos trata como exigem nossas faltas, nem nos pune em proporção às nossas culpas.

– Quanto dista o nascente do poente, tanto afasta para longe nossos crimes. Como um pai se compadece de seus filhos, o Senhor tem compaixão dos que o temem.

2ª Leitura

Segunda leitura: Coríntios 3,16-23

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios:

Irmãos: 16Acaso não sabeis que sois santuário de Deus e que o Espírito de Deus mora em vós? 17Se alguém destruir o santuário de Deus, Deus o destruirá, pois o santuário de Deus é santo, e vós sois esse santuário. 18Ninguém se iluda: Se algum de vós pensa que é sábio nas coisas deste mundo, reconheça sua insensatez, para se tornar sábio de verdade; 19pois a sabedoria deste mundo é insensatez diante de Deus. Com efeito, está escrito: ‘Aquele que apanha os sábios em sua própria astúcia’, 20e ainda: ‘O Senhor conhece os pensamentos dos sábios; sabe que são vãos’. 21Portanto, que ninguém ponha a sua glória em homem algum. Com efeito, tudo vos pertence: 22Paulo, Apolo, Cefas, o mundo, a vida, a morte, o presente, o futuro; tudo é vosso, 23mas vós sois de Cristo, e Cristo é de Deus.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sábado (20/04/2024)

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 5, 38-48

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– É perfeito o amor de Deus em quem guarda sua palavra (1Jo 2,5):

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo, disse Jesus a seus discípulos: 38Vós ouvistes o que foi dito: ‘Olho por olho e dente por dente!’ 39Eu, porém, vos digo: Não enfrenteis quem é malvado! Pelo contrário, se alguém te dá um tapa na face direita, oferece-lhe também a esquerda! 40Se alguém quiser abrir um processo para tomar a tua túnica, dá-lhe também o manto! 41Se alguém te forçar a andar um quilômetro, caminha dois com ele! 42Dá a quem te pedir e não vires as costas a quem te pede emprestado. 43Vós ouvistes o que foi dito: ‘Amarás o teu próximo e odiarás o teu inimigo!’ 44Eu, porém, vos digo: Amai os vossos inimigos e rezai por aqueles que vos perseguem! 45Assim, vos tornareis filhos do vosso Pai que está nos céus, porque ele faz nascer o sol sobre maus e bons, e faz cair a chuva sobre justos e injustos. 46Porque, se amais somente aqueles que vos amam, que recompensa tereis? Os cobradores de impostos não fazem a mesma coisa? 47E se saudais somente os vossos irmãos, o que fazeis de extraordinário? Os pagãos não fazem a mesma coisa? 48Portanto, sede perfeitos como o vosso Pai celeste é perfeito.’

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Em nenhum lugar do Antigo Testamento diz que devemos odiar nossos inimigos. Observe que Jesus não disse “Está escrito…” Em vez disso, Ele diz: “Vocês ouviram que foi dito…” Então, quem disse isso? Algumas tradições entre os escribas e fariseus mantinham essa crença errônea. Porque alguns ocupavam essa posição, Jesus abordou isso.

Nesta passagem e em muitas outras, Jesus nos chama a uma nova profundidade de amor que muitos pensavam ser impossível. Na verdade, até o próprio Jesus reconheceu a altura de Seu ensinamento quando, na conclusão desta passagem, Ele disse: “Portanto, sede perfeitos, como é perfeito o vosso Pai celestial”. Muitas vezes na vida nos contentamos com tudo menos com a perfeição. E embora nunca alcancemos esse nível de santidade nesta vida, deve ser nosso objetivo constante. Em relação aos nossos “inimigos”, o amor perfeito por eles deve se tornar nossa missão diária.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

Então, quem é meu “inimigo?” Embora Jesus não defina isso para nós, devemos considerá-lo como qualquer pessoa com quem haja algum tipo de tensão ou discórdia. Talvez haja alguém que o odeie ou não goste de você e fale mal de você ou o trate mal. Ou talvez haja alguém de quem você não gosta e fica com raiva ou até mesmo crítico. Portanto, comece tentando identificar qualquer pessoa com quem você tenha falta de afeição perfeita. Na verdade, pode haver muito mais pessoas nessa lista do que na lista daqueles que você “ama”.

Depois de identificar aqueles que se enquadram na categoria de inimigos de uma forma ou de outra, considere se você os ama. Um Pai da Igreja diz que amamos nosso inimigo “quando não estamos tristes com seu sucesso, nem nos regozijamos com sua queda”. Esta é uma definição muito útil a considerar. Em última análise, esta é a definição de inveja.

Se alguém de quem você não gosta consegue algo louvável, como você reage interiormente? Se houver uma reação visceral imediata ou se você tentar descobrir por que eles devem ser parabenizados, então você pode lutar contra esse pecado. Ou considere o que você pensa, diz ou sente se ouvir que alguém de quem você não gosta tem algum problema, se mete em enrascadas ou se depara com algum infortúnio. A resposta ideal é a empatia e o desejo de seu bem-estar. Se esta não for a resposta dentro de você, então preste atenção nisso.

Jesus conclui Seu ensinamento dizendo que Seu Pai “faz nascer o seu sol sobre maus e bons, e faz cair a chuva sobre justos e injustos”. Em outras palavras, Deus concede Seu perfeito amor e misericórdia a todos igualmente. A única diferença é que algumas pessoas escolhem aceitar essa misericórdia e outras a rejeitam. Quanto a nós mesmos, assim como nosso Deus amoroso, devemos oferecer amor e misericórdia a todos igualmente e da forma mais completa possível. E embora alguns possam rejeitar esse amor, assim como rejeitam o amor de Deus, ele sempre deve ser oferecido e nunca rescindido. Isso é amor ao próximo e também amor aos nossos inimigos.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (19/04/2024)

Reflita, hoje, sobre aqueles com quem você luta para amar com perfeição. Talvez essa lista seja longa. Comece com aqueles que você encontra com mais frequência ou aqueles a quem você tem uma forte reação negativa. Ao chamá-los à mente, ore por eles, pelo bem deles e pelas bênçãos de Deus sobre eles. Tente ver alguma bondade neles. Tente agradecer a Deus por eles e tente remover quaisquer sentimentos ou pensamentos desordenados que você possa ter sobre eles. Este é o primeiro passo em sua missão para cumprir o novo mandamento de amor de Jesus.

Oração do Dia

Meu amado Senhor, Tu me amas e concede Sua misericórdia ilimitada a todas as pessoas, tanto as boas quanto as más. Rogo para que eu esteja sempre aberto a esse amor e o receba profundamente em minha própria vida. Oro também para que Seu amor possa brilhar através de mim na vida daqueles que mais precisam. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até o século XVI não existia uma norma ou regra que indicava a obrigatoriedade da liturgia diária, no entanto, foram Pio V e Clemente III que implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais importância à Sagrada Escritura na liturgia.

A liturgia é formada pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e é parte de toda missa da Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, para cada dia, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura neste mesmo dia.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *