Liturgia Diária – 5ª Semana da Páscoa, Sábado (13/05/2023)

Reflexão do Evangelho de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária da 5ª Semana da Páscoa, Sábado, 13 de maio de 2023.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Oração do dia e as Liturgias Diárias com reflexão. Leia aqui a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Atos dos Apóstolos 16, 1-10

Leitura dos Atos dos Apóstolos:

Naqueles dias, 1Paulo foi para Derbe e Listra. Havia em Listra um discípulo chamado Timóteo, filho de uma judia, crente, e de pai grego. 2Os irmãos de Listra e Icônio davam bom testemunho de Timóteo. 3Paulo quis então que Timóteo partisse com ele. Tomou-o consigo e circuncidou-o, por causa dos judeus que se encontravam nessas regiões, pois todos sabiam que o pai de Timóteo era grego. 4Percorrendo as cidades, Paulo e Timóteo transmitiam as decisões que os apóstolos e anciãos de Jerusalém haviam tomado. E recomendavam que fossem observadas. 5As Igrejas fortaleciam-se na fé e, de dia para dia, cresciam em número. 6Paulo e Timóteo atravessaram a Frígia e a região da Galácia, pois o Espírito Santo os proibira de pregar a Palavra de Deus na Ásia. 7Chegando perto da Mísia, eles tentaram entrar na Bitínia, mas o Espírito de Jesus os impediu. 8Então atravessaram a Mísia e desceram para Trôade. 9Durante a noite, Paulo teve uma visão: na sua frente, estava de pé um macedônio que lhe suplicava: “Vem à Macedônia e ajuda-nos!” 10Depois dessa visão, procuramos partir imediatamente para a Macedônia, pois estávamos convencidos de que Deus acabava de nos chamar para pregar-lhes o evangelho.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 99 (100)

– Aclamai o Senhor, ó terra inteira.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

– Aclamai o Senhor, ó terra inteira, servi ao Senhor com alegria, ide a ele, cantando jubilosos!

– Sabei que o Senhor, só ele, é Deus, ele mesmo nos fez e somos seus, nós somos seu povo e seu rebanho.

– Sim, é bom o Senhor e nosso Deus, sua bondade perdura para sempre, seu amor é fiel eternamente!

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São João 15, 18-21

– Aleluia, Aleluia, Aleluia!

– Se com Cristo ressurgistes, procurai o que é do alto, onde Cristo está sentado, à direita de Deus Pai (Cl 3,1);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São João:

Naquele tempo, disse Jesus aos seus discípulos: 18″Se o mundo vos odeia, sabei que primeiro me odiou a mim. 19Se fôsseis do mundo, o mundo gostaria daquilo que lhe pertence. Mas, porque não sois do mundo, porque eu vos escolhi e apartei do mundo, o mundo por isso vos odeia. 20Lembrai-vos daquilo que eu vos disse: ‘O servo não é maior que seu senhor’. Se me perseguiram a mim, também perseguirão a vós. Se guardaram a minha palavra, também guardarão a vossa. 21Tudo isso eles farão contra vós por causa do meu nome, porque não conhecem aquele que me enviou”.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Este é um pensamento preocupante: “o mundo te odeia”. Isto é, se você estiver entre aqueles que foram tirados do mundo por nosso Senhor. Nesse caso, Jesus diz que o mundo vai te odiar.

Ninguém quer ser odiado. Ninguém quer experimentar a ira, a perseguição, os ataques ou o ridículo do outro. O ódio é feio, doloroso e difícil de suportar. Mas isso faz parte da natureza do ódio. Não é apenas uma forma de perseguição, é também uma forma de manipulação. O ódio é um ataque ao outro pelo qual o odiador procura infligir dano e manipulá-lo para mudar e se conformar à sua vontade. O “mundo” secular e não cristão quer conquistá-lo e afastá-lo de Deus. Jesus oferece esse ensinamento, em parte, para nos preparar para que, quando experimentarmos o ódio do mundo, não sejamos afetados por ele nem manipulados para nos afastar Dele. Portanto, este ensinamento é uma revelação de muita misericórdia de nosso Senhor.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quarta-feira (17/04/2024)

Lembre-se que Jesus falou de três inimigos de nossa alma. A carne, o diabo e o mundo. Nesta passagem do Evangelho, “pertencer ao mundo” significa que uma pessoa se deixa influenciar negativamente pelas inúmeras mentiras que existem no mundo. A mídia secular, a cultura pop, as opiniões tendenciosas, as pressões sociais, as falsas imagens de felicidade e afins buscam constantemente nos desviar e nos atrair de nossas realizações e muito mais. O mundo nos diz que nossas opiniões devem estar de acordo com os valores seculares da época – e se não estiverem, então somos extremistas críticos e de mente fechada e devemos ser evitados e “cancelados” ou silenciados.

Essas tentações e pressões mundanas são reais e, por isso, as palavras de Jesus são libertadoras. Eles nos libertam das manipulações e enganos que experimentaremos quando vivermos nossa fé abertamente para todos verem. Quando fizermos isso, seremos odiados pelo mundo. Mas saber disso traz paz de coração quando isso acontece.

Reflita, hoje, sobre estas poderosas e consoladoras palavras de Jesus. Se você não sente nenhuma forma de ódio do mundo, então isso deve ser uma preocupação e motivo de reflexão. E se você experimentar algum tipo de ódio, saiba que nosso Senhor o preparou para isso e lhe oferece Sua força e coragem para suportá-lo com alegria. No final, tudo o que importa é o que nosso Senhor pensa – e nada mais. No final, se você experimentar o ódio do mundo de qualquer forma, saiba que isso o torna mais parecido com o próprio Cristo.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (19/04/2024)

Oração do Dia

Meu Senhor perseguido, Tu suportaste o ódio e o ridículo de muitos que foram engolfados pelos falsos valores do mundo. Oro para que eu possa compartilhar não apenas em Sua vida de amor e misericórdia, mas também em Sua força durante os tempos em que também suporto o ódio do mundo. Eu me comprometo contigo e oro para que Tu continuamente me tire do mundo e me traga para perto de Ti. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *