Liturgia Diária – 3º Domingo da Quaresma (20/03)

Liturgia Diária de domingo, 20 de março de 2022.

Leia diariamente a Liturgia do Dia aqui no Mundo dos Católicos. Primeira Leitura, Salmo do Dia e Evangelho. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Êx 3,1-8a.13-15)

Leitura do Livro do Êxodo:

Naqueles dias, 1Moisés apascentava o rebanho de Jetro, seu sogro, sacerdote de Madiã. Levou, um dia, o rebanho deserto adentro e chegou ao monte de Deus, o Horeb.

2Apareceu-lhe o anjo do Senhor numa chama de fogo, do meio de uma sarça. Moisés notou que a sarça estava em chamas, mas não se consumia, e disse consigo: 3“Vou aproximar-me desta visão extraordinária, para ver por que a sarça não se consome”.

4O Senhor viu que Moisés se aproximava para observar e chamou-o do meio da sarça, dizendo: “Moisés! Moisés!” Ele respondeu: “Aqui estou”.

5E Deus disse: “Não te aproximes! Tira as sandálias dos pés, porque o lugar onde estás é uma terra santa”.

6E acrescentou: “Eu sou o Deus de teus pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó”.

Moisés cobriu o rosto, pois temia olhar para Deus.

7E o Senhor lhe disse: “Eu vi a aflição do meu povo que está no Egito e ouvi o seu clamor por causa da dureza de seus opressores. Sim, conheço os seus sofrimentos. 8aDesci para libertá-los das mãos dos egípcios, e fazê-los sair daquele país para uma terra boa e espaçosa, uma terra onde corre leite e mel”.

13Moisés disse a Deus: “Sim, eu irei aos filhos de Israel e lhes direi: ‘O Deus de vossos pais enviou-me a vós’. Mas, se eles perguntarem: ‘Qual é o seu nome?’, o que lhes devo responder?”

14Deus disse a Moisés: “Eu Sou aquele que sou”. E acrescentou: “Assim responderás aos filhos de Israel: ‘Eu Sou’ enviou-me a vós’”.15E Deus disse ainda a Moisés: “Assim dirás aos filhos de Israel: ‘O Senhor, o Deus de vossos Pais, o Deus de Abraão, o Deus de Isaac e o Deus de Jacó enviou-me a vós’. Este é o meu nome para sempre, e assim serei lembrado de geração em geração”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório (Sl 102)

— O Senhor é bondoso e compassivo.

— Bendize, ó minha alma, ao Senhor,/ e todo o meu ser, seu santo nome!/ Bendize, ó minha alma, ao Senhor,/ não te esqueças de nenhum de seus favores!

Leia mais:  Evangelho do Dia - domingo, 23/08/2020

— Pois ele te perdoa toda culpa,/ e cura toda a tua enfermidade;/ da sepultura ele salva a tua vida/ e te cerca de carinho e compaixão.

— O Senhor é indulgente, é favorável,/ é paciente, é bondoso e compassivo./ Quanto os céus por sobre a terra se elevam,/ tanto é grande o seu amor aos que o temem.

2ª Leitura

Segunda Leitura (1Cor 10,1-6.10-12)

Leitura da Primeira Carta de São Paulo aos Coríntios:

1Irmãos, não quero que ignoreis o seguinte: Os nossos pais estiveram todos debaixo da nuvem e todos passaram pelo mar; 2todos foram batizados em Moisés, sob a nuvem e pelo mar; 3e todos comeram do mesmo alimento espiritual, 4e todos beberam da mesma bebida espiritual; de fato, bebiam de um rochedo espiritual que os acompanhava — e esse rochedo era Cristo —.5No entanto, a maior parte deles desagradou a Deus, pois morreram e ficaram no deserto.

6Esses fatos aconteceram para serem exemplos para nós, a fim de que não desejemos coisas más, como fizeram aqueles no deserto. 10Não murmureis, como alguns deles murmuraram, e, por isso, foram mortos pelo anjo exterminador. 12Portanto, quem julga estar de pé tome cuidado para não cair.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Evangelho do Dia

Anúncio do Evangelho (Lc 13,1-9)

— O Senhor esteja convosco.

— Ele está no meio de nós.

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

1Naquele tempo, vieram algumas pessoas trazendo notícias a Jesus a respeito dos galileus que Pilatos tinha matado, misturando seu sangue com o dos sacrifícios que ofereciam.

2Jesus lhes respondeu: “Vós pensais que esses galileus eram mais pecadores do que todos os outros galileus, por terem sofrido tal coisa? 3Eu vos digo que não. Mas se vós não vos converterdes, ireis morrer todos do mesmo modo.

4E aqueles dezoito que morreram, quando a torre de Siloé caiu sobre eles? Pensais que eram mais culpados do que todos os outros moradores de Jerusalém? 5Eu vos digo que não. Mas, se não vos converterdes, ireis morrer todos do mesmo modo”.

