Liturgia Diária – São Pio X, papa – Memória, Segunda-feira (21/08/2023)

Liturgia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Segunda-feira, 21 de agosto de 2023.

Confira diariamente a Homilia do Evangelho do Dia dos Católicos em nosso site. Acompanhe a Primeira Leitura, Evangelho do dia e Homilia do Evangelho de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Juízes 2, 11-19

Leitura do livro dos Juízes:

Naqueles dias: 11Os filhos de Israel fizeram o que desagrada ao Senhor, servindo a deuses cananeus. 12Abandonaram o Senhor, o Deus de seus pais, que os havia tirado do Egito, e seguiram outros deuses dos povos que em torno deles habitavam, e os adoraram, provocando assim a ira do Senhor. 13Afastaram-se do Senhor, para servir a Baal e a Astarte. 14Por isso acendeu-se contra Israel a ira do Senhor, que os entregou nas mãos dos salteadores que os saqueavam, e os vendeu aos inimigos que habitavam nas redondezas. E eles não puderam resistir aos seus adversários. 15Em tudo o que desejassem empreender, a mão do Senhor estava contra eles para sua desgraça, como lhes havia dito e jurado. A sua aflição era extrema. 16Então o Senhor mandou-lhes juízes, que os livrassem das mãos dos saqueadores. 17Eles, porém, nem aos seus juízes quiseram ouvir, e continuavam a prostituir-se com outros deuses, adorando-os. Depressa se afastaram do caminho seguido por seus pais, que haviam obedecido aos mandamentos do Senhor; não procederam como eles. 18Sempre que o Senhor lhes mandava juízes, o Senhor estava com o juiz, e os livrava das mãos dos inimigos enquanto o juiz vivia, porque o Senhor se deixava comover pelos gemidos dos aflitos. 19Mas, quando o juiz morria, voltavam a cair e portavam-se pior que seus pais, seguindo outros deuses, servindo-os e adorando-os. Não desistiram de suas obras perversas nem da sua conduta obstinada.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 105 (106)

Lembrai-vos de nós ó Senhor, segundo o amor para com vosso povo!

– Não quiseram suprimir aqueles povos, que o Senhor tinha mandado exterminar; misturaram-se, então, com os pagãos, e aprenderam seus costumes depravados.

– Aos ídolos pagãos prestaram culto, que se tornaram armadilha para eles; pois imolaram até mesmo os próprios filhos, sacrificaram suas filhas aos demônios.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa – Sábado (13/04/2024)

– Contaminaram-se com suas próprias obras, prostituíram-se em crimes incontáveis. Acendeu-se a ira de Deus contra o seu povo, e o Senhor abominou a sua herança.

– Quantas vezes o Senhor os libertou! Eles, porém, por malvadez o provocavam, Mas o Senhor tinha piedade do seu povo, quando ouvia o seu grito na aflição.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 19, 16-22

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Felizes os humildes de espírito, porque deles é o reno dos céus (Mt 5, 3)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo, 16alguém aproximou-se de Jesus e disse: ‘Mestre, o que devo fazer de bom para possuir a vida eterna?’ 17Jesus respondeu: ‘Por que tu me perguntas sobre o que é bom? Um só é o Bom. Se tu queres entrar na vida, observa os mandamentos.’ 18O homem perguntou: ‘Quais mandamentos?’ Jesus respondeu: ‘Não matarás, não cometerás adultério, não roubarás, não levantarás falso testemunho, 19honra teu pai e tua mãe, e ama teu próximo como a ti mesmo.’ 20O jovem disse a Jesus: ‘Tenho observado todas essas coisas. O que ainda me falta?’ 21Jesus respondeu: ‘Se tu queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens, dá o dinheiro aos pobres e terás um tesouro no céu. Depois, vem e segue-me.’ 22Quando ouviu isso, o jovem foi embora cheio de tristeza, porque era muito rico.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Esta é a conclusão da conversa que Jesus teve com um jovem rico que veio a Ele e perguntou: “Mestre, que devo fazer de bom para ganhar a vida eterna?” Jesus passou a dizer-lhe para guardar os mandamentos. O jovem disse que faz isso desde a juventude e queria saber o que mais poderia fazer. Então Jesus respondeu à sua pergunta. Mas a resposta foi mais do que o jovem poderia aceitar.

