Liturgia Diária – 14º Domingo do Tempo Comum (09/07/2023)

Salmo de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Domingo, 9 de julho de 2023.

Receba diariamente a Liturgia do Dia em nosso site. Confira as Leituras das Homilias de Hoje e Evangelho do dia. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Zacarias 9, 9-10

Leitura da Profecia de Zacarias:

Assim diz o Senhor: Exulta, cidade de Sião! Rejubila, cidade de Jerusalém. Eis que vem teu rei ao teu encontro, ele é justo, ele salva; é humilde e vem montado num jumento, um potro, cria de jumenta. 10Eliminarei os carros de Efraim, os cavalos de Jerusalém; ele quebrará o arco de guerreiro, anunciará a paz às nações. Seu domínio se estenderá de um mar a outro mar, e desde o rio até aos confins da terra.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 144 (145)

– Bendirei, eternamente, vosso nome, ó Senhor!

– Ó meu Deus, quero exaltar-vos, ó meu Rei, e bendizer o vosso nome pelos séculos. Todos os dias haverei de bendizer-vos, hei de louvar o vosso nome para sempre.

– Misericórdia e piedade é o Senhor, ele é amor, é paciência, é compaixão. O Senhor é muito bom para com todos, sua ternura abraça toda criatura.

– Que vossas obras, ó Senhor, vos glorifiquem, e os vossos santos com louvores vos bendigam! Narrem a glória e o esplendor do vosso reino e saibam proclamar vosso poder!

– O Senhor é amor fiel em sua palavra, é santidade em toda obra que ele faz. Ele sustenta todo aquele que vacila e levanta todo aquele que tombou.

2ª Leitura

Segunda leitura: Romanos 8, 9.11-13

Leitura da Carta de São Paulo aos Romanos:

Irmãos: 9Vós não viveis segundo a carne, mas segundo o espírito, se realmente o Espírito de Deus mora em vós. Se alguém não tem o Espírito de Cristo, não pertence a Cristo. 11E, se o Espírito daquele que ressuscitou Jesus dentre os mortos mora em vós, então aquele que ressuscitou Jesus Cristo dentre os mortos vivificará também vossos corpos mortais por meio do seu Espírito que mora em vós. 12Portanto, irmãos, temos uma dívida, mas não para com a carne, para vivermos segundo a carne. 13Pois, se viverdes segundo a carne, morrereis, mas se, pelo espírito, matardes o procedimento carnal, então vivereis.

Leia mais:  Liturgia Diária – Memória de São Barnabé Apóstolo, Terça-feira (11/06/2024)

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 11, 25-30

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

-Eu te louvo, ó Pai santo, Deus do céu, Senhor da terra; os mistérios do teu reino aos pequenos, Pai, revelas! (Mt 11,25)

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Naquele tempo, Jesus pôs-se a dizer: 25’Eu te louvo, ó Pai, Senhor do céu e da terra, porque escondeste estas coisas aos sábios e entendidos e as revelaste aos pequeninos. 26Sim, Pai, porque assim foi do teu agrado. 27Tudo me foi entregue por meu Pai, e ninguém conhece o Filho, senão o Pai, e ninguém conhece o Pai, senão o Filho e aquele a quem o Filho o quiser revelar. 28Vinde a mim todos vós que estais cansados e fatigados sob o peso dos vossos fardos, e eu vos darei descanso. 29Tomai sobre vós o meu jugo e aprendei de mim, porque sou manso e humilde de coração, e vós encontrareis descanso. 30Pois o meu jugo é suave e o meu fardo é leve.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Por volta do ano 167 aC, dois novos grupos de líderes religiosos surgiram dentro do judaísmo: os escribas e os fariseus. Na época em que Jesus andou na Terra, esses líderes religiosos haviam desenvolvido muitos costumes, falsas doutrinas e práticas religiosas que alegavam derivar da Lei de Moisés. No entanto, Jesus condenou seus ensinos como escrupulosos, egocêntricos e hipócritas. O que eles ensinavam era muitas vezes uma distorção da Lei. Lembre-se, por exemplo, que os fariseus condenaram os discípulos por colher espigas de trigo e comê-las no sábado, alegando que isso violava o terceiro mandamento. Claramente, Jesus ensinou que não.

Leia mais:  Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira (12/06/2024)

No Evangelho de hoje, Jesus fala aos “que estão cansados ​​e sobrecarregados” e os convida a carregar o jugo leve e suave que Ele lhes dará. Em outras palavras, Jesus está identificando o fato de que os escribas e fariseus haviam distorcido tanto a Lei de Moisés que a prática da fé judaica se tornara um fardo difícil de carregar. Em contraste, a Nova Lei da graça de Jesus era libertadora, leve e fácil.

Quando você considera os muitos ensinamentos de Jesus, você os vê como fáceis de seguir? Ou eles parecem ser demais às vezes? Por exemplo, Jesus disse para “sede perfeitos, como é perfeito o vosso Pai celestial” (Mateus 5:48). Isso não era apenas um convite, era também uma ordem e uma exigência. Então, os ensinamentos de Jesus são fáceis? Ou eles são esmagadores?

Claro, visto que o próprio Jesus diz que “meu jugo é suave e meu fardo é leve”, então podemos ter certeza de que são. Jesus não apenas nos chama à perfeição moral, mas também nos dá os meios pelos quais podemos obtê-la. Por analogia, digamos que alguém lhe disse para mover uma pedra que pesava 2.000 libras. Você poderia fazer isso? Você poderia se a pessoa também lhe desse um trator grande para usar na tarefa. Nesse caso, seria tão fácil quanto usar a máquina corretamente. Assim é com tudo o que nosso Senhor nos pede. Quando achamos que alguma obrigação moral é difícil ou mesmo opressiva, não estamos contando com a graça que Deus nos deu para cumprir Seu mandamento.

Leia mais:  Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (10/06/2024)

Reflita, hoje, sobre o gentil convite de Jesus para você abraçar o “jugo” da perfeição. Não veja isso como muito. Em vez disso, veja isso como um alegre convite de nosso Senhor. Reflita sobre o fato de que Deus não apenas o chama para as alturas da santidade, mas também fornece os meios para obtê-la. Tenha fé em Seu poder onipotente e abra-se a ele mais plenamente para que você seja capaz de fazer tudo e qualquer coisa que nosso Senhor lhe pedir com facilidade e alegria.

Oração do Dia

Meu gentil Senhor, Você coloca sobre meus ombros Seu próprio jugo para carregar. Digo “sim” a tudo o que me pedes e agradeço-te por me concederes a tua misericórdia. Por favor, remova todo jugo de mim que não é de você, para que eu possa segui-lo com a alegria do fardo leve de sua graça. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Utilizada nas missas, a Liturgia Diária também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a Liturgia Diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a Liturgia Diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *