Liturgia Diária – 4º Domingo da Páscoa (30/04/2023)

Liturgia Diária

Liturgia Diária do 4º Domingo da Páscoa, 30 de abril de 2023.

Receba diariamente a Liturgia Diária Católica em nosso site. Acompanhe o Evangelho comentado de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Atos dos Apóstolos 2,14.36-41

Leitura dos Atos dos Apóstolos:

No dia de Pentecostes, 14aPedro, de pé, no meio dos Onze apóstolos, levantou a voz e falou à multidão. 36Que todo o povo de Israel reconheça com plena certeza: Deus constituiu Senhor e Cristo a este Jesus que vós crucificastes.’ 37Quando ouviram isso, eles ficaram com o coração aflito, e perguntaram a Pedro e aos outros apóstolos: ‘Irmãos, o que devemos fazer?’ 38Pedro respondeu: ‘Convertei-vos e cada um de vós seja batizado em nome de Jesus Cristo para o perdão dos vossos pecados. E vós recebereis o dom do Espírito Santo. 39Pois a promessa é para vós e vossos filhos, e para todos aqueles que estão longe, todos aqueles que o Senhor nosso Deus chamar para si.’ 40Com muitas outras palavras, Pedro lhes dava testemunho, e os exortava, dizendo: ‘Salvai-vos dessa gente corrompida!’ 41Os que aceitaram as palavras de Pedro receberam o batismo. Naquele dia, mais ou menos três mil pessoas se uniram a eles.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 22 (23)

– O Senhor é o pastor que me conduz; para as águas repousantes me encaminha.

– O Senhor é o pastor que me conduz; não me falta coisa alguma. Pelos prados e campinas verdejantes ele me leva a descansar. Para as águas repousantes me encaminha, e restaura as minhas forças.

– Ele me guia no caminho mais seguro, pela honra do seu nome. Mesmo que eu passe pelo vale tenebroso, nenhum mal eu temerei; estais comigo com bastão e com cajado; eles me dão a segurança!

– Preparais à minha frente uma mesa, bem à vista do inimigo, e com óleo vós ungis minha cabeça; o meu cálice transborda.

– Felicidade e todo bem hão de seguir-me por toda a minha vida; e, na casa do Senhor, habitarei pelos tempos infinitos.

2ª Leitura

Segunda leitura: São Pedro 2,20-25

Leitura da Primeira Carta de São Pedro:

Caríssimos: 20bSe suportais com paciência aquilo que sofreis por ter feito o bem, isto vos torna agradáveis diante de Deus. 21De fato, para isto fostes chamados. Também Cristo sofreu por vós deixando-vos um exemplo, a fim de que sigais os seus passos. 22Ele não cometeu pecado algum, mentira nenhuma foi encontrada em sua boca. 23Quando injuriado, não retribuía as injúrias; atormentado, não ameaçava; antes, colocava a sua causa nas mãos daquele que julga com justiça. 24Sobre a cruz, carregou nossos pecados em seu próprio corpo, a fim de que, mortos para os pecados, vivamos para a justiça. Por suas feridas fostes curados. 25Andáveis como ovelhas desgarradas, mas agora voltastes ao pastor e guarda de vossas vidas.

Leia mais:  Liturgia Diária – 1ª Semana da Quaresma, Sexta-feira (23/02/2024)

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 10, 1-10

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Eu sou o bom pastor, diz o Senhor; eu conheço as minhas ovelhas e elas me conhecem a mim (Jo 10,14);

Naquele tempo, disse Jesus: 1’Em verdade, em verdade vos digo, quem não entra no redil das ovelhas pela porta, mas sobe por outro lugar, é ladrão e assaltante. 2Quem entra pela porta é o pastor das ovelhas. 3A esse o porteiro abre, e as ovelhas escutam a sua voz; ele chama as ovelhas pelo nome e as conduz para fora. 4E, depois de fazer sair todas as que são suas, caminha à sua frente, e as ovelhas o seguem, porque conhecem a sua voz. 5Mas não seguem um estranho, antes fogem dele, porque não conhecem a voz dos estranhos.’ 6Jesus contou-lhes esta parábola, mas eles não entenderam o que ele queria dizer. 7Então Jesus continuou: ‘Em verdade, em verdade vos digo, eu sou a porta das ovelhas. 8Todos aqueles que vieram antes de mim são ladrões e assaltantes, mas as ovelhas não os escutaram. 9Eu sou a porta. Quem entrar por mim, será salvo; entrará e sairá e encontrará pastagem. 10O ladrão só vem para roubar, matar e destruir. Eu vim para que tenham vida e a tenham em abundância.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

As pessoas do tempo de Jesus teriam entendido facilmente esta história. Era prática comum os pastores conversarem com suas ovelhas ao longo do dia, para que as ovelhas se familiarizassem com a voz do pastor enquanto ele as conduzia por vários pastos para pastar. À noite, vários pastores reuniam suas ovelhas dentro de portões fechados por segurança. De manhã, cada pastor chamava então as suas ovelhas e, por conhecerem a voz do seu pastor, as ovelhas seguiam o seu próprio pastor e não os outros.

Leia mais:  Liturgia Diária – Cátedra de São Pedro, Apóstolo - Festa, Quinta-feira (22/02/2024)

A primeira pergunta que cada um de nós deve fazer a si mesmo hoje é esta: Conheço a voz do Pastor? Tornei-me tão familiarizado com Sua voz que posso distinguir claramente Sua voz das outras? Tente imaginar a imagem de vários pastores, todos chamando suas ovelhas ao mesmo tempo. Esta é uma imagem das vozes concorrentes que encontramos em nossas vidas. Mas apenas uma dessas vozes é a voz de Deus. Você conhece a voz Dele? Ou você se confunde com os muitos outros impulsos, desejos e atrações que disputam sua atenção?

Jesus continuou seu ensinamento dizendo que Ele não é apenas o Pastor cuja voz é conhecida pelas ovelhas, mas também é a porta. “Eu sou a porta. Quem entrar por mim, será salvo; entrará e sairá e encontrará pastagem”. O que nosso Senhor quer dizer quando chama a Si mesmo de porta?

Como a Porta, Ele é a Palavra de Deus, revelada a nós por meio das Escrituras. A fidelidade à Palavra de Deus é um dos caminhos mais seguros para a vida da graça. Ele é a Palavra da Verdade tal como é transmitida e exposta pelo Magistério, a autoridade docente da Igreja. A fidelidade ao ensinamento autêntico do Magistério, especialmente quando o Santo Padre fala em união com os bispos, nos ajudará a navegar pelos muitos erros de nossa época. Jesus torna-se-nos presente através dos Sacramentos, que são a porta da sua graça e a porta de entrada do alimento para a nossa vida espiritual. Além disso, sempre que nosso Senhor vem a nós, por meio da santa pregação, do testemunho e ensinamento dos santos e da vida de oração dentro da Igreja, ou de qualquer outra forma, entramos pelo portão e somos admitidos em Seus pastos verdejantes.

Jesus é a porta, não só para as ovelhas, mas para cada um dos pastores que conduzem as ovelhas em Seu nome. Estes são os pastores da Igreja a quem foi confiada a missão de Cristo de liderar o povo de Deus. Hoje, se um pastor da Igreja deixa de pregar Jesus Cristo, então esse pastor “vem apenas para roubar, matar e destruir”. Os pastores da Igreja devem ouvir com atenção e humildade estas palavras, para que nunca deixem de pastorear o povo de Deus, conduzindo-o através da Porta, que é o próprio Cristo. Todos devem ser fiéis a toda a Tradição da nossa Igreja, transmitida através dos tempos, e não se desviar do puro e santo depósito da fé. Se eles pregam seu próprio evangelho, ou são negligentes ou enganosos em sua pregação, então eles não são verdadeiros pastores. As verdadeiras ovelhas de Deus não as reconhecerão. Mas se forem fiéis a tudo o que Jesus ensinou, então conduzirão as ovelhas pela porta e se tornarão pastores em união com o Coração do Bom Pastor.

Leia mais:  Liturgia Diária – 1ª Semana da Quaresma, Sábado (24/02/2024)

Reflita, hoje, sobre a imagem de Cristo Bom Pastor, que nos chama de várias maneiras. Devemos aprender Sua verdadeira voz por meio da fé e da oração. Uma vez que reconhecemos Sua voz, mais facilmente O descobriremos ministrando a nós, inspirando-nos e convidando-nos à vida da graça, encontrando-O como a fonte e o caminho para esta nova vida.

Oração do Dia

Bom pastor, Tu falas comigo continuamente, revelando-me sua presença e orientação em minha vida. Que eu me torne tão familiarizado com a Vossa sagrada Voz que eu sempre a reconheça. Leva-me a Ti mesmo, a Porta gloriosa para a vida da graça, e transforma-me em uma ovelha fiel e obediente. Jesus, meu Bom Pastor, eu confio em Vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Nas missas, a Liturgia Diária também pode ser usada em outras celebrações da igreja, além de outros momentos como em Grupos de Orações por exemplo.

E apesar da igreja celebrar o Mistério de Cristo durante todos os dias do ano, o ponto central é a missa de domingo. Neste dia, os católicos devem ir à missa para cumprir um dos Cinco Mandamentos da Igreja Católica que diz “Ouvir Missa inteira nos domingos e festas de guarda”.

Deste modo, a Liturgia Diária é a ação do povo em uniformidade com Deus. Durante a celebração da missa, a Liturgia Diária pode ser praticada através de palavras, gestos ou sinais.

Foto de Mundo dos Católicos

Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

Patrocinado

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Não encontrou o que busca?

Faça uma busca abaixo.