Leia mais:  Evangelho do Dia – Segunda-feira, 2ª Semana da Páscoa, 12/04/2021

6E Jesus contou esta parábola: “Certo homem tinha uma figueira plantada na sua vinha. Foi até ela procurar figos e não encontrou. 7Então disse ao vinhateiro: ‘Já faz três anos que venho procurando figos nesta figueira e nada encontro. Corta-a! Por que está ela inutilizando a terra?’

8Ele, porém, respondeu: ‘Senhor, deixa a figueira ainda este ano. Vou cavar em volta dela e colocar adubo. 9Pode ser que venha a dar fruto. Se não der, então tu a cortarás’”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Todo jardineiro sabe que bons frutos dependem, em parte, da presença de um bom solo. Mas outros fatores também são importantes na produção de bons frutos. A planta deve estar livre de doenças, receber água e sol, ser plantada em ambiente quente, ser podada adequadamente e ter espaço suficiente para crescer. Quando todos os fatores estão presentes, o bom fruto é garantido.

Assim é com nossas vidas. O solo em que devemos ser plantados é a misericórdia de Deus. E este solo é o solo mais rico atingível para a produção das virtudes em nossas vidas. Deus também produz o sol, a chuva e o calor necessário para o nosso crescimento. Mas, analogamente falando, devemos nos deixar podar. Devemos também permitir que o solo seja fertilizado e cultivado de várias maneiras. Embora Jesus seja o jardineiro de nossas vidas, também é justo dizer que somos os jardineiros no sentido de que devemos cooperar com nosso Senhor, contando com os recursos sobrenaturais do Criador para garantir o crescimento saudável de nossas vidas espirituais para que o bom fruto da virtude possa nascer em nossas vidas.

Esta passagem acima é a conclusão da Parábola da Figueira. Pouco antes desta passagem, o dono da vinha, Deus Pai, ordenou que a figueira estéril fosse cortada para que não esgotasse mais o solo. Mas nosso Senhor misericordioso, enviado em missão do Pai para lavrar o solo de nossas vidas, procura oferecer mais uma chance e o Pai obriga por amor. Esta vida é aquele “ano” pelo qual nosso Senhor trabalha fervorosamente para cultivar o solo ao nosso redor. Devemos cooperar através da oração diária, fidelidade aos Seus mandamentos, atos de sacrifício amoroso e entrega à Sua providência. No final, se permitirmos que nosso Senhor faça tudo o que Ele deseja, nossa vida dará bons frutos.

Leia mais:  Liturgia Diária – Terça-feira, 6ª Semana da Páscoa, 11/05/2021

Mas, por outro lado, não se engane sobre o fato de que, se nossas vidas não derem bons frutos, seremos “cortados”. Dar bons frutos não é uma opção, é uma obrigação. É uma indicação clara de nossa saúde espiritual e se tornará a medida de nossa recompensa eterna ou morte eterna. Não se deixe intimidar por uma linguagem tão afiada vinda de nosso Senhor. Ele falou com amor para que saibamos o sério dever que temos de dar bons frutos em nossas vidas.

Reflita, hoje, sobre os sinais exteriores de sua saúde espiritual interior. Você vê as virtudes brotando de sua vida? Você está ciente da obra que Deus deseja fazer em sua alma para cultivá-la e fertilizá-la com graça e misericórdia? Diga “sim” a Ele neste dia e permita que essa graça produza uma abundância de bons frutos.

Oração do Dia

Meu virtuoso Senhor, convido-te a entrar na minha alma para cultivá-la e fertilizá-la com a tua graça. Por favor, poda meus pecados e me ajude a afundar minhas raízes profundamente no alimento de Tua misericórdia. Sinto muito pelas maneiras pelas quais não consegui dar frutos em minha vida. Agora confio-me a Ti para que Teu cuidado cure todos os meus males e fraquezas. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Utilizada nas missas, a Liturgia Diária também pode ser utilizada em outras celebrações. E também pode ser usada em outros momentos como em Grupos de Orações ou para meditar a Palavra do Dia.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é o domingo. É neste dia que os católicos devem ir obrigatoriamente à missa como forma de cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica.

Dessa forma, a Liturgia Diária é a ação do povo de Deus em uniformidade. Durante a celebração da missa, a Liturgia Diária pode ser praticada através de gestos, sinais ou palavras.

Publicado por: Mundo dos Católicos

Artigos relacionados

Liturgia Diária – 5ª Semana da Páscoa, Terça-feira (17/05)

Liturgia Diária – 5ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (16/05)

Liturgia Diária – 5º Domingo da Páscoa (15/05)

Liturgia Diária – São Matias, Apóstolo – Festa, Sábado (14/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (13/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (12/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Quarta-feira (11/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Terça-feira (10/05)

Liturgia Diária – 4ª Semana da Páscoa, Segunda-feira (09/05)

Liturgia Diária – 4º Domingo da Páscoa (08/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sábado (07/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Sexta-feira (06/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Quinta-feira (05/05)

Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa, Quarta-feira (04/05)

Liturgia Diária – São Felipe e São Tiago, Apóstolos – Festa, Terça-feira (03/05)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.