“Se queres ser perfeito, vai, vende tudo o que tens e dá-o aos pobres, e terás um tesouro no céu. Então venha, siga-me.” Você quer ser perfeito? Se assim for, então Jesus estabeleceu um alto padrão para tal objetivo. Parece que muitos seguidores de Cristo concordam em simplesmente estar bem. Em outras palavras, parece que é raro encontrar uma pessoa que esteja totalmente comprometida com a perfeição. Muitos podem ter boas intenções, mas parece que são poucos os que se empenham plenamente em tudo o que é preciso para alcançar verdadeiramente a perfeição a que todos somos chamados.

Leia mais:  Liturgia Diária – Santo Estanislau, bispo e mártir - Memória – Quinta-feira (11/04/2024)

É interessante notar que a resposta inicial de Jesus a esse jovem rico explicou os requisitos para entrar na vida eterna, ou seja, o requisito mínimo para obter o Céu. Simplificando, Jesus disse que se você se abstiver de pecados graves guardando os mandamentos, herdará a vida eterna. Claro, isso também pressupõe que você tenha o dom da fé e, portanto, esteja aberto ao dom da salvação. Então é com isso que você está contente? Você está satisfeito em fazer o mínimo necessário para chegar ao Céu?

A ideia de perfeição pode parecer estar além de nós. Muitas vezes podemos pensar: “Sou apenas humano”. Mas, como humanos chamados por Deus, somos convidados a trabalhar em direção ao objetivo alcançável de maior santidade. Embora sempre fiquemos aquém, devemos nos esforçar para nos tornarmos tão santos quanto pudermos, não escondendo nada.

Embora o convite feito a esse jovem de “vá, venda o que você tem e dê aos pobres” não seja um requisito que nosso Senhor impõe a todos, Ele chama alguns para fazer isso literalmente. Mas para todos os outros, o convite ainda permanece – mas no sentido espiritual, e não no sentido literal. Este é o chamado espiritual à pobreza interior de espírito. Cada um de nós é chamado a desapegar-se interiormente das coisas deste mundo de modo completo, ainda que guardemos as nossas posses. Devemos ter como nossa única possessão o amor de Deus e o serviço de Sua vontade. Essa profundidade de desapego espiritual significa que Deus e Sua santa vontade são tudo o que desejamos na vida. E se Ele algum dia nos chamasse para literalmente desistir de tudo, faríamos isso sem hesitação. E embora isso possa parecer extremo, é, de fato, exatamente o que mais nos beneficiará. É a única maneira de nos tornarmos totalmente humanos e plenamente a pessoa que deveríamos ser. E a recompensa final não é apenas a conquista do Céu, mas uma quantidade incompreensível de glória no Céu. Quanto mais santos nos tornarmos aqui na terra, maior será nossa recompensa eterna no Céu. Não hesite em fazer tudo o que puder para acumular esse tesouro que estará com você para sempre.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (12/04/2024)

Reflita, hoje, sobre o alto chamado à perfeição dado a você por Deus. Pergunte a si mesmo de uma forma muito sincera se você está simplesmente bem em estar bem ou se você quer muito mais. Você quer as maiores riquezas do Céu? Você quer que sua eternidade seja aquela em que os tesouros espirituais que você constrói agora estejam com você para sempre? Não hesite em aceitar este alto chamado de Jesus. Permita que Seu convite a este jovem rico ecoe em seu coração como Seu convite pessoal a você também. Diga “Sim” a Ele e saiba que você será eternamente grato por ter feito isso.

Oração do Dia

Meu amado Senhor, convidaste o jovem rico a buscar a perfeição. Tu também convida a mim e a todos os Seus filhos para este chamado sagrado e elevado. Dá-me a graça de que preciso para me desapegar de tudo o que impede esse objetivo para que eu possa fazer de ti e da tua santa vontade o objetivo central e único da minha vida. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A palavra “liturgia” já era comum na antiguidade, mas depois dos séculos VIII e IX é que a liturgia passou a ser usada pela igreja grega e fazendo parte da igreja católica também.

A Liturgia Diária é utilizada nas missas e existe uma liturgia diferente para cada dia do ano. A Liturgia Diária é composta por 3 partes: a Leitura, o Salmo e o Evangelho do dia. Mas em alguns dias, também podem ter duas ou mais Leituras também.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *