Liturgia Diária – Santa Luzia, virgem e mártir – Memória, Terça-feira (13/12/2022)

Reflexão do Evangelho de Hoje

Liturgia Diária

Liturgia Diária de Terça-feira, 13 de dezembro de 2022.

Acompanhe diariamente a Liturgia Diária de Hoje dos Católicos em nosso site. Primeira Leitura, Salmo do dia e as Liturgias Diárias com reflexão. Leia aqui a Liturgia de hoje no Mundo dos Católicos.

1ª Leitura

Primeira Leitura (Sf 3,1-2.9-13)

Leitura da Profecia de Sofonias.

Assim fala o Senhor: 1“Ai de ti, rebelde e desonrada, cidade desumana. 2Ela não prestou ouvidos ao apelo, não aceitou a correção; não teve confiança no Senhor, nem se aproximou de seu Deus.

9Darei aos povos, nesse tempo, lábios purificados, para que todos invoquem o nome do Senhor e lhe prestem culto em união de esforços. 10Desde além-rios da Etiópia, os que me adoram, os dispersos do meu povo, me trarão suas oferendas.

11Naquele dia, não terás de envergonhar-te por causa de todas as tuas obras com que prevaricaste contra mim; pois eu afastarei do teu meio teus fanfarrões arrogantes, e não continuarás a fazer de meu santo monte motivo de tuas vanglórias.

12E deixarei entre vós um punhado de homens humildes e pobres”. E no nome do Senhor porá sua esperança o resto de Israel. 13Eles não cometerão iniquidades nem falarão mentiras; não se encontrará em sua boca uma língua enganadora; serão apascentados e repousarão, e ninguém os molestará.

– Palavra do Senhor.

– Graças a Deus.

Salmo

Salmo 33 (34)

Este infeliz gritou a Deus e foi ouvido.

— Bendirei o Senhor Deus em todo o tempo, seu louvor estará sempre em minha boca. Minha alma se gloria no Senhor; que ouçam os humildes e se alegrem!

— Contemplai a sua face e alegrai-vos, e vosso rosto não se cubra de vergonha! Este infeliz gritou a Deus, e foi ouvido, e o Senhor o libertou de toda angústia.

Leia mais:  Liturgia Diária – Santo Estanislau, bispo e mártir - Memória – Quinta-feira (11/04/2024)

— Mas ele volta a sua face contra os maus, para da terra apagar sua lembrança. Clamam os justos, e o Senhor bondoso escuta e de todas as angústias o liberta.

— Do coração atribulado ele está perto e conforta os de espírito abatido. Mas o Senhor liberta a vida dos seus servos, e castigado não será quem nele espera.

Evangelho do Dia

Evangelho (Mt 21,28-32)

— Aleluia, aleluia, aleluia.

— Vinde, ó Senhor, não tardeis mais, fazei o povo acabar com os seus crimes.

— Proclamação do Evangelho de Jesus Cristo + segundo Mateus.

— Glória a vós, Senhor.

Naquele tempo, disse Jesus aos chefes dos sacerdotes e aos anciãos do povo: 28“Que vos parece? Um homem tinha dois filhos. Dirigindo-se ao primeiro, ele disse: ‘Filho, vai trabalhar hoje na vinha!’ 29O filho respondeu: ‘Não quero’. Mas depois mudou de opinião e foi. 30O pai dirigiu-se ao outro filho e disse a mesma coisa. Este respondeu: ‘Sim, senhor, eu vou’. Mas não foi. 31Qual dos dois fez a vontade do pai?”

Os sumos sacerdotes e os anciãos do povo responderam: “O primeiro”. Então Jesus lhes disse: “Em verdade vos digo, que os publicanos e as prostitutas vos precedem no Reino de Deus. 32Porque João veio até vós num caminho de justiça, e vós não acreditastes nele. Ao contrário, os publicanos e as prostitutas creram nele. Vós, porém, mesmo vendo isso, não vos arrependestes para crer nele”.

— Palavra da Salvação.

— Glória a vós, Senhor.

Reflexão da Liturgia Diária

Esta passagem do Evangelho acima é a primeira parte de uma história de duas partes. O primeiro filho diz que não vai trabalhar na vinha, mas muda de ideia e vai. O segundo filho diz que irá, mas não vai. Com qual filho você mais se parece?

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa – Sexta-feira (12/04/2024)

Claro, o ideal seria ter dito “Sim” ao pai e, então, realmente seguir em frente. Mas Jesus conta essa história para contrastar as “prostitutas e cobradores de impostos” com os “principais sacerdotes e anciãos”. Muitos desses líderes religiosos da época eram bons em dizer a coisa certa, mas falharam em agir de acordo com a vontade de Deus. Em contraste, os pecadores da época nem sempre estavam prontos para concordar no início, mas muitos deles acabaram ouvindo a mensagem de arrependimento e mudaram seus caminhos.

Então, de novo, com qual grupo você mais se parece? É humilhante admitir que muitas vezes lutamos, especialmente no início, para aceitar tudo o que Deus nos pede. Seus comandos são radicais e exigem uma tremenda quantidade de integridade e bondade para serem abraçados. Por essa razão, há muitas coisas que a princípio nos recusamos a aceitar. Por exemplo, o ato de perdoar o outro nem sempre é imediatamente fácil. Ou assumir o compromisso imediato com a oração diária pode ser um desafio. Ou escolher qualquer forma de virtude em detrimento do vício pode não vir a nós sem dificuldade.

Uma mensagem de incrível misericórdia que nosso Senhor nos revela por meio dessa passagem é que, enquanto vivermos, nunca é tarde para mudar. No fundo todos nós sabemos o que Deus quer de nós. O problema é que muitas vezes permitimos que nosso raciocínio confuso ou paixões desordenadas impeçam nossa resposta absoluta, imediata e sincera à vontade de Deus. Mas, se pudermos ter em mente que até mesmo as “prostitutas e cobradores de impostos” eventualmente apareceram, seremos encorajados a mudar nossos hábitos.

Leia mais:  Liturgia Diária – 2ª Semana da Páscoa – Sábado (13/04/2024)

Reflita, hoje, sobre aquela parte da vontade de Deus que é mais difícil para você abraçar e fazer imediatamente e de todo o coração. Para o que você se encontra dizendo “não”, pelo menos no início. Resolva construir o hábito interior de dizer “Sim” ao nosso Senhor e seguir Sua vontade em todos os sentidos.

Oração do Dia

Precioso Senhor, dê-me a graça de que preciso para responder a cada sugestão de graça em minha vida. Ajude-me a dizer “sim” a você e a seguir com minhas ações. Ao ver com mais clareza as maneiras pelas quais recusei Sua graça, dê-me coragem e força para mudar, de modo a me conformar mais plenamente ao Seu plano perfeito para minha vida. Jesus eu confio em vós.

A Liturgia Diária para os Católicos

Até meados do século XVI não havia para a liturgia diária uma padronização ou norma que caracterizava a sua obrigatoriedade, no entanto, foram Pio V e Clemente III que a implementaram. E posteriormente, através do Concílio Vaticano II onde a Liturgia teve a sua mais recente atualização, trazendo mais relevância à Sagrada Escritura na liturgia da palavra.

A liturgia é composta pela primeira leitura, segunda leitura, além do salmo do dia e o evangelho, e faz parte de toda missa celebrada pela Igreja Católica. A Liturgia Diária é única para cada dia do ano, portanto, naquele dia determinado, todas as igrejas católicas se fazem da mesma leitura.

Sobre o Autor

Mundo dos Católicos
Mundo dos Católicos

Somos um portal Católico que traz diariamente a Liturgia com a reflexão do evangelho para toda a comunidade Cristã.

    0 Comentários

    Deixe um comentário

    O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *