Liturgia Diária – Santa Rosa de Lima, Padroeira da América Latina – Festa, Quarta-feira (23/08/2023)

Evangelho do Dia de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Quarta-feira, 23 de agosto de 2023.

Receba diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso portal. Saiba aqui qual o Evangelho de Hoje e leia a reflexão da Liturgia aqui no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira leitura: Coríntios 10, 17-11, 2

Leitura da segunda carta de são Paulo aos Corín­tios:

Irmãos, 17quem se gloria, glorie-se no Senhor. 18Pois é aprovado só aquele que o Senhor recomenda, e não aquele que se recomenda a si mesmo. 11,1Oxalá pudésseis suportar um pouco de insensatez da minha parte. Na verdade, vós me suportais. 2Sinto por vós um amor ciumento, semelhante ao amor que Deus vos tem. Fui eu que vos desposei a um único esposo, apresentando-vos a Cristo como virgem pura.

– Palavra do Senhor

– Graças a Deus

Salmo

Salmo 148

– Vós, jovens, vós, moças e rapazes, louvai todos o nome do Senhor!

– Louvai o Senhor Deus nos altos céus, louvai-o no excelso firmamento! Louvai-o, anjos seus, todos louvai-o, louvai-o, legiões celestiais!

– Reis da terra, povos todos, bendizei-o, e vós, príncipes e todos os juízes; e vós, jovens, e vós, moças e rapazes, anciãos e criancinhas, bendizei-o! Louvem o nome do Senhor, louvem-no todos.

– A majestade e esplendor de sua glória ultrapassam em grandeza o céu e a terra. Ele exaltou seu povo eleito em poderio, ele é o motivo de louvor para os seus santos. É um hino para os filhos de Israel, este povo que ele ama e lhe pertence.

Evangelho do Dia

Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus 13, 44-46

– Aleluia, Aleluia, Aleluia.

– Ficai em meu amor, assim fala o Senhor; quem em mim permanece e no qual permaneço, esse dá muito fruto! (Jo 15,9.5);

Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo segundo São Mateus:

Leia mais:  Liturgia Diária – Santa Maria Madalena, Segunda-feira (22/07/2024)

Naquele tempo, disse Jesus à multidão: 44″O reino dos céus é como um tesouro escondido no campo. Um homem o encontra e o mantém escondido. Cheio de alegria, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquele campo. 45O reino dos céus também é como um comprador que procura pérolas preciosas. 46Quando encontra uma pérola de grande valor, ele vai, vende todos os seus bens e compra aquela pérola”.

– Palavra da Salvação

– Glória a Vós, Senhor

Reflexão da Liturgia Diária

Estas são palavras muito generosas ditas pelo proprietário. Como explica a parábola, este proprietário contratou trabalhadores para a sua vinha de manhã cedo, depois novamente às nove horas, meio-dia, três horas e finalmente às cinco horas. Mas no final do dia, ele pagava a todos o mesmo salário diário, como se todos estivessem trabalhando desde o início da manhã. Os primeiros contratados ficaram chateados, pensando que era injusto que aqueles que trabalharam apenas uma hora recebessem o mesmo salário que eles. Mas o fazendeiro conclui: “E se eu quiser dar a este último o mesmo que você? Ou não sou livre para fazer o que quiser com meu próprio dinheiro? Você está com inveja porque sou generoso?” Deus, em Sua misericórdia, é generoso além da compreensão. Mas nós, como humanos caídos, estamos constantemente examinando se estamos recebendo nosso quinhão e nos comparando com os outros. Tendemos a querer cada vez mais e facilmente ficamos com inveja quando vemos os outros terem sucesso ou recebem bênçãos que não temos. Por exemplo, se alguém é mais popular do que nós nas mídias sociais, ou dirige um carro melhor, ou tem uma casa maior, ou sai de férias caras, muitas vezes tendemos a perceber com uma espécie de tristeza que não temos o que eles fazer. E isso é inveja.

Leia mais:  Liturgia Diária – 16ª Semana do Tempo Comum, Terça-feira (23/07/2024)

A cura para a inveja é a generosidade sincera. Não apenas generosidade com nosso dinheiro, mas generosidade com nossas afeições e nossa capacidade de nos regozijarmos com as bênçãos que os outros recebem. Por exemplo, se alguém lhe dissesse que passaria boas férias no mês que vem para um lugar que você sempre quis ir, como você reagiria? Você pode dizer brincando: “Uau, estou com ciúmes!” O ciúme pode rapidamente se transformar em inveja, que é uma forma de tristeza pelas bênçãos que o outro tem e que você não tem. E essa tristeza pelas bênçãos de outro pode posteriormente se transformar em raiva.

Esses trabalhadores da vinha que trabalharam o dia todo e receberam a mesma quantia que aqueles que trabalharam apenas uma hora poderiam ter respondido parabenizando os trabalhadores posteriores e poderiam até ter dito brincando: “Sorte sua, eu gostaria de ter aparecido às cinco da tarde!” Mas, em vez disso, eles resmungaram e tentaram interferir na generosidade do proprietário, dizendo: “Estes últimos trabalharam apenas uma hora, e você os igualou a nós, que suportamos o fardo do dia e o calor”. Novamente, isso é inveja, pois sua tristeza pela generosidade do proprietário de terras os levou a tentar interferir na bênção que os outros receberam.

Sempre que você perceber essa forma de tristeza profana dentro de você, preste atenção. Significa que lhe falta uma generosidade altruísta para com os outros. E se você vir Deus abençoando alguém com riquezas espirituais, tente regozijar-se generosamente com isso. Ofereça louvores e graças a Deus por Sua bondade. Não fique pensando em si mesmo e descarte todas as tentações de comparar. De muitas maneiras, cada um de nós é representado por aqueles que trabalharam apenas uma hora e receberam o salário diário completo. Isso ocorre porque nunca poderíamos ganhar a graça da salvação. A única razão pela qual somos capazes de receber o dom da salvação eterna e todas as outras graças que nos são dadas por Deus é porque Deus é infinitamente generoso. Portanto, a bondade e a generosidade de Deus devem ser nosso foco constante, e devemos nos regozijar nessa generosidade quando ela é dada a nós e também quando é dada a outros.

Leia mais:  Liturgia Diária – 16º Domingo do Tempo Comum (21/07/2024)

Reflita, hoje, sobre qualquer tendência que você tenha à inveja. Pense nas bênçãos que outras pessoas receberam e que você não recebeu. Olhe sinceramente para sua reação interior a isso e ore para que Deus lhe conceda o dom de poder ser generoso em sua alegria por essas bênçãos. Cada bênção dada por Deus deve ser a causa de nossa alegria, não importa se essas bênçãos são concedidas a nós ou a outros.

Oração do Dia

Meu generoso Senhor, Tu concedes Tuas bênçãos a todos em superabundância. Quando eu testemunho como os outros são abençoados por Ti, ajude-me a cultivar uma gratidão sincera por tudo o que eles receberam. Ajude-me a realmente me alegrar nas muitas maneiras pelas quais você abençoa todo o seu povo. Livra-me da inveja, querido Senhor, para que eu não seja oprimido por esse pecado feio. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Por volta do século XVI, a liturgia diária não tinha uma padronização ou norma, mas, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo toda a sua importância à Sagrada Escritura.

A liturgia é definida pela primeira leitura, segunda leitura, além do evangelho e salmo do dia. A Liturgia do Dia faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica e é única para cada dia do ano. Sendo assim, todas as igrejas católicas realizam a mesma leitura naquele dia determinado.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

    Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.