Liturgia Diária – Domingo | Páscoa do Senhor (31/03/2024)

Homilia

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Domingo, 31 de março de 2024.

Confira diariamente o Evangelho de Hoje dos Católicos em nosso site. Acompanhe as Leituras do evangelho do dia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (At 10,34a.37-43)

Leitura dos Atos dos Apóstolos:

Naqueles dias, 34a Pedro tomou a palavra e disse: 37 “Vós sabeis o que aconteceu em toda a Judeia, a começar pela Galileia, depois do batismo pregado por João: 38 como Jesus de Nazaré foi ungido por Deus com o Espírito Santo e com poder. Ele andou por toda a parte, fazendo o bem e curando a todos os que estavam dominados pelo demônio; porque Deus estava com ele.

39 E nós somos testemunhas de tudo o que Jesus fez na terra dos judeus e em Jerusalém. Eles o mataram, pregando-o numa cruz.

40 Mas Deus o ressuscitou no terceiro dia, concedendo-lhe manifestar-se 41 não a todo o povo, mas às testemunhas que Deus havia escolhido: a nós, que comemos e bebemos com Jesus, depois que ressuscitou dos mortos.

42 E Jesus nos mandou pregar ao povo e testemunhar que Deus o constituiu Juiz dos vivos e dos mortos.

43 Todos os profetas dão testemunho dele: “Todo aquele que crê em Jesus recebe, em seu nome, o perdão dos pecados”.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 117 (118)

— Este é o dia que o Senhor fez para nós: alegremo-nos e nele exultemos!

— Dai graças ao Senhor, porque ele é bom! “Eterna é a sua misericórdia!” A casa de Israel agora o diga: “Eterna é a sua misericórdia!”

— A mão direita do Senhor fez maravilhas, a mão direita do Senhor me levantou. Não morrerei, mas ao contrário, viverei para contar as grandes obras do Senhor!

— A pedra que os pedreiros rejeitaram, tornou-se agora a pedra angular; pelo Senhor é que foi feito tudo isso! Que maravilhas ele fez a nossos olhos!

2ª Leitura

Segunda Leitura (Cl 3,1-4)

Leitura da Carta de São Paulo aos Colossenses:

Irmãos: 1 Se ressuscitastes com Cristo, esforçai-vos por alcançar as coisas do alto, 2 onde está Cristo, sentado à direita de Deus; aspirai às coisas celestes e não às coisas terrestres. 3 Pois vós morrestes, e a vossa vida está escondida, com Cristo, em Deus.

4 Quando Cristo, vossa vida, aparecer em seu triunfo, então vós aparecereis também com ele, revestidos de glória.

Leia mais:  Liturgia Diária – Santa Maria Madalena, Segunda-feira (22/07/2024)

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Evangelho do Dia

Anúncio do Evangelho (Jo 20,1-9)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— O nosso cordeiro pascal, Jesus Cristo, já foi imolado. Celebremos, assim, esta festa, na sinceridade e verdade. (1Cor 5,7b-8a)

— PROCLAMAÇÃO do Evangelho de Jesus Cristo + segundo João.

— Glória a vós, Senhor.

1 No primeiro dia da semana, Maria Madalena foi ao túmulo de Jesus, bem de madrugada, quando ainda estava escuro, e viu que a pedra tinha sido retirada do túmulo.

2 Então ela saiu correndo e foi encontrar Simão Pedro e o outro discípulo, aquele que Jesus amava, e lhes disse: “Tiraram o Senhor do túmulo, e não sabemos onde o colocaram”.

3 Saíram, então, Pedro e o outro discípulo e foram ao túmulo. 4 Os dois corriam juntos, mas o outro discípulo correu mais depressa que Pedro e chegou primeiro ao túmulo. 5 Olhando para dentro, viu as faixas de linho no chão, mas não entrou.

6 Chegou também Simão Pedro, que vinha correndo atrás, e entrou no túmulo. Viu as faixas de linho deitadas no chão 7 e o pano que tinha estado sobre a cabeça de Jesus, não posto com as faixas, mas enrolado num lugar à parte.

8 Então entrou também o outro discípulo, que tinha chegado primeiro ao túmulo. Ele viu, e acreditou.

9 De fato, eles ainda não tinham compreendido a Escritura, segundo a qual ele devia ressuscitar dos mortos.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

O Senhor realmente ressuscitou! Aleluia! O pecado e a morte foram destruídos, e uma nova vida foi oferecida a todos os que se apegam ao Salvador pela fé. Que dia glorioso celebramos hoje!

O Evangelho de Mateus, citado acima, é lido na Missa da Vigília Pascal. Antes da leitura deste Evangelho há sete leituras do Antigo Testamento, cada uma seguida de um salmo, bem como uma leitura do Novo Testamento, outro salmo e o Evangelho. São dezessete leituras ao todo na Vigília Pascal! Por isso a Vigília Pascal é chamada “a mãe de todas as vigílias”. Embora muitas pessoas não tenham tido a oportunidade de participar na Vigília Pascal, é útil compreendê-la, porque a sua estrutura e duração refletem a admiração que devemos ter pela Ressurreição de Cristo.

A Missa da Vigília Pascal começa às escuras, depois do pôr do sol, com todas as luzes da Igreja apagadas. Lá fora, um novo “fogo ardente” é aceso e abençoado, simbolizando a Luz de Cristo que dissipa todas as trevas. Desse fogo acendem-se a vela pascal e outras velas seguradas pelos fiéis na igreja, e a nova luz ilumina a igreja. A procissão até a igreja com as velas é seguida pelo canto do antigo hino Exaultat. Esse hino é o anúncio da Ressurreição de Cristo pela Igreja e está repleto de teologia profunda, apresentado com entusiasmo e espanto juvenil. O sacrário permanece vazio como forma de convidar os fiéis a antecipar mais uma vez a celebração da Eucaristia. Segue-se a longa Liturgia da Palavra, que narra a história do plano de salvação de Deus. Finalmente, os Sacramentos da Iniciação são celebrados na Missa que culmina com a celebração da Santíssima Eucaristia.

Leia mais:  Liturgia Diária – 16ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira (23/07/2024)

Por que tanta solenidade é dada a esta celebração? Porque a Páscoa vale a pena! Nada jamais foi e nada será mais glorioso do que o triunfo do Filho de Deus sobre o pecado e a morte. A Páscoa deve nos encher de admiração. Por causa de Sua morte e Ressurreição, nossas vidas mudaram para sempre. Portanto, mesmo que você não consiga participar da “mãe de todas as vigílias”, tente aprender as lições que esta vigília ensina.

Entre as muitas lições que podemos aprender com a Vigília Pascal está que o glorioso plano de salvação de Deus se desenrola ao longo do tempo e depois culmina com uma glória além da imaginação. Isto é especialmente retratado nas muitas leituras da Liturgia da Palavra. A primeira leitura daquela Missa vem do Gênesis e narra os seis dias da criação. Lemos então a história de Abraão, nosso pai na fé, e como a sua confiança em Deus foi testada quando lhe foi dito para oferecer o seu filho Isaque como sacrifício, numa prefiguração do Pai Celestial oferecendo o Seu Filho único por todos nós. Lemos então a história de Moisés conduzindo o povo para fora do Egito da escravidão através do Mar Vermelho. As águas do Mar Vermelho são símbolo do Batismo que esmaga o pecado e nos conduz à liberdade. Seguem-se leituras dos profetas Isaías, Baruque e Ezequiel, revelando o desdobramento da promessa de Deus do dom da salvação por vir.

Às vezes na vida podemos ficar impacientes. Tendemos a querer o que queremos, quando queremos. Mas a lição das Sagradas Escrituras é que o plano de Deus não só é perfeito, mas também se cumpre apenas de acordo com o tempo de Deus. Esta é a Sua sabedoria perfeita. É uma sabedoria que nem sempre podemos compreender. No final, se abraçarmos o plano perfeito de Deus nas nossas vidas, participaremos na Ressurreição de Cristo. Nada poderia ser melhor do que isso. Não há nada que este mundo nos possa oferecer que se aproxime da gloriosa recompensa de participar na Ressurreição de Cristo.

Leia mais:  Liturgia Diária – 16º Domingo do Tempo Comum (21/07/2024)

Ao celebrarmos a grande solenidade da Páscoa, refita hoje sobre o fato de que o plano de Deus para a vossa vida é perfeito. É um plano que Deus quer revelar para você, um passo de cada vez. O resultado final é a glória da Ressurreição! Será uma vida de perfeição com Ele no Céu, quando toda lágrima será enxugada. É um plano que remove todo pecado, tristeza e sofrimento e leva você à plenitude da alegria. A maneira de abraçar esse plano é dar um passo de cada vez, conforme Deus guia. Aos poucos, Deus quer te mudar, te libertar, te perdoar, te fortalecer e te colocar no caminho da glória. Acredite na glória mais inspiradora que você poderia compartilhar. Acredite na promessa da Ressurreição. Faça da partilha o seu único objetivo na vida e deixe Deus guiá-lo por esse caminho, um passo de cada vez.

Oração do Dia

Meu Senhor ressuscitado, a glória que celebramos hoje, a glória da Tua Ressurreição, está muito acima de tudo que posso imaginar. A nova vida dada a todos os que entregam suas vidas a Ti é gloriosa e inspiradora. Por favor, ajude-me a manter minha mente e coração fixados nesta gloriosa promessa e sempre permitir que Você me conduza nessa direção, um passo de cada vez. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

A Liturgia Diária é vista por muitos como sendo um rito que traz uma certa formalização da missa, mas o verdadeiro significado é exatamente o contrário. A liturgia vem para fazer com que os cristãos reflitam as palavras e busquem trazê-las para a sua vida e para os seu dia a dia como forma de viver a Palavra de Deus não apenas na missa mas também na vida cotidiana.

A liturgia vem mostrar o Mistério Pascal da Morte e Ressurreição de Jesus Cristo. A liturgia vem nos trazer orientações de como devemos pensar e agir conforme a Palavra de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.