Liturgia Diária – 1ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira (11/01/2023)

Homilia de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária da 1ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira, 11 de janeiro de 2023.

Leia a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho e Salmo do dia. Receba a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Hebreus 2, 14-18

Leitura da carta aos Hebreus:

14Visto que os filhos têm em comum a carne e o sangue, também Jesus participou da mesma condição, para assim destruir, com a sua morte, aquele que tinha o poder da morte, isto é, o diabo, 15e libertar os que, por medo da morte, estavam a vida toda sujeitos à escravidão. 16Pois, afinal, não veio ocupar-se com os anjos, mas com a descendência de Abraão. 17Por isso devia fazer-se em tudo semelhante aos irmãos, para se tornar um sumo sacerdote misericordioso e digno de confiança nas coisas referentes a Deus, a fim de expiar os pecados do povo. 18Pois, tendo ele próprio sofrido ao ser tentado, é capaz de socorrer os que agora sofrem a tentação.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 104 (105)

– O Senhor se lembra sempre da aliança.

– Dai graças ao Senhor, gritai seu nome, anunciai entre as nações seus grandes feitos! Cantai, entoai salmos para ele, publicai todas as suas maravilhas!

– Gloriai-vos em seu nome que é santo, exulte o coração que busca a Deus! Procurai o Senhor Deus e seu poder, buscai constantemente a sua face!

– Descendentes de Abraão, seu servidor, e filhos de Jacó, seu escolhido, ele mesmo, o Senhor, é nosso Deus, vigoram suas leis em toda a terra.

Leia mais:  Liturgia Diária – Memória de São Barnabé Apóstolo, Terça-feira (11/06/2024)

– Ele sempre se recorda da aliança, promulgada a incontáveis gerações; da aliança que ele fez com Abraão e do seu santo juramento a Isaac.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos 1, 29-39

– Aleluia, Aleluia, Aleluia.

– Minhas ovelhas escutam minha voz, eu as conheço e elas me seguem (Jo 10,27);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Marcos:

Naquele tempo, 29Jesus saiu da sinagoga e foi, com Tiago e João, para a casa de Simão e André. 30A sogra de Simão estava de cama, com febre, e eles logo contaram a Jesus. 31E ele se aproximou, segurou sua mão e ajudou-a a levantar-se. Então a febre desapareceu, e ela começou a servi-los. 32À tarde, depois do pôr do sol, levaram a Jesus todos os doentes e os possuídos pelo demônio. 33A cidade inteira se reuniu em frente da casa. 34Jesus curou muitas pessoas de diversas doenças e expulsou muitos demônios. E não deixava que os demônios falassem, pois sabiam quem ele era. 35De madrugada, quando ainda estava escuro, Jesus se levantou e foi rezar num lugar deserto. 36Simão e seus companheiros foram à procura de Jesus. 37Quando o encontraram, disseram: “Todos estão te procurando”. 38Jesus respondeu: “Vamos a outros lugares, às aldeias da redondeza! Devo pregar também ali, pois foi para isso que eu vim”. 39E andava por toda a Galileia, pregando em suas sinagogas e expulsando os demônios.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Hoje lemos que Jesus mais uma vez “expulsou muitos demônios…” A passagem então acrescenta: “… não deixava que os demônios falassem, pois sabiam quem ele era.”

Leia mais:  Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Quarta-feira (12/06/2024)

Por que Jesus não permitiria que esses demônios falassem? Muitos dos primeiros pais da Igreja explicam que, embora os demônios entendessem que Jesus era o Messias prometido, eles não entendiam totalmente o que isso significava e como Ele realizaria Sua vitória final. Portanto, Jesus não queria que eles falassem apenas meias verdades sobre Ele, como o maligno costuma fazer, enganando assim o povo. Então Jesus sempre proibiu esses demônios de falar sobre Ele publicamente.

É importante entender que todos os espíritos demoníacos falharam em entender toda a verdade de que seria a morte de Jesus que acabaria por destruir a própria morte e libertar todas as pessoas. Por essa razão, vemos que essas forças diabólicas continuamente conspiraram contra Jesus e tentaram atacá-lo durante toda a sua vida. Eles incitaram Herodes quando Jesus era um bebê, o que o forçou ao exílio no Egito. O próprio Satanás tentou Jesus pouco antes do início de Seu ministério público para tentar dissuadir Jesus de Sua missão. Havia muitas forças diabólicas que continuamente atacavam Jesus ao longo de Seu ministério público, especialmente por meio da contínua hostilidade dos líderes religiosos da época. E pode-se presumir que esses demônios podem ter pensado inicialmente que venceram a batalha quando atingiram seu objetivo de crucificar Jesus.

A verdade, no entanto, é que a sabedoria de Jesus continuamente confundiu esses demônios e, finalmente, transformou seu ato maligno de crucificá-lo em uma vitória final sobre o pecado e a própria morte ao ressuscitar dos mortos. Satanás e seus demônios são reais, mas comparados à verdade e à sabedoria de Deus, essas forças diabólicas revelam sua total tolice e fraqueza. Assim como Jesus, precisamos repreender esses tentadores em nossas vidas e ordenar que se calem. Muitas vezes permitimos que suas meias verdades nos enganem e nos confundam.

Leia mais:  Liturgia Diária – 10ª Semana do Tempo Comum, Segunda-feira (10/06/2024)

Reflita, hoje, sobre a importância de repreender com confiança o maligno e as muitas mentiras que ele nos tenta a acreditar. Repreenda-o com a verdade e autoridade de Cristo e não dê atenção ao que ele diz.

Oração do Dia

Meu precioso e todo-poderoso Senhor, eu me volto para você e somente para você como a fonte de toda a verdade e a plenitude da verdade. Que eu ouça apenas a Tua voz e rejeite os muitos enganos do maligno e seus demônios. Em Teu precioso nome, Jesus, repreendo Satanás e todos os espíritos malignos, suas mentiras e tentações. Eu envio esses espíritos ao pé da Tua Cruz, querido Senhor, e abro minha mente e coração somente para Ti. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A Liturgia Diária é vista por muitos como sendo um rito que traz uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *