Liturgia Diária – Nossa Senhora do Rosário – Memória, Sábado (07/10/2023)

Homilia Diária

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Sábado, 7 de outubro de 2023.

Confira diariamente a Liturgia do Dia dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Evangelho do dia com Homilia Diária e oração do dia para refletir. Acompanhe a Liturgia de hoje aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (At 1,12-14)

Leitura dos Atos dos Apóstolos.

Depois que Jesus subiu ao céu, 12os apóstolos voltaram para Jerusalém, vindo do monte das Oliveiras, que fica perto de Jerusalém, a mais ou menos um quilômetro. 13Entraram na cidade e subiram para a sala de cima, onde costumavam ficar. Eram Pedro e João, Tiago e André, Filipe e Tomé, Bartolomeu e Mateus, Tiago, filho de Alfeu, Simão Zelota e Judas, filho de Tiago. 14Todos eles perseveravam na oração em comum, junto com algumas mulheres, entre as quais Maria, mãe de Jesus, e com os irmãos de Jesus.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Responsório Lc 1,46-47.48-49.50-51.52-53.54-55

— O poderoso fez por mim maravilhas, e Santo é o seu nome.

— A minh’alma engrandece ao Senhor, e se alegrou o meu espírito em Deus, meu Salvador.

— Pois ele viu a pequenez de sua serva, desde agora as gerações hão de chamar-me de bendita. O Poderoso fez por mim maravilhas e Santo é o seu nome!

— Seu amor, de geração em geração, chega a todos que o respeitam. Demonstrou o poder de seu braço, dispersou os orgulhosos.

— Derrubou os poderosos de seus tronos e os humildes exaltou. De bens saciou os famintos e despediu, sem nada, os ricos.

— Acolheu Israel, seu servidor, fiel ao seu amor, como havia prometido aos nossos pais, em favor de Abraão e de seus filhos, para sempre.

Evangelho do Dia

Evangelho (Lc 1,26-38)

— Aleluia, Aleluia, Aleluia.

— Maria, alegra-te, ó cheia de graça, o Senhor é contigo; és bendita entre todas as mulheres da terra! (Lc 1,28)

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Lucas.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, 26o anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia, chamada Nazaré, 27a uma virgem, prometida em casamento a um homem chamado José. Ele era descendente de Davi e o nome da Virgem era Maria. 28O anjo entrou onde ela estava e disse: “Alegra-te, cheia de graça, o Senhor está contigo!”

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quinta-feira (18/04/2024)

29Maria ficou perturbada com estas palavras e começou a pensar qual seria o significado da saudação. 30O anjo, então, disse-lhe: “Não tenhas medo, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. 31Eis que conceberás e darás à luz um filho, a quem porás o nome de Jesus. 32Ele será grande, será chamado Filho do Altíssimo, e o Senhor Deus lhe dará o trono de seu pai Davi. 33Ele reinará para sempre sobre os descendentes de Jacó, e o seu reino não terá fim”.

34Maria perguntou ao anjo: “Como acontecerá isso, se eu não conheço homem algum?” 35O anjo respondeu: “O Espírito virá sobre ti, e o poder do Altíssimo te cobrirá com sua sombra. Por isso, o menino que vai nascer será chamado Santo, Filho de Deus. 36Também Isabel, tua parenta, concebeu um filho na velhice. Este já é o sexto mês daquela que era considerada estéril, 37porque para Deus nada é impossível”.

38Maria, então, disse: “Eis aqui a serva do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra!” E o anjo retirou-se.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Imagine ver Jesus pessoalmente. Como teria sido isso? Como teria sido vê-Lo, ouvi-Lo pregar, testemunhar Seus milagres e passar algum tempo sentado em silêncio com Ele? A experiência de estar com Ele enquanto Ele caminhava pela terra teria sido determinada pela profundidade da visão interior que você tinha. Houve muitos que viram Jesus, mas O rejeitaram e até O mataram. Claramente, eles não tinham os olhos interiores da fé para vê-Lo como Ele era. Outros deixaram tudo para trás para segui-Lo. Claramente, eles perceberam Quem Ele era em Sua alma divina através do dom da fé.

Como Jesus afirma acima, os discípulos foram abençoados ao vê-lo. Muitos profetas e reis da antiguidade desejavam ver o Messias. Século após século, as profecias sobre a vinda do Messias teriam deixado muitos com muita expectativa e esperança de que estariam entre os abençoados por vê-Lo. Lembremos, por exemplo, Simeão, o profeta, que esperou toda a sua vida para ver o Menino Jesus. Então, quando Maria e José levaram o Menino Jesus ao Templo para apresentá-lo ao Senhor, Simeão tomou o Menino nas mãos e proclamou: “Agora, Senhor, deixai o vosso servo ir em paz, segundo a vossa palavra. Porque os meus olhos viram a vossa salvação que preparastes diante de todos os povos, como luz para iluminar as nações, e para a glória de vosso povo de Israel” (Lucas 2:29–32). Na verdade, Simeão, os discípulos e todos os que encontraram Jesus enquanto Ele caminhava pela terra foram verdadeiramente abençoados. Eles foram abençoados por ver o Filho de Deus com seus próprios olhos.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (19/04/2024)

Jesus proclamou que os olhos dos discípulos seriam abençoados por vê-lo. Contudo, se Ele falasse conosco hoje, nos proclamaria duplamente bem-aventurados. Não O vemos em forma física, andando pela terra. Mas somos capazes de percebê-Lo de uma forma que nem Simeão experimentou em Sua vida. Simeão viu o Salvador do Mundo com os olhos, presente em forma humana. Mas hoje podemos vê-Lo de uma forma ainda mais profunda. Pelo dom da graça e pela habitação de Deus, somos capazes de olhar para dentro de nossas próprias almas e descobrir a verdadeira presença de Deus vivendo dentro de nós.

Alguém poderia argumentar que ver Jesus com os seus olhos é preferível a ver a Sua presença divina dentro da sua alma. Mas é isso? Certamente não. Mais uma vez, lembre-se de que houve muitos que viram Jesus com os olhos, mas não O reconheceram como Deus. Hoje, temos o privilégio de perceber a presença de Cristo em nosso mundo da forma mais profunda possível. Ele veio morar dentro de nós. Ele veio nos possuir. Ele veio para se unir a nós numa união tão profunda que nos transforma completamente, tornando-nos no Seu próprio corpo.

Se foi necessária fé para ver a divindade de Jesus quando Ele caminhou pela terra, também será necessária fé para ver Sua verdadeira presença dentro de nós. Nossos pecados obscurecem Sua presença. Nossa falta de fé torna difícil vê-Lo ali. Mas Deus está vivo dentro de cada alma que está em estado de graça, e deve ser nosso dever contínuo descobrir Sua presença interior e estar com Ele interiormente. Na sua obra-prima espiritual, “Castelos Interiores”, Santa Teresa de Ávila explica que o Deus infinito habita dentro de nós. É nosso dever entrar no âmago mais secreto do nosso ser, no castelo mais interior, navegando pelos nossos muitos pecados, para que entremos no centro mais profundo onde habita a plenitude do grande Rei.

Leia mais:  Liturgia Diária – 3ª Semana da Páscoa – Quarta-feira (17/04/2024)

Reflita hoje nas palavras de Jesus ditas aos discípulos: “Bem-aventurados os olhos que vêem o que vocês veem”. Saiba que esta afirmação se aplica ainda mais a você. Procure ter os olhos da fé para poder perceber a verdadeira presença do Salvador do Mundo vivendo dentro de sua própria alma. Procure-O, olhe para Ele com amor, desfrute de Sua presença divina e permita que essa presença ofusque você, transformando você na pessoa que Deus quer que você seja.

Oração do Dia

Meu Senhor residente, sou abençoado além da crença por Sua presença divina habitando dentro de mim. Por favor, abra meus olhos para te ver e meus ouvidos para te ouvir, para que eu possa habitar com você que veio habitar em mim. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Além da Liturgia Diária, é comum que nas missas o padre faça a Homilia Diária das palavras do Evangelho depois da sua leitura. Esta homilia é feita em geral por livre interpretação do celebrante.

O ponto mais importante da liturgia é o Mistério Pascal, descrevendo a Paixão, Morte e Ressurreição de Jesus Cristo e a sua ascensão ao céus, ao reino de Deus.